Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23462
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_DeniseSoaresOliveira.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open
Title: O brincar e as concepções de conceitos matemáticos de crianças de 5 anos
Authors: Oliveira, Denise Soares
Orientador(es):: Chagas-Ferreira, Jane Farias
Assunto:: Matemática - aprendizagem e trabalho pedagógico
Desenvolvimento infantil
Planejamento educacional
Issue Date: 8-May-2017
Citation: OLIVEIRA, Denise Soares. O brincar e as concepções de conceitos matemáticos de crianças de 5 anos. 2017. ix, i, 166 f., il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Quando estão brincando, seja no convívio social, familiar ou escolar, as crianças são frequentemente desafiadas por meio de suas vivências a elaborarem estratégias para resolverem situações-problema. Algumas dessas situações envolvem conceitos de contagem, separação, agrupamento, desagrupamento, divisão, soma, multiplicação, classificação e subtração dentre outros conceitos. Sem que as crianças percebam, estão usando conceitos espontâneos apreendidos de suas vivências culturais. Entretanto, mesmo com propostas educacionais e projetos pedagógicos, aparece no cenário do país, uma crescente preocupação com os resultados das avaliações nacionais quanto ao rendimento dos estudantes no ensino da matemática. Isso revela uma necessidade urgente de promover ações pedagógicas mais pontuais que revertam esse quadro de forma a promover aprendizagens mais significativas relacionadas à matemática, partindo-se de vivências e saberes culturais dos estudantes. Diante deste cenário, esta pesquisa teve por objetivo investigar como as crianças de 5 anos utilizam os conceitos matemáticos nas brincadeiras durante o recreio no parque e se esses conceitos são apropriados em sala de aula. Essa investigação de natureza qualitativa foi conduzida em escola pública de educação infantil do Distrito Federal e está fundamentada nos pressupostos da perspectiva histórico-cultural. Como procedimentos de construção de informações foram realizadas observações, entrevista semi-estruturada, análise dos planos de aula das professoras e do documento institucional que orienta as ações pedagógicas. Participaram da pesquisa, doze crianças com cinco anos de idade de duas turmas do segundo período da educação infantil e suas professoras. Os resultados apontaram que, as crianças enquanto brincam na escola durante o recreio no parque, utilizam uma ampla gama de conceitos matemáticos relacionados à capacidade, quantidade, medição, forma e números. No Projeto Político Pedagógico da escola foram delineados dez diferentes projetos a serem desenvolvidos durante o ano letivo. No entanto, nenhum deles estava explicitamente relacionado com a aprendizagem matemática. Os conceitos matemáticos cultural e socialmente apreendidos pelas crianças e que foram observados durante a pesquisa parecem não ser objetos de análise ou intervenção intencional e sistematizada para a implementação de estratégias pedagógicas contextualizadas. Deste modo, torna-se relevante o olhar mais apurado dos professores com relação ao que acontece no tempo de recreação livre das crianças, pois este espaço se constitui em um momento rico para o planejamento de atividades significativas de aprendizagem matemática. Para estudos futuros sugere-se a triangulação de dados que envolvam as práticas pedagógicas e as práticas parentais de forma que subsidiem os planejamentos institucionais e de aula visando à contextualização dos conceitos matemáticos e uma aprendizagem matemática significativa. Uma das limitações do estudo refere-se a não observação da aplicação dos planejamentos pedagógicos em sala de aula para a análise comparativa dos dados construídos na pesquisa.
Abstract: While children play they are often challenged to create strategies to solve problem situations, be it in the social, family or school environment. Some of these situations involve concepts of counting, separation, grouping, regrouping, division, addition, multiplication, classification, subtraction, among others. Despite not knowing, they are using spontaneous concepts learned in their cultural life experiences which will be formalized in scientific concepts during Elementary School. However, despite the existence of educational programs and pedagogical projects, there is a growing concern with the results of the national evaluations of students’ performances in Mathematics. This reveals an urgent necessity to promote specific pedagogical actions to reverse this situation boosting more significant learning in Math. These actions should take into account the life experiences and cultural knowledge of the students. Considering this scenario, this research aimed to investigate how 5 year-old children use the mathematical concepts while playing during school break and how these concepts are formalized and apprehended in the classroom. This investigation was of a qualitative nature and it was grounded in the premises of the historical-cultural perspective. It was conducted in a public school of Early Childhood Education in Distrito Federal – Brazil. Regarding the procedures of data construction, we conducted observations, semi-structured interviews, analysis of teacher’s lesson plans, as well as the analysis of the institutional document which guides the pedagogical actions in the Childhood Education Center. The participants of the study were 12 five-year-old children from two groups of the second period and their teachers. The results showed that children use a vast range of mathematical concepts related to capacity, quantity, measurement, shape and numbers during playtime at the school break. These concepts were used to start the games, solve problems, and also as an important content of the communicative and interactional processes. It was also shown that the teachers were aware that the children use mathematical concepts while playing during break time at the playground. However, no direct interventions or mediations were conducted in these moments. In the Political-Pedagogic Project there are ten different projects designed to happen during the school year. Despite that, none of them were explicitly related to mathematical learning. The mathematical concepts that children apprehend naturally through cultural and social interactions which were observed during the research don’t seem to be subject of analysis or intentional and systematized intervention for the implementation of contextualized pedagogical strategies. Therefore, it is important for the teacher to have a more attentive look about what happens during free play, because this moment can be a rich opportunity for the planning of meaningful Math learning activities. For further studies, we suggest the triangulation of the data involving pedagogical practices and parental practices in order to provide knowledge for institutional and classroom planning. This should be done with the aim to contextualize the mathematical concepts, fostering meaningful mathematical learning. One of the limitations of the study refers to the non-observation of the implementation of pedagogical planning in the classroom to conduct comparative analysis of the data constructed in the research.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/23462/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.