Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24027
Título: Não existem cordas para nós : relações de produção e pertencimento dentro do sistema de aviamento na região do Médio Purus
Autor(es): Soares, Gabriel Ozorio de Almeida
Orientador(es): Klein, Stefan Fornos
Assunto: Reserva extrativista
Aviamento
Economia regional
Relações trabalhistas
Escravidão por dívida
Data de publicação: 4-Ago-2017
Data de defesa: 25-Mar-2017
Citação: SOARES, Gabriel Ozorio de Almeida. Não existem cordas para nós: relações de produção e pertencimento dentro do sistema de aviamento na região do Médio Purus. 2017. 173 f., il. Dissertação (Mestrado em Sociologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Este trabalho consiste em uma análise do aviamento contemporâneo no Médio Purus, região localizada no sul do estado do Amazonas. A hipótese desta dissertação é que o aviamento, sistema produtivo baseado na relação patrão-freguês também conhecido como escravidão por dívida, estaria adentrando um novo ciclo, o ciclo dos cartões. Programas de transferência de renda (aposentadoria, seguro deficiência, bolsa família etc) são executados por intermédio de cartões governamentais, que por sua vez são retidos pelos patrões como forma de pagar a dívida de “seus” fregueses. Lato senso o aviamento dos séculos XIX-XX pode ser entendido como uma forma de acumulação primitiva que tem o seu desenvolvimento e expansão impulsionados pela crescente demanda internacional por produtos de borracha (calçados impermeáveis mas principalmente pneus de bicicleta e de automóveis). Essa prática é vista como mais um desdobramento na trajetória do aviamento no Médio Purus, que teve seu início com a instalação da economia gumífera (no século XIX) mas cujas formas de sociabilidade vigoram até o presente.
Abstract: This text consists of an analysis of the contemporary form of the aviamento system in the Middle Purus, a region located in the southern part of the Brazilian state of Amazonas. The hypothesis of this dissertation is that the aviamento, a productive system based on the client-boss relationship, also known as debt slavery, would be entering a new cycle, the cycle of “cards”. Governmental programs which consist of monetary transfers (retirement, disability payments, bolsa família etc.) have their execution mediated by cards issued by the state, that are for their part retained by the bosses in order to pay their client’s debts. This practice is seen as another development in the trajectory of the aviamento system in the Middle Purus, which has its beginnings during the rubber boom (in the XIX century) but whose forms of sociability persist in the present day.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GabrielOzóriodeAlmeidaSoares.pdf5,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.