Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23960
Título: Qualidade da iluminação natural e o projeto arquitetônico : a relação da satisfação do usuário quanto à vista exterior da janela e a percepção de ofuscamento
Autor(es): Fernandes, Júlia Teixeira
Orientador(es): Amorim, Cláudia Naves David
Assunto: Iluminação (Arquitetura e decoração)
Projeto arquitetônico
Iluminação natural
Luz natural
Data de publicação: 28-Jul-2017
Data de defesa: 18-Out-2016
Citação: FERNANDES, Júlia Teixeira, Qualidade da iluminação natural e o projeto arquitetônico :a relação da satisfação do usuário quanto à vista exterior da janela e a percepção de ofuscamento. 2016. xii, 337 f., il. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A complexidade dos estudos de iluminação reside na necessidade de avaliar várias dimensões simultaneamente. Enquanto que os pesquisadores investigam e compreendem o comportamento da luz, são os arquitetos que projetam os espaços, mas são os usuários que recebem os impactos diretos, sejam positivos ou negativos. Ou seja, é fundamental que as pesquisas busquem a integração dessas visões, tanto para melhorar o desempenho da luz natural, quanto para contribuir na capacitação do arquiteto na geração de melhores soluções. Mas, acima de tudo, os resultados devem focar no atendimento das expectativas físicas e emocionais das pessoas nos ambientes reais. O conceito de Qualidade da Iluminação pauta-se na integração entre Desempenho Visual, Conforto Visual, Eficiência Energética, Qualidade da Vista Externa e Satisfação do Usuário. Existe uma preferência dos usuários por ambientes com janela, em especial aquelas que fornecem contato visual com o exterior. Neste contexto insere-se esta tese, que objetiva quantificar a influência da satisfação com a qualidade da vista externa da janela em escritórios sobre a percepção de ofuscamento no campo visual dos usuários. Além disso, investigam-se as preferências dos brasileiros em relação à qualidade da vista, comparada com resultados europeus. A satisfação do usuário com a qualidade da vista exterior proporcionada pela janela pode alterar suas tolerâncias quanto à probabilidade de ofuscamento no campo visual. A tese defende a hipótese de que é possível quantificar a influência da satisfação com a vista exterior, por meio da comparação de métodos baseados na percepção do uauário e simulações computacionais. Para a comprovação da mesma, a abordagem multimétodos baseia-se na investigação de 13 ambientes reais, em 7 edifícios, sendo feita a comparação da avaliação técnica, com dados quantitativos (simulações computacionais dinâmicas de iluminação natural no software DIVA e classificação da qualidade da vista), com a avaliação feita pelo usuário, com dados qualitativos (429 questionários sobre a percepção de ofuscamento satisfação quanto à visa exterior). Os resultados são trabalhados estatisticamente primeiramente com uma análise descritiva, seguida de análise de correlação de variáveis, finalizando com o uso de regressão logística para comprovação da hipótese. Os resultados apontam primeiramente que, não existem problemas significativos no desempenho visual, já que apenas 2 casos apresentaram Daylighting Autonomy insuficiente em função da baixa transmissão luminosa do vidro e profundidade dos ambientes. Já os resultados de conforto visual demostraram que o principal problema com ofuscamento nos ambientes reais avaliados não decorre de saturação (altos níveis de luminâncias), mas principalmente dos contrastes inadequados no campo visual dos usuários. Apenas 3 ambientes apresentaram Annual Glare acima de 25%. Já em relação aos contrastes, todos os ambientes apresentaram problema, seja em relação à tarefa e/ou entorno e/ou campo visual como um todo. Os resultados dos questionários foram coerentes com as avaliações técnicas, o que endossa a importância da opinião do usuário. A hipótese foi comprovada, sendo detectada que a probabilidade de o usuário perceber ofuscamento ao longo do tempo (dados anuais) diminui 32,84% quando está satisfeito com a vista. Já em relação à percepção de ofuscamento no momento, a probabilidade de o usuário perceber ofuscamento diminui em torno de 60% quando está satisfeito com a vista. Os resultados podem direcionar futuras investigações na área de iluminação, com foco na realidade brasileira e na consideração da qualidade da vista como variável de pesquisas e projetos. Porfim, a tese gerou diretrizes para uma ferramenta de auxílio ao projeto arquitetônico, contribuindo para inserção de aspectos da Qualidade da Iluminação nas fases iniciais de projetação.
Abstract: The complexity of lighting studies is exactly on the need to evaluate several dimensions simultaneously. While researchers investigate and comprehend the light behavior, it’s the architects who project spaces, but it’s the users who receive the direct impacts, positive or negative. In other words, it’s fundamental that the researches search the integration of these visions, as much as to improve the natural light performance as to capacitate the architect on the generation of better solution. But, above all, the results must focus on the service of the physical and emotional expectations of the persons on the real environments. The concept of Lighting Quality was guided on the integrated vision among Visual Performance, Visual Comfort, Energetic Efficiency, External View Quality and User Satisfaction. There is a preference by the users for environments with windows, especially those that provide visual contact with the exterior. In this regard, it’s inserted this thesis, which aims to identify the influence of satisfaction with the external view quality, proportioned by the window in offices over perception of glare on the user’s visual field. In addition, the intention was to investigate the Brazilian preferences in relation to the view quality, compared with the European results. The multimethod systemization is based on the investigation of real environments. That’s why it was made the technical evaluation, with quantitative data (dynamic computational simulations of natural lighting on DIVA software and classification of view quality), with the evaluation made by the user, with qualitative data (questionnaires about the satisfaction glare perception about the external view). The results pointed out that, even there’s no significant problem on the luminosity performance, the simulations were sensible in detect punctual problems (specific months and hours). It was also detected that the biggest problem with glare on the real environments evaluated doesn’t take place from saturation (excess of the luminance levels), but mainly of the inadequate contrasts on the visual field of the users. The questionnaire results were very coherent with the technical evaluation, which endorse the importance of the user’s vision. It’s important to highlight that, while the investigation about the quantity of view quality can interfere on the glare perception, it wasn’t part of the objective to support the creation of “glaring” environments, made-up by the high quality of the view. Conversely, it aims to highlight researches and investigations about natural lighting, which, most of the times, don’t consider the external view, might have non-representative results. The statistical analysis of data started from a descriptive view, passing by variables correlations and, at least, use of logistic regression for the hypothesis proof. The probability of the user realizes the glaring over time (annual data) reduces 32,84% when satisfied with the view. Regarding the glare perception on the moment, the probability of the user realizes reduces around 60% when satisfied with the view. The results were important for future direction on the lighting area, especially with focus on the Brazilian reality and on the consideration about the view quality as a research and project variable. One of the final goals of the thesis was the creation of guidelines for a support tool of the architectural project. The intention was to contribute for the insertion of the Lighting Quality aspects on the project since the initial stages. In this regard, it was structured the Quali-Luz, which is yet found on its preliminary version.
Descrição: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAU - Doutorado em Arquitetura e Urbanismo (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_JúliaTeixeiraFernandes.pdf35,52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.