Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23212
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_VeruskadaSilvaCosta.pdf5,94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Rede de pesquisa no Instituto de Pesquisa Economica Aplicada (IPEA) : uma analise da produção cientifica a partir dos Textos para Discussão (TD)
Outros títulos: Research network in the Institute for Applied Economic Research (IPEA) : a production scientific analysis from the Discussion Papers (TD)
Autor(es): Costa, Veruska da Silva
Orientador(es): Cabello, Andrea Felippe
Assunto: Rede de pesquisa
Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA)
Comunicação científica
Análise de coautoria
Análise de redes sociais (ARS)
História do pensamento econômico brasileiro
Economia do conhecimento
Data de publicação: 6-Abr-2017
Referência: COSTA, Veruska da Silva. Rede de pesquisa no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA): uma analise da produção cientifica a partir dos Textos para Discussão (TD). 2016. 187 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia e Gestão do Setor Público)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) é uma fundação pública vinculada ao Ministério do Planejamento. Suas atividades de pesquisa e planejamento apoiam o governo na implementação de políticas públicas. Sabe-se que estudar a constituição, a dinâmica e o funcionamento da comunicação cientifica torna-se estratégico para países como o Brasil. Essa é uma importante ferramenta de estudo e análise, que pode contribuir para que possamos nos deslocar da chamada zona periférica da ciência, onde estamos localizados hoje, para a zona central da ciência. Estudos dessa natureza são relevantes para países em desenvolvimento como o Brasil, pois desnuda as relações entre “produtos e insumos” da pesquisa científica no mundo e demonstram como países desenvolvidos, que detém o fluxo da comunicação científica no mundo, têm se comportado. O trabalho analisa a produção do Ipea com base na série periódica “Textos para Discussão” (TD). Este trabalho teve como objetivo o estudo da série periódica em relação a três aspectos: aspectos formais; aspectos quantitativos e aspectos qualitativos. Este estudo caracteriza-se pela utilização do método quantitativo descritivo, e teve a realização de entrevistas com o objetivo de melhorar os resultados em termos qualitativos. O estudo baseou-se na análise da série temporal, construída ao longo de 37 anos e na análise de coautoria, com base na Análise de Redes Sociais (ARS). Os resultados obtidos demonstraram que a série temporal pode ser utilizada pelo Ipea como um indicador de produção, de forma a entender o seu desempenho ao longo dos 37 anos de existência da série. O Ipea, ao observar os picos e quedas de sua produção, a partir desta variável que nomeamos Produção Anual de Textos para Discussão (PATD), pode entender melhor como o seu desempenho é influenciado por outras variáveis e agir corretivamente. Os resultados relacionados a análise formal da série fornecem um conjunto de características comuns relacionadas a periódicos que podem auxiliar o Ipea no aprimoramento deste importante canal de comunicação. Como resultado da análise de coautoria, o estudo apresenta os resultados que se inserem no escopo de estudos e pesquisas que utilizaram a Análise de Redes Sociais (ARS) aplicada à área de Ciência da Informação, mais especificamente à Comunicação Científica, e apresenta os resultados relacionados às redes de colaboração em pesquisa ou colaboração científica, a partir de um grupo central de autores vinculados ao Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).
Abstract: The Institute for Applied Economic Research (Ipea) is a public foundation linked to the Ministry of Planning. Its research activities aid the government in planning and implementing public policies. It is known to study the formation, dynamics and functioning of scientific communication is strategic for countries like Brazil. This is an important study and analysis tool that can help us to move in the so-called peripheral zone of science, where we are located today to the central area of science. Such studies are relevant to developing countries such as Brazil, as denuded relations between "products and inputs" of scientific research in the world and demonstrate how to developed countries, which holds the flow of scientific communication in the world, have behaved. The paper analyzes the production of IPEA based on periodic series "Discussion paper". This work aimed to study the periodic series on three aspects: formal aspects; quantitative aspects, and qualitative aspects. This study is characterized by the use of descriptive quantitative method, and had interviews with the aim of improving the results in qualitative terms. The study was based on analysis of time series, built over 37 years and co-author of the analysis, based on the Social Network Analysis (SNA). The results showed that the time series can be used as an indicator IPEA production in order to understand its performance over the 37 years of the existence of the series. Ipea can to observe the peaks and troughs of its production from this variable that we named Annual Production of Texts for Discussion (PATD), and can better understand how their performance is influenced by other variables and act correctively. The results related to formal analysis of the series provide a common set of characteristics related to journals that can help the IPEA in the improvement of this important channel of communication. As a result of co-authorship analysis, the study presents the results fall within the scope of studies and research using the Social Network Analysis (SNA) applied to the area of Information Science, specifically the Scientific Communication, and presents the results related collaborative networks for research or scientific collaboration, from a core group of authors linked to the Institute for Applied Economic Research (Ipea).
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ECO - Mestrado em Economia do Setor Público (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.