Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24097
Título: Sem a floresta os Ka’apor não existem, sem os Ka’apor a floresta não existiria : o pensamento político Ka’apor e a política interétnica
Autor(es): López Palomino, Cristabell
Orientador(es): Silva, Cristhian Teófilo da
Assunto: Indígenas
Índios - cultura popular
Índios - aspectos políticos
Índios - aspectos sociais
Data de publicação: 11-Ago-2017
Data de defesa: 6-Mar-2017
Citação: LÓPEZ PALOMINO, Cristabell. Sem a floresta os Ka’apor não existem, sem os Ka’apor a floresta não existiria: o pensamento político Ka’apor e a política interétnica. 2017. x, 157 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: No presente trabalho é analisada a política Ka’apor, descrita a partir das explicações feitas pelas lideranças e membros da comunidade através de suas próprias percepções e narrativas históricas e cotidianas. A política interna em continua inter-relação com o mundo de fora, ou karai1, torna importante analisar a política interétnica ao redor dos antecedentes históricos sobre as políticas extrativistas impulsadas em pro do desenvolvimento do Estado Nação Brasileiro, que provocaram a invasão e o desmatamento na região onde está localizada a Terra Indígena Alto Turiaçú, no estado de Maranhão- Brasil, causantes na sua vez da uma fricção interétnica entre os Ka’apor e os madeireiros. Analisa-se a incidência na política Ka’apor, dos diferentes tipos de relacionamentos interétnicos atuais, inseridos dentro da longa trajetória do poder tutelar estatal através do qual o índio é olhado, desde os diferentes frentes.
Abstract: The present work is an analysis of Ka’apor politics, drawing on explanations provided by Ka’apor political leaders and members of the community, according to their own perceptions and narratives, both historical and quotidian. The fact that the political life of the Ka’apor takes place within a context of ongoing interrelationship with the outside world, or Karai, makes it important to analyze interethnic politics, taking into account historical antecedents having to do with extractive policies enacted in favor of the interests of the Brazilian nation-state. These policies lead to the invasion and deforestation of the region where the Alto Turiaçú Indigenous Territory is located in the Brazilian state of Maranhão, which in turn caused interethnic friction between the Ka’apor and loggers. The incidence in Ka’apor politics of different types of interethnic relationship is analyzed in the context of the long trajectory of the “guardianship” (tutela) power of the state, through which the state has employed a variety of means to keep watch over indigenous people.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Estudos LatinoAmericanos, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados Sobre as Américas, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ELA - Mestrado Acadêmico em Estudos Comparados sobre as Américas (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_CristabellLópezPalomino.pdf4,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.