Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23604
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_RaquelRodriguesCapucci.pdf3,96 MBAdobe PDFView/Open
Title: Perejivanie : um encontro de Vigotski e Stanislavski no limiar entre Psicologia e Arte
Authors: Capucci, Raquel Rodrigues
Orientador(es):: Silva, Daniele Nunes Henrique
Assunto:: Psicologia - cultura
Psicologia da arte
Vigotsky, Lev Semenovich, 1896-1934 - crítica e interpretação
Stanislavski, Constantin, 1863-1938 - crítica e interpretação
Issue Date: 29-May-2017
Citation: CAPUCCI, Raquel Rodrigues. Perejivanie: um encontro de Vigotski e Stanislavski no limiar entre Psicologia e Arte. 2017. xiii, 147 f., il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Além de compartilharem da mesma origem cultural e terem se nutrido do materialismo histórico-dialético, Vigostski e Stanislavski abordaram o tema da experiência humana, na vida e na arte. O termo perejivanie (переживание) foi amplamente abordado nas obras dos dois autores: por Stanislavski, para designar a experiência do ator na construção da personagem; por Vigotski, em seus estudos sobre o desenvolvimento humano, e para compreender a formação da personalidade como drama. Partimos de uma questão norteadora para a composição deste trabalho: quais são as relações entre a perejivanie e os processos criadores na arte e na vida? Este trabalho promove uma análise conceitual e um diálogo entre as obras de Vigotski e Stanislavski explorando a perejivanie e os processos criadores na arte e na vida, a partir de uma interlocução entre a psicologia e a arte. Os objetivos específicos foram: 1) analisar o conceito de perejivanie articulado aos processos criadores na arte: construção da personagem em Stanislavski e formação do ator em Vigotski; e 2) problematizar as relações entre perejivanie e processos criadores na formação dramática da pessoa na obra de Vigotski em diálogo com o desenvolvimento da pessoa (ator) em Stanislavski: a ética e a estética. Acessamos, também, as obras dos autores em outros idiomas, como o espanhol e o inglês, a fim de lidar com questões de tradução e compreender seus escritos de forma mais próxima ao original em russo. Assim como os atores no palco, nós estamos sempre atuando. A cada cena que se estrutura em nossa vida, somos compelidos a encarnar os papéis que nos constituem, vivendo as contradições inerentes à experiência humana. Encarnamos esses papéis para a plateia das nossas relações, enquanto vivemos o conflito entre o interno e o externo, que sempre nos gera a dúvida: ser ou não ser? Nesta perspectiva, podemos dizer que o teatro é o microcosmo da vida, onde as relações são tensionadas ao máximo e permitem analisar a intrincada trama das determinações humanas, transformadas em verdade poética. O presente trabalho constatou a necessidade de um olhar sobre a perejivanie na arte em uma perspectiva dialética com os estudos psicológicos sobre a perejivanie na vida, entendendo as relações entre a psicologia e a arte a partir do prisma da complementariedade, e não como campos de estudo separados. Tendo em vista que os estudos sobre o desenvolvimento dos sentidos do termo perejivanie são ainda recentes, particularmente quanto a sua compreensão no limiar entre arte e psicologia, esta dissertação vislumbra horizontes a respeito do tema, abrindo possibilidades para estudos futuros mais aprofundados.
Abstract: In addition to sharing the same cultural origin and nourishing themselves with historical-dialectical materialism, Vigostski and Stanislavski addressed the theme of human experience in life and art. The term perejivanie (переживание) was widely discussed in the works of both authors: Stanislavski used it to designate the actor’s experience in character construction, and Vygotsky used it in his studies on human development, to understand personality development as drama. With that in mind, the following question guided this work: how does perejivanie relate to the creative processes in art and in life? This dissertation promotes conceptual analysis and a dialogue between the works of Vygotsky and Stanislavski, exploring the problem of perejivanie and the creative processes in art and life, based on an interlocution between Psychology and Art. Its specific objectives are: 1) to analyze the concept of perejivanie articulated to the creative processes in Art: the construction of character in Stanislavski and actor training in Vygotsky; 2) to approach the relations between perejivanie and creative processes in the dramatic development of the individual in the work of Vygotsky in dialogue with actor training in Stanislavski: ethics and aesthetics. We also analyzed texts in other languages, such as Spanish and English, in order to deal with translation issues and understand the authors’ writings more closely to the original in Russian. Just like actors on stage, we are always acting. In each scene that is structured in our lives, we are compelled to incarnate the roles that constitute ourselves, living the inherent contradictions to human experience. We embody these roles for the audience of our relations, while we live the conflict between the internal and the external, which always generates the doubt: to be or not to be? In this perspective, we can say that theater is a microcosm of life, where relations are tensioned to the maximum, which allows us to analyze the intricate web of human determinations, transformed into poetic truth. This study identifies the need for a look at the perejivanie in art from a dialectical perspective with the psychological studies on the perejivanie in life, understanding the complementary relations between Psychology and Art. Since studies on the meanings of the term perejivanie are still recent, particularly in relation to understanding it in the threshold between Art and Psychology, this study broadens horizons for the subject, leaving room for further studies.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/23604/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.