Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23190
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_InfraestruturaEscolasPublicas.pdf947,61 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A infraestrutura das escolas públicas brasileiras de pequeno porte
Outros títulos: The infrastructure of small public schools in Brazil
La infraestructura de las escuelas públicas brasileñas de tamaño pequeño
Autor(es): Soares Neto, Joaquim José
Karino, Camila Akemi
Jesus, Girlene Ribeiro de
Andrade, Dalton Francisco de
Assunto: Infraestrutura (Economia)
Teoria de resposta ao item (TRI)
Avaliação educacional
Data de publicação: Jul-2013
Editora: Enap
Referência: SOARES NETO, Joaquim José et al. A infraestrutura das escolas públicas brasileiras de pequeno porte. Revista do Serviço Público, Brasília, v. 64, n. 3, p. 377-391, jul./set. 2013. Disponível em: <https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/129/129>. Acesso em: 04 abr. 2017.
Resumo: Em um país como o Brasil, buscar a equidade da educação pública é um grande desafio. Para ser vencido, é necessária a adoção de políticas públicas adequadas, que considerem a realidade tanto de escolas grandes quanto de escolas menores, pois elas apresentam necessidades e características distintas. Nesse contexto, este artigo teve como objetivo estudar a infraestrutura das escolas brasileiras com até 10 turmas e com até 200 alunos, a fim de prover uma análise dessa realidade pouco investigada. Verificou-se que essas escolas representam 46% do total das escolas de ensino básico brasileiro e são responsáveis por aproximadamente 11% das matrículas do País nesse nível de ensino. Em geral, elas têm um padrão de infraestrutura precário, média de desempenho na Prova Brasil abaixo da média nacional e estão localizadas, em sua maioria, na área rural das regiões Norte e Nordeste do País. Nelas estudam 5.724.970 de alunos, sendo que 2.209.761 são alunos cujas famílias recebem o benefício do Bolsa Família. Conclui-se que investigar a realidade dessas escolas é essencial ao possibilitar ações específicas para atender a esse público e, com isso, promover uma educação de qualidade para todos.
Abstract: In a country like Brazil, seeking equity of public education is a major challenge. To be overcome, it is necessary to adopt appropriate policy to consider the reality of both great schools and small schools because they have different needs and characteristics. In this context, this paper aims to study the infrastructure of Brazilian schools with up to 10 classes and 200 students, in order to provide an analysis of that reality poorly investigated. It was found that these schools represent 46% of total Brazilian primary schools and are responsible for approximately 11% of enrollments in the country at that level of education. In general, they have a pattern of poor infrastructure , average performance in “Prova Brasil” below the national average and are located mostly in rural areas of the North and Northeast Regions. In these schools there are 5,724,970 students and 2,209,761 are students whose families receive the benefit of the “Bolsa Família”. We conclude that investigate the reality of these schools, it is essential to allow specific actions to address this audience and thereby promote quality education for all.
Resumen: En un país como Brasil, en busca de la equidad de la educación pública es un reto importante. Para ser superados, es necesario adoptar políticas apropiadas para considerar la realidad de los dos grandes escuelas, escuelas mucho más pequeñas porque tienen necesidades y características. En este contexto, el presente trabajo tiene como objetivo estudiar la infraestructura de las escuelas brasileñas con un máximo de 10 clases y 200 alumnos, con el fin de proporcionar un análisis de esa realidad poco investigado. Se encontró que estas escuelas representan el 46% de las escuelas primarias brasileñas totales y son responsables de aproximadamente el 11% de la matrícula en el país en ese nivel de educación. En general, tienen un patrón de mala infraestructura, el rendimiento promedio en Brasil prueba por debajo de la media nacional y se encuentran principalmente en las zonas rurales del norte y el nordeste. Allí, estudian 5.724.970 estudiantes y 2.209.761 son estudiantes cuyas familias reciben el beneficio de la Bolsa Família. Llegamos a la conclusión de que investigue la realidad de estas escuelas, es esencial para permitir acciones específicas para hacer frente a esta audiencia y con ello promover la educación de calidad para todos.
Licença: Revista do Serviço Público - DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL - A RSP adota a licença Creative Commons (CC) do tipo Atribuição – Uso Não-Comercial (BYNC). - A licença permite que outros remixem, adaptem e criem obra licenciada, sendo proibido o uso com fins comerciais. - As novas obras devem fazer referência ao autor nos créditos e não podem ser usadas com fins comerciais, porém não precisam ser licenciadas sob os mesmos termos dessa licença. - Ao publicar o artigo na RSP, o autor cede e transfere para a ENAP os direitos autorais patrimoniais referentes ao artigo. - O artigo publicado na RSP não poderá ser divulgado em outro meio sem a devida referência à publicação de origem. - O autor que tiver o artigo publicado na RSP deverá assinar o Termo de Concessão de Direitos Autorais (em momento oportuno a editoria da Revista entrará em contato com o autor para assinatura do Termo). Fonte: https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/about/submissions#copyrightNotice. Acesso em: 31 mar. 2017.
Aparece nas coleções:PAD - Artigos publicados em periódicos



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.