Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23290
Título: A América de Columbine e o cinema de School Shooting
Autor(es): Matos, Thayza Alves
Orientador(es): Lopes, André Pereira Leme
Assunto: Estados Unidos - violência
School shooting
Violência urbana
Violência na escola
Cinema - aspectos sociais
Data de publicação: 17-Abr-2017
Data de defesa: 23-Fev-2017
Citação: MATOS, Thaysa Alves. A América de Columbine e o Cinema de School Shooting. 2017. 113 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Refletir sobre o mundo contemporâneo nos leva a considerar fatores, tais como os rompantes de violência em uma sociedade. No nosso caso, voltamos nosso olhar para os Estados Unidos, buscando compreender como essa violência e mais especificamente o school shooting se tornou um ícone que nos remete aquele país. Para tanto, a investigação é centrada em duas produções cinematograficas: Elephant (2003) de Gus Van Sant e Bowling for Columbine (2002) de Michael Moore. Os dois filmes são resultado de um mesmo evento: o massacre ocorrido em Columbine High School em 20 de abril de 1999. Por meio da sensibilidade de Gus Van Sant e da assertividade de Michael Moore buscamos analisar de que maneira esse tipo de episódio nos Estados Unidos da América é um fenômeno cultural e, para tanto, recorreremos a estudos sociológicos, como os desenvolvidos por Cohen e Tonry. Tais estudos nos auxiliarão a repensar e melhor compreender como crianças e adolescentes abrem fogo dentro de uma escola e a significação desse acontecimento.
Abstract: To reflect about the contemporary world leads us to consider many factors, such as the outbreaks of violence in a society. In our case, we turn our gaze to the United States of America, seeking to understand how this violence, and more specifically the school shooting, has become an icon that brings us back to that country. To do so, this research is centered on two cinematographic productions: Elephant (2003), by Gus Van Sant, and Bowling for Columbine (2002), by Michael Moore. Both films are the result of the same event: the massacre at Columbine High School on April 20, 1999. Through the Gus Van Sant’s sensitivity and the Michael Moore’s assertiveness, we sought to analyze in wich ways this kind of episode, in the United States of America, is a cultural phenomenon, and to do this we will resort to sociological studies such as those developed by Cohen and Tonry, to broaden and rethink what tools would enable us to better understand how children and teenagers open fire within a school and the significance of that event.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, Programa de Pós-Graduação em História, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ThaizaAlvesMatos.pdf1,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.