Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24041
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_MaíradeCarvalhoPortoBarbosa.pdf1,22 MBAdobe PDFView/Open
Title: O uso da termografia infravermelha como indicador da produção de metano em ovinos
Other Titles: The use of infrared thermography as an indicator of methane production in sheep
Authors: Barbosa, Maíra De Carvalho Porto
Orientador(es):: Pimentel, Concepta Margaret McManus
Assunto:: Metano
Termografia infravermelha
Ovino - pesquisa
Issue Date: 9-Aug-2017
Citation: BARBOSA, Maíra de Carvalho Porto. O uso da termografia infravermelha como indicador da produção de metano em ovinos. 2017. ix, 63 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: As metodologias atuais para predizer a produção de metano possuem desvantagens como alto custo de aquisição e implementação, impossibilidade de conciliar avaliação do animal a pasto com resultados mais precisos, e demanda de tempo para as aferições. A termografia infravermelha é uma tecnologia alternativa para mensurar a quantidade de metano produzida e tem como vantagens um baixo custo, rapidez e eficiência na obtenção de resultados. O objetivo do estudo foi determinar se a termografia infravermelha é adequada para a predição da emissão de metano em ovelhas e qual o melhor horário após a alimentação para realizar a mensuração. Doze cordeiras da raça Santa Inês permaneceram por dois dias em câmaras respirométricas, em sistema semifechado, para determinar a produção de metano. Os animais foram divididos em dois tratamentos, de acordo com a alimentação fornecida. Durante esse período foram realizados sete registros com as câmeras termográficas, nos tempos -1h, -0,5h, 0h, 0,5h, 1h, 2h, 3h, 5h e 7h, de acordo com o horário de fornecimento do alimento, definido como 0h. A cada 24 horas foram mensuradas a produção de metano. Pelas imagens termográficas foram medidas as temperaturas máxima, mínima, média e do ponto dos flancos esquerdo e direito. Para cada horário foi calculada a diferença de temperaturas entre os flancos esquerdo e direito (esquerdo menos direito). Os dados foram submetidos à análise estatística, testando coeficiente de correlação de Pearson, regressão múltipla e análise de componentes principais. O horário da alimentação foi o que apresentou melhores resultados para a predição do consumo de matéria seca. Na hora sete foram obsevados valores estatísticos significativos, sugerindo um novo pico de produção de metano. O tempo três horas após alimentação, para ovinos, foi considerado o ideal para predizer a produção de metano com o uso de imagens de termografia infravermelha.
Abstract: Current methodologies to predict methane production have disadvantages such as high acquisition and implementation costs, impossibility of reconciling animal evaluation with pasture with more accurate results, and time demand for measurements. Infrared thermography is an alternative technology for measuring the amount of methane produced and has the advantages of low cost, speed and efficiency in obtaining results. The objective of the study was to determine if the infrared thermography is adequate for predicting the emission of methane in sheep and the best time after feeding to carry out the measurement. Twelve Santa Inês lambs remained for two days in respirometric chambers, in a semi-closed system, to determine the production of methane. The animals were divided into two treatments, according to the diet provided. During this period, seven records were made with the thermographic cameras, at times -1h, -0.5h, 0h, 0.5h, 1h, 2h, 3h, 5h, and 7h, according to the feeding time, defined as 0h. Methane production was measured every 24 hours. By the thermographic images were measured the maximum, minimum, average and point temperatures at the left and right flanks. For each time, the temperature difference between the left and right flanks (left minus right) was calculated. Data were submitted to statistical analysis, testing Pearson correlation coefficient, multiple regression and principal component analysis. The feeding schedule presented the best results for the prediction of dry matter intake. At hour seven, significant statistical values were observed, suggesting a new peak of methane production. For sheep, the time three hours after feeding was considered ideal to predict the production of methane with the use of infrared thermography images.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciência Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24041/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.