Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23314
Title: Avaliação da calprotectina e dos anticorpos anti-citoplasma de neutrófilos como marcadores de inflamação e autoimunidade nas diferentes fases da Doença de Kawasaki
Other Titles: Evaluation of calprotectin and antibodies anticitoplasma of neutrophils as inflammation and autoimunity markers in the different phases of Kawasaki Disease
Authors: Almeida, Maria Aparecida Alves Leite dos Santos
Orientador(es):: Nóbrega, Yanna Karla de Medeiros
Assunto:: Doença de Kawasaki
Anticorpos
Biomarcadores
Issue Date: 18-Apr-2017
Data de defesa:: 20-Feb-2017
Citation: ALMEIDA, Maria Aparecida Alves Leite dos Santos. Avaliação da calprotectina e dos anticorpos anti-citoplasma de neutrófilos como marcadores de inflamação e autoimunidade nas diferentes fases da Doença de Kawasaki. 2017. xi, 35 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A Doença de Kawasaki (DK) é uma vasculite sistêmica e autolimitada de etiologia ainda desconhecida que incide predominantemente em lactentes e crianças. Seu principal alvo são as artérias coronárias e outras estruturas cardiovasculares sendo que 20-25 % dos pacientes não tratados desenvolvem alterações dessas artérias que evoluem para dilatações e aneurismas. Pacientes que apresentaram anormalidades coronarianas podem apresentar anormalidades vasculares meses ou anos após o início da doença o que leva a pressupor possível continuidade do processo inflamatório. Como marcadores de inflamação são pouco estudados na DK, o objetivo da pesquisa foi determinar os níveis séricos de um biomarcador de inflamação, a calprotectina e a presença de anticorpos anti-citoplasma de neutrófilo, marcador de autoimunidade, em crianças com história de doença de Kawasaki, nas diferentes fases da doença (aguda, de convalescença e crônica). A calprotectina sérica foi analisada pelo método de ELISA, utilizando dois diferentes ensaios comerciais e a presença de anticorpos anti-citoplasma de neutrófilo foi detectada pelo método de imunofluorescência indireta. Os níveis de calprotectina sérica mostram-se aumentados nas três diferentes fases da DK, quando comparados aos controles. Anticorpos anti-citoplasma de neutrófilo estavam presentes em 25 % das crianças na fase aguda. Nas fases de convalescença e crônica sua presença variou entre 45 e 50 %. A calprotectina revelou-se um bom marcador de inflamação nas diferentes fases da DK, confirmando a persistência do processo inflamatório por longo período após o evento agudo inicial, e a presença de anticorpos anti-citoplasma de neutrófilos sugerem um possível mecanismo autoimune ambos influenciados pela participação dos neutrófilos na doença.
???metadata.dc.description.abstract1???: Kawasaki disease (DK) is a systemic, self-limiting vasculitis of unknown etiology that predominantly affects infants and children. Its main targets are the coronary arteries and other cardiovascular structures. It is said that 20-25 % of untreated patients develop coronary artery abnormalities, mainly dilations and aneurysms. These patients may still show vascular abnormalities several months or even years after the onset of the disease which leads to the assumption of a possible persistence of the inflammatory process. As markers of inflammation are poorly studied in DK, the objective of this study was to determine the serum levels of a biomarker of inflammation, calprotectin and the presence of anti-neutrophil cytoplasmic antibodies, a marker of autoimmunity, in children with a history of Kawasaki disease and additionally, investigate for the possible presence of anti-neutrophil cytoplasmic antibodies. Results: Serum calprotectin levels were increased in the three different phases of DK in all patients when compared to controls. Anti-neutrophil cytoplasmic antibodies were present in 25 % of children in the acute phase. In the convalescence and chronic phases its presence varied between 45 and 50 %. Calprotectin proved to be a good marker of inflammation in the different phases of DK, confirming the persistence of the inflammatory process for a long period after the initial acute event.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade em Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2017.
???metadata.dc.description2???: Texto liberado parcialmente pelo autor. Conteúdo restrito: Material e Método, Resultados, Discussão e Conclusão.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Coorientador(es):: Pratesi, Riccardo
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_MariaAparecidaAlvesLeitedosSantos_Parcial.pdf878.22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.