Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24056
Título: O pretérito imperfeito no ensino de português brasileiro como língua estrangeira : por um uso autêntico da língua
Autor(es): Cruz, Claudia Muriel Justiniano da
Orientador(es): Carvalho, Orlene Lúcia de Saboia
Assunto: Português do Brasil como língua estrangeira (PBLE)
Língua portuguesa - estudo e ensino - falantes estrangeiros
Língua portuguesa - verbos
Data de publicação: 10-Ago-2017
Data de defesa: 11-Abr-2017
Citação: CRUZ, Claudia Muriel Justiniano da. O pretérito imperfeito no ensino de português brasileiro como língua estrangeira: por um uso autêntico da língua. 2017. 142 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Este estudo consistiu em uma investigação do tempo gramatical pretérito imperfeito (PI) do português brasileiro. Além disso, buscou-se observar de que forma estudos linguísticos e descritivos do aspecto verbal (COSTA, 2002; COROA, 2005 e CASTILHO, 2010) podem auxiliar o ensino do PI nas aulas de português brasileiro como língua estrangeira (PBLE), bem como na produção de material didático para tal público. Por conseguinte, uma análise foi empreendida por meio da Linguística de Corpus, e observamos que as formas verbais do PI mais frequentes em materiais de PBLE são equivalentes àquelas empregadas em contexto de uso da norma culta do português brasileiro. Essa etapa, de caráter quantitativo, foi realizada a partir da comparação entre um corpus de estudo – formado por materiais didáticos de PBLE – e um corpus de referência – o Corpus Brasileiro –, representativo do português brasileiro culto contemporâneo. Essa primeira análise foi ampliada por uma análise qualitativa na qual foi examinado o espaço, ou seja, o contexto (textos, diálogos, exercícios) em que as formas do pretérito imperfeito são apresentadas nos materiais didáticos de PBLE (Bem-Vindo!, 2004; Novo Avenida Brasil, 2012; Terra Brasil, 2008 e Falar, Ler e Escrever, 2006). Assim sendo, ao final desta dissertação, uma explicação sobre as noções aspectuais do imperfeito foi feita, bem como uma proposta de quatro usos desse tempo gramatical baseados em Coroa (2005): (i) habitualidade no passado, (ii) descrição no passado, (iii) situação passada que inclui um ou mais eventos e (iv) situações que ocorreram concomitantemente. Por fim, esta dissertação, cujo escopo se restringiu ao pretérito imperfeito, serve como exemplo da importância de se trabalhar os tempos gramaticais do português brasileiro considerando seus usos reais devidamente contextualizados.
Abstract: This paper substantiate into an investigation of a verbal aspect category from Brazilian Portuguese language, particularly, on imperfect past tense (PI - Passado Imperfeito) category. Furthermore, seeking to investigate in what sort of linguistic and descriptive studies of verbal aspect (COSTA, 2002; COROA, 2005 e CASTILHO, 2010) may help the teaching of Portuguese Brazilian as a foreign language (PBLE) and the didactic material production for this specific public. Moreover, an analysis was made through Corpus Linguistic technique, and it was observed that the Imperfect Tenses more frequently shown in PBLE material are tantamount to those attached into the context using of Brazilian Portuguese standard language. This branch, quantitative dealing, was fulfilled from the comparison between a corpus study – composed by PBLE didactic material – and a corpus reference – The Brazilian Corpus –, abettor of the modern Portuguese Brazilian standard language. This first analysis was magnified from other quantitative one, in which space has been examined, i.e, the context (texts, dialogues, exercises) whichever forms imperfect past tenses are shown in PBLE didactic material. (Bem-Vindo!, 2004; Novo Avenida Brasil, 2012; Terra Brasil, 2008 e Falar, Ler e Escrever, 2006). Therefore, at the end of this paper, an explanation about the aspectual notions of the imperfect tense was done, thus how a propose of four uses in this grammatical tense based in Coroa (2005): (i) past habitually, (ii) past description, (iii) past situation including one or more events and (iv) situation happening concomitantly. Lastly, this paper, which purview was strict to the Imperfect Tense, serves as a valid example of working with the grammatical tenses in Brazilian Portuguese considering its real uses properly contextualized.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:LIP - Mestrado em Linguística (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ClaudiaMurielJustinianodaCruz.pdf4,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.