Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23734
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_ValériaCostadeOliveira.pdf2,51 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo comportamental da formulação, dos requisitos, e das propriedades das argamassas estabilizadas de revestimento
Other Titles: Behavioral study of the formulation, requirements and properties of stabilized rendering mortars
Authors: Oliveira, Valéria Costa de
Orientador(es):: Bauer, Elton
Assunto:: Argamassa estabilizada
Materiais de construção
Issue Date: 23-Jun-2017
Citation: OLIVEIRA, Valéria Costa de. Estudo comportamental da formulação, dos requisitos, e das propriedades das argamassas estabilizadas de revestimento. 2017. xxii, 245 f., il. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: As argamassas estabilizadas são produzidas e dosadas em centrais de concreto, entregues úmidas e prontas para o uso. Podem ser empregadas por um período de tempo superior que as argamassas convencionais ou industrializadas dependendo dos parâmetros de mistura empregados em sua produção. Desta forma, estes produtos apresentam uma proposta de materiais que exigem cuidados específicos quanto ao de tempo para aplicação em revestimentos. O objetivo principal desta pesquisa foi estudar o comportamento das argamassas estabilizadas quanto a formulação, os requisitos, e as propriedades. O programa experimental foi dividido em quatro etapas. Na etapa 01, buscou-se estudar as formulações das argamassas estabilizadas, associadas aos parâmetros de misturas e as influências dos aditivos estabilizadores de hidratação (AEH) e do incorporador de ar (IAR), isolados e associados. Na etapa 02, a fim de investigar os comportamentos das argamassas e verificar os requisitos exigenciais para os sistemas de revestimento, as análises foram realizadas em séries com variações intencionais dos aditivos e parâmetros “E” distintos. Na etapa 03, avaliou-se o processo de estabilização. Desta forma, as argamassas foram monitoradas experimentalmente ao longo do tempo de estabilização permitido, que ocorreu conforme o teor de AEH. As argamassas foram avaliadas em duas condições de armazenamento, uma utilizando a película de água exigida pelos produtores de maneira a garantir os tempos de estabilização e outra sem o emprego desta lâmina de água. A etapa 04, dividida em parte A e B. A parte A foi destinada aos estudos comparativos quanto à distribuição granulométrica da areia mais fina com uma areia média, de granulometria contínua. A parte B, teve o intuito de traçar um paralelo entre dois sistemas de aditivos para argamassas estabilizadas, observando pontos convergentes e divergentes no comportamento das argamassas de estudo. Os resultados possibilitaram verificar a influência dos materiais constituintes no comportamento e propriedades das argamassas estabilizadas. O AEH isolado reduziu as resistências mecânicas e aumentou o coeficiente de capilaridade. Todavia quando associado ao IAR reduziu o teor de água, contribuindo de forma positiva para as propriedades 2 mecânicas e absorção capilar das argamassas estabilizadas. Os resultados quanto à retenção de água foram baixos, contudo não causaram prejuízos quanto à resistência potencial de aderência à tração. O módulo de elasticidade mostrou-se compatível com as resistências mecânicas. Quanto aos critérios de susceptibilidade à fissuração, as argamassas estabilizadas estudadas classificaram-se em média susceptibilidade. O teor do AEH influenciou cada série de argamassa estudada em tempos distintos de estabilização e condição de armazenamento. O teor médio do AEH (0,95%) permitiu tempos de estabilização de até 32 horas. No geral, o tempo de estabilização não afetou as propriedades mecânicas. A areia de granulometria média mostrou resultados compatíveis aos da areia de granulometria fina. Os aditivos utilizados, de dois diferentes fabricantes, produziram argamassas de comportamentos e propriedades semelhantes.
Abstract: Stabilized mortars are produced and dosed in concrete plants, delivered wet and ready for use. They can be used for a longer period of time than conventional or industrialized mortars depending on the mixing parameters employed in their production. In this way, these products present a proposal of materials that require specific care as to the time for application in renderings. The main objective of this research was to study the behavior of stabilized mortars in terms of formulation, requirements, and properties. The experimental program was divided into four stages. In step 01, we sought to study the formulations of stabilized mortars, associated with the mix parameters and the influences of the isolated and associated hydration stabilizing additives (AEH) and air incorporator (IAR). In step 02, in order to investigate the behavior of mortars and verify the requirements for rendering systems, the analyzes were carried out in series with intentional variations of the additives and different "E" parameters. In step 03, the stabilization process was evaluated. In this way, the mortars were monitored experimentally over the allowed stabilization time, which occurred according to the AEH content. The mortars were evaluated in two storage conditions, one using the water film required by the producers in order to guarantee the stabilization times and another without the use of this water slide. Step 04, divided into part A and B. Part A was intended for comparative studies on the fine-grained distribution of the fine sand with a medium sand of continuous granulometry. Part B, aimed to draw a parallel between two systems of additives for stabilized mortars, observing convergent and divergent points in the behavior of study mortars. The results allowed to verify the influence of the constituent materials on the behavior and properties of stabilized mortars. The isolated AEH reduced the mechanical resistance and increased the capillary coefficient. However, when associated with IAR, it reduced the water content, contributing positively to the mechanical properties and capillary absorption of stabilized mortars. The results regarding water retention were low, but did not cause any damage to the potential resistance to traction adhesion. The modulus of elasticity was compatible with the mechanical strength. Regarding 4 the criteria of susceptibility to cracking, the stabilized mortars studied were classified as medium susceptibility. The content of AEH influenced each series of mortar studied at different times of stabilization and storage conditions. The mean AEH content (0.95%) allowed stabilization times of up to 32 hours. In general, the stabilization time did not affect the mechanical properties. The sand of medium granulometry showed results compatible with the sand of fine granulometry. The additives used from two different manufacturers produced mortars of similar properties and behavior.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Estruturas e Construção Civil (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/23734/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.