Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23935
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_CarineAlmeidaSilvaNoleto.pdf1,78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A construção do número pela criança com deficiência intelectual : a percepção entre diferentes ambientes escolares
Autor(es): Noleto, Carine Almeida Silva
Orientador(es): Muniz, Cristiano Alberto
Assunto: Alfabetização
Deficiência intelectual
Matemática - aprendizagem e trabalho pedagógico
Crianças - letramento - Distrito Federal (Brasil)
Data de publicação: 28-Jul-2017
Referência: NOLETO, Carine Almeida Silva. A construção do número pela criança com deficiência intelectual: a percepção entre diferentes ambientes escolares. 2017. 148 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Pensar na construção do conceito de número pela criança com deficiência intelectual levou à constituição do objeto desta pesquisa. O objetivo geral foi analisar os processos mentais associados à construção do número desenvolvidos na sala de aula e na sala de recursos por uma criança com deficiência intelectual em fase de alfabetização. O sujeito de pesquisa foi uma criança com o diagnóstico de deficiência intelectual, estudante do terceiro ano do ensino fundamental, em uma escola pública do Distrito Federal. As bases conceituais da pesquisa fundamentam-se, principalmente, na Educação Matemática, na Educação para Todos, ancorada na realidade da educação inclusiva, na deficiência intelectual. O referencial teórico se apoia na alfabetização matemática e suas manifestações na escrita infantil de Danyluk (1998); no conceito de número e sua construção pela criança, pesquisados por Piaget (1981) e Kamii (2012), no conceito de Ser matemático de Muniz (2002, 2008, 2009, 2014, 2015), na Teoria dos Campos Conceituais, de Vergnaud (1990, 1993, 2003, 2009) e na perspectiva histórico-cultural com Vigotski (1983, 1997, 2003, 2004, 2009, 2011). A pesquisa se caracteriza como estudo de caso, em uma abordagem qualitativa, e foi realizada com a perspectiva construtivo-interpretativa das informações de González-Rey (2015). A pesquisa tratou sobre aprendizagem e processos mentais de construção de significados e sentidos subjetivos na alfabetização matemática e, mais especificamente, da construção conceitual do número. Portanto, foi feita a escolha pela perspectiva histórico-cultural para guiar as ações da pesquisa; sendo uma escolha teórica, metodológica e epistemológica, que se justifica por alinhar-se à proposição da pesquisa. Durante um ano letivo, foram realizadas observações participantes e momentos de intervenção pedagógica, com atividades matemáticas, visando à análise dos processos envolvidos na construção conceitual de número. As observações e as intervenções aconteceram na sala de aula regular e na sala de recursos, com o objetivo de compreender o desenvolvimento da criança em ambientes sociais distintos. Os resultados apresentam-se em categorias de análise em que a criança, sujeito de pesquisa, demonstra simbolizar os dois ambientes escolares diferentemente, é capaz de resgatar sua autoconfiança em sua capacidade de aprendizagem e realiza importantes avanços na construção do conceito de número. As análises apontam para o resgate, pela criança, de seu lugar como sujeito de suas aprendizagens e de seu desenvolvimento.
Abstract: Think of number construction by children with intellectual disabilities led to the constitution of the object of this research. The overall objective was to analyze the mental processes developed in the construction of the number concept by a child with intellectual disabilities in literacy, in the classroom and in the resource room. The research subject was a child with diagnosis of intellectual disabilities, third year student of elementary school, of a public school of Distrito Federal. The main theories of research are Mathematical Education, Education for All supported by the inclusive education and intellectual disabilities. The theoretical contributions are based on mathematics literacy and its manifestations in children´s writing from Danyluk (1998); in the number concept and its construction by the child, from Piaget (1981) and Kamii (2012), in the concept of mathematical being from Muniz (2002, 2008, 2009, 2014, 2015), in Conceptual Field Theory, from Vergnaud (1990, 1993, 2003, 2009) and in the historical-cultural theory with Vigotski (1983, 1997, 2001, 2009, 2011). The research presents itself a case study in a qualitative approach and was performed with constructive-interpretative perspective of information from González-Rey (2015). The research dealt with learning and mental processes of construction of meanings and subjective senses in mathematical literacy, more specifically, in the construction of number concept. Therefore, the historical-cultural perspective was designed to guide the actions of the research; being a theoretical, methodological and epistemological choice, which is justified by aligning itself with the research proposal. During one school year, participant observations and moments of pedagogical interventions were made, with mathematical activities, aiming at the analysis of the processes involved in the conceptual construction of number. Observations and interventions took place in the regular classroom and in the resource room, with the objective of understanding the development of the child in different social environments. The results are presented in categories, in which the child, subject of research, demonstrates that symbolizes the two school environments differently, is able to rescue their self-confidence in their ability to learn and makes important advances in the construction of the number concept. The analyzes point to the child’s rescue of his place as subject of his learning and development.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.