Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23373
Título: A dança que produz espacialidades : análise do Cavalo-Marinho
Autor(es): Santos Neto, Francisco Ferreira dos
Orientador(es): Almeida, Jaime Gonçalves de
Assunto: Corpo e arte
Samba - música popular - Brasil
Dança - Pernambuco (PE)
Manifestação artística
Data de publicação: 25-Abr-2017
Data de defesa: 10-Fev-2017
Citação: SANTOS NETO, Francisco Ferreira dos. A dança que produz espacialidades: análise do Cavalo-Marinho. 2017. 121 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta pesquisa trata-se de uma análise do Cavalo-Marinho - uma manifestação artística da região da Zona da Mata Norte de Pernambuco -, cujo foco principal são as espacialidades que ele cria a partir de uma análise do corpo na dança em repouso e em movimento. A mesma embasa-se nas observações do terreiro na Casa da Rabeca do Brasil, onde há anualmente encontros de Cavalos-Marinhos. O trabalho de pesquisa volta-se para a análise da produção de espacialidades da dança do Cavalo-Marinho, onde se usou a Topologia Geométrica para graficar a dança e confirmar estes espaços topológicos, já que outros estudos tinham apenas constatado as relações no engenho, o cunho social, as brincadeiras e as realidades dos brincantes. Perpassando as nuances sócio-históricas do espaço, como pela explanação da dança do Cavalo-Marinho e o "meio negro" constata-se a capacidade da dança "produzir espacialidades" e de se confirmar com a representatividade da graficação das principais cenas escolhidas.
Abstract: This research is an analysis of Cavalo-Marinho - an artistic manifestation of the region of Zona Norte Mata de Pernambuco -, whose main focus are the spatialities that it creates from an analysis of the body in the dance at rest and in movement . The same has a background of the observations of the terreiro in the House of the Rabeca of Brazil, where there are annually meetings of Cavalo-Marinho. The research work turns to the analysis of the spatial production of the Cavalo-Marinho, where the Geometric Topology was used to graph the dance and to confirm these topological spaces, since other studies had only verified the relations in the mill, the Social character, the jokes and the realities of the players. Perceiving the socio-historical nuances of space, as in the explanation of the Cavalo-Marinho dance and the "black environment", one can see the dance's ability to "produce spatialities" and to confirm with the representativeness of the grafication of the main scenes chosen.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_FranciscoFerreiradosSantosNeto.pdf3,43 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.