Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24096
Título: Validação de descritores, caracterização e diversidade genética de cultivares de espécies comerciais e silvestres de maracujazeiro
Autor(es): Fonseca, Kenia Gracielle da
Orientador(es): Faleiro, Fábio Gelape
Assunto: Maracujá - aspectos genéticos
Maracujazeiro silvestre
Maracujazeiro-azedo
Data de publicação: 11-Ago-2017
Data de defesa: 24-Fev-2017
Citação: FONSECA, Kenia Gracielle da. Validação de descritores, caracterização e diversidade genética de cultivares de espécies comerciais e silvestres de maracujazeiro. 2017. xi, 183 f., il. Tese (Doutorado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A variabilidade genética existente no maracujazeiro pode ser utilizada para diversificar o sistema de produção com a obtenção de produtos tecnológicos. Para a proteção de novas cultivares exige-se a utilização de descritores mínimos e ensaios de distinguibilidade, homogeneidade e estabilidade (DHE). Neste trabalho, objetivou-se caracterizar cultivares e matrizes de maracujazeiro azedo (Passiflora edulis Sims) e espécies e cultivares de maracujazeiro silvestre (Passiflora spp.) mediante a utilização de descritores morfoagronômicos e marcadores moleculares visando observar a capacidade dessas ferramentas em diferenciar as cultivares estudadas. Outro objetivo do trabalho foi validar os descritores propostos pelo Serviço Nacional de Proteção de Cultivares (SNPC). A caracterização morfoagronômica foi realizada na Embrapa Cerrados, Planaltina - DF; em propriedades rurais de Sobradinho - DF, Planaltina - GO, Núcleo Rural Tabatinga - DF e Núcleo Rural Pipiripau - DF e em dois viveiros localizados em Planaltina - DF. Utilizou-se uma lista com 33 descritores morfoagronômicos para a espécie silvestre Passiflora cincinnata, e para seis cultivares de maracujazeiro silvestre (BRS Pérola do Cerrado, BRS Estrela do Cerrado, BRS Rubiflora, BRS Roseflora, BRS Céu do Cerrado e BRS Rosea Púrpura) e 25 descritores morfoagronômicos para três cultivares de maracujazeiro azedo (BRS GA1, BRS SC1 e BRS RC) e para as cinco matrizes que deram origem à essas cultivares (CPMSC1, CPGA1, CPMGA2, BRSMR1 e CPACMJM08). Os descritores morfoagronômicos categóricos foram analisados por meio da distribuição de frequência e análises multivariadas e os quantitativos por análises de variância e comparação entre médias das cultivares. Foram também utilizados na caracterização das cultivares marcadores moleculares RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA), ISSR (Inter Simple Sequence Repeats) e SSR (Simple Sequence Repeats). Os descritores morfoagronômicos foram eficientes para a caracterização dos maracujazeiros e para a quantificação da variabilidade genética entre as cultivares ou espécies. Verificou-se diferentes taxas de validação dos descritores devido a variações na classificação fenotípica ocasionadas pela influência ambiental. Os marcadores moleculares foram úteis na diferenciação das cultivares e na quantificação da variabilidade genética existente. No presente estudo, foram sugeridos alguns ajustes (inclusão de termos, classes fenotípicas e características, exclusão de algumas características) no documento orientador do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a fim de minimizar os equívocos e aumentar a precisão e acurácia dos descritores na diferenciação das cultivares.
Abstract: The genetic variability in passion fruit can be used to diversify the crop system with new technological products. The use of minimum descriptors and distinctness, uniformity and stability (DUS) tests are required for the intellectual protection of new varieties. The purpose of this work was to characterize varieties and matrices of sour passion fruit (Passiflora edulis Sims) and wild passion fruit species and varieties (Passiflora spp.) using morphoagronomic descriptors and molecular markers to observe the ability of these tools to differentiate the varieties studied. Another goal was to validate the descriptors proposed by the Brazilian Plant Variety Protection Office (SNPC). The morphoagronomic characterization was performed at Embrapa Cerrados, Planaltina - Federal District; on farms at Sobradinho - Federal District, Planaltina - GO, Núcleo Rural Tabatinga - Federal District and Núcleo Rural Pipiripau - Federal District and in two seedlings farms located in Planaltina - Federal District. A list of 33 morphoagronomic descriptors was used for Passiflora cincinnata and other six wild passion fruit varieties (BRS Pérola do Cerrado, BRS Estrela do Cerrado, BRS Rubiflora, BRS Roseflora, BRS Céu do Cerrado and BRS Rosea Púrpura) and 25 morphoagronomic descriptors were used for three varieties of sour passion fruit (BRS GA1, BRS SC1 and BRS RC) and for the five matrices that gave origin to these varieties (CPMSC1, CPGA1, CPMGA2, BRSMR1 and CPACMJM08). The categorical morphoagronomic descriptors were analyzed by frequency distribution and multivariate analysis. The quantitative descriptors were evaluated by analysis of variance and comparison among averages of the varieties. Molecular markers RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA), ISSR (Inter Simple Sequence Repeats) and SSR (Simple Sequence Repeats) were also used for the characterization of varieties. The morphoagronomic descriptors were efficient for characterization of passion fruit and to quantify the genetic variability among varieties or species. Different validation rates for descriptors were observed because of variations in the phenotypic classification due to environmental influence. Molecular markers were useful to differentiate the varieties and to quantify the genetic variability among passion fruit species and varieties. In this study, some adjustments (inclusion of terms, phenotypic categories and characteristics, exclusion of some characteristics) were suggested in the MAPA (Brazilian Ministry of Agriculture Livestock and Food Supply) guiding document in order to minimize the misunderstandings and increase the differentiation among passion fruit varieties.
Descrição: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Coorientador(es): Peixoto, José Ricardo
Aparece nas coleções:FAV - Doutorado em Agronomia (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_KeniaGracielledaFonseca.pdf3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.