RIUnB >
26. IH - Instituto de Ciências Humanas >
HIS - Departamento de História >
HIS - Programa de Pós-graduação  >
HIS - Doutorado em História (Teses) >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23323

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
2016_DéboraDutraFantini.pdf3,22 MBAdobe PDFver/abrir

Título: “O negro é a soma de todas as cores” : a construção da africanidade na trajetória e obra de Gilberto Gil (1942-2008)
Autor(es): Fantini, Débora Dutra
Orientador(es): Brito, Eleonora Zicari Costa de
Assunto: Africanidades
Negros - cultura popular
Gil, Gilberto, 1942-
Negros - identidade racial - música
Data de publicação: 18-Abr-2017
Data de defesa: 9-Dez-2016
Referência: FANTINI, Débora Dutra. “O negro é a soma de todas as cores”: a construção da africanidade na trajetória e obra de Gilberto Gil (1942-2008). 2016. 343 f., il. Tese (Doutorado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Este trabalho busca seguir as múltiplas veredas da construção de uma africanidade na trajetória do artista e político Gilberto Gil. Abordarei as mudanças ocorridas ao longo de sua caminhada e que tangenciam sua ligação com certa representação de africanidade, que vão do "embranquecimento" social à afirmação da negritude. Saliento a importância de se estudar o artista não como um indivíduo isolado, mas como sujeito envolvido nos múltiplos processos de construção de identidades e memórias sobre a presença do negro na formação da sociedade brasileira. O intuito é contribuir de maneira mais ampla para a compreensão da tradução que o Brasil fez da África, no bojo da cultura da diáspora. A trajetória de Gil é o fio da meada para a interpretação das múltiplas temporalidades presentes em sua carreira artística e política – sem, contudo, cair na armadilha da biografia linear, um tanto previsível e excessivamente coerente, própria das narrativas cujo olhar retrospectivo ajusta arestas, contradições e ambiguidades. O primeiro capítulo aborda a infância, a juventude e a participação de Gil no movimento tropicalista, até o exílio em Londres, em 1969. O segundo capítulo explora aspectos poéticomusicais de Gil e sua trajetória entre o exílio e a década de 1980. Por fim, o marco cronológico do terceiro capítulo é a incursão do compositor na política, a partir de1987, e sua atuação no Ministério da Cultura, entre 2003 e 2008, em uma análise que contempla a articulação entre poética e política na trajetória do artista.
Abstract: This work seeks to follow multiple paths of building an Africanity in the trajectory of the artist and politician Gilberto Gil. I will discuss the changes throughout his walk and his connections with certain representation of Africanity, ranging from "graying" social to the affirmation of blackness. It is importance to study the artist not as an isolated individual, but as a subject involved in multiple identity construction processes and memories about the presence of the black people in the formation of Brazilian society. The aim is to contribute more broadly to understand the translation that Brazil has made on Africa in the Diaspora culture bulge. Gil's trajectory is the thread for the interpretation of multiple temporalities, which are present in his artistic career and politics - without, however, falling in the linear biography trap, somewhat predictable and overly consistent, own narratives whose retrospective look set edges, contradictions and ambiguities. The first chapter deals with childhood, youth and the participation of Gil in the Tropicalia movement, until his exile in London in 1969. The second chapter explores poetic-musical aspects of Gil and his career between exile and the 1980s. Finally, the chronological framework of the third chapter is the composer's foray into politics, from 1987, and its activities in the Ministry of Culture between 2003 and 2008 in an analysis that considers the relationship between poetics and politics in the artist's career.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, 2016.
Licença : A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece na Coleção:HIS - Doutorado em História (Teses)

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.