RIUnB >
28. IP - Instituto de Psicologia >
PPB - Departamento de Processos Psicológicos Básicos >
PPB - Programa de Pós-graduação  >
PPB - Doutorado em Ciências do Comportamento (Teses) >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23329

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
2017_MarceloBorgesHenriques.pdf2,33 MBAdobe PDFver/abrir

Título: Análise experimental do comportamento em times colaborativos : padrões dinâmicos do comportamento em grupos
Autor(es): Henriques, Marcelo Borges
Orientador(es): Todorov, João Claudio
Assunto: Cooperação
Metacontingência
Diferenciação temporal
Esquemas de reforçamento
Data de publicação: 19-Abr-2017
Data de defesa: 6-Fev-2017
Referência: HENRIQUES, Marcelo Borges. Análise experimental do comportamento em times colaborativos: padrões dinâmicos do comportamento em grupos. 2017. 144 f., il. Tese (Doutorado em Ciências do Comportamento)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Em estudos sobre cooperação consequências só podem ser produzidas pela ação coordenada de pelo menos dois indivíduos. Nenhum estudo sobre cooperação avaliou diretamente o efeito de esquemas de diferenciação temporal sobre a ação coordenada. Neste estudo foram realizados seis experimentos com duplas de participantes. A tarefa foi projetada em um tabuleiro de xadrez, que incluiu apenas duas peças; os cavaleiros. O efeito no cenário experimental foi definido como o encontro das peças no quadrante mais interno do tabuleiro de xadrez. Nos Experimentos 1 e 2, programamos uma relação condicional com base no intervalo de tempo entre duas produções de efeitos sucessivos. Os resultados sugeriram efeitos semelhantes aos da literatura operante sobre esquemas de reforçamento diferencial de baixas taxas. No Experimento 3, programamos um reforço diferencial da duração da resposta. Novamente, o controle temporal se assemelhou aos dados da literatura operante, e revelou dinâmicas diferentes para aumentar as durações acima do valor crítico t. Nos Experimentos 4 e 5 planejamos uma relação condicional para a latência. Em geral, observamos que as características da tarefa comprometeram o contato das duplas com o esquema de reforçamento. Assim, no Experimento 6, programamos um timeout e perda de pontos contíguos ao primeiro movimento com intervalo entre respostas menor do que o valor crítico programado. Os padrões de distribuição temporal obtidos foram muito semelhantes aos da literatura operante. O procedimento contribui para o estudo experimental do comportamento social, especificamente com a literatura sobre metacontingências, uma vez que poderia constituir um modelo experimental para o estudo do comportamento em grupos.
Abstract: In cooperation studies consequences can only be produced by the coordinated action of at least two individuals. No study about cooperation directly evaluated the effect of schedules of temporal differentiation on the conjoint response. Six experiments were performed with pairs of participants. The task designed on a chessboard included only two pieces; the Knights. The effect in the experimental setting was defined as the meeting of the pieces in the inner most squares of the chessboard. In Experiments 1 and 2, we programmed a conditional relation based on the time interval between two successive effects. The results were similar to the literature on schedules of differential reinforcement of low rates. In Experiment 3, we programmed a schedule of differential reinforcement of response duration. Again, temporal control resembled data from the operant literature, and showed different dynamics to increase durations above a critical value t. In Experiments 4 and 5 we planned a schedule of differential reinforcement of long latency. In general, the characteristics of the task compromised the contact of the pairs with the reinforcement schedules. Therefore, in Experiment 6, we programmed a timeout and point loss contiguous to the first movement with an inter-response time less than the critical value. The data allow us to argue that it was possible to obtain temporal distribution patterns in a very similar way to the operant literature. Procedure contributes to the experimental study of social behavior, specifically with the literature on metacontingencies, since it could be an experimental model for the study of behavior in groups.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2017.
Licença : A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece na Coleção:PPB - Doutorado em Ciências do Comportamento (Teses)

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.