Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23153
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ElitesLocaisBasesSociais.pdf1,01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Elites locais e suas bases sociais na América Portuguesa : uma tentativa de aplicação das social network analysis
Outros títulos: Élites locales y sus bases sociales en la América Portuguesa : una tentativa de aplicación de las análisis de redes sociales
Autor(es): Gil, Tiago Luís
Assunto: Redes sociais - análise
Contrabando
Elites (Ciências sociais)
Data de publicação: Dez-2011
Editora: Revista Brasileira de História & Ciências Sociais
Referência: GIL, Tiago Luís. Elites locais e suas bases sociais na América Portuguesa: uma tentativa de aplicação das social network analysis. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais – RBHCS, v. 3, n. 6, p. 82-96, dez. 2011. Disponível em: <https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/view/105/104>. Acesso em: 28 mar. 2017.
Resumo: As análises de redes sociais (social network analysis) foram desenvolvidas para o estudo das relações existentes entre os agentes, de forma a demonstrar com maior clareza as teias que se formam nas interações humanas. Tal metodologia de análise dá especial atenção às conexões sociais, sejam estas de parentesco, amizade, afinidade, ou quaisquer outros tipos indicados pelo pesquisador que, além de definir a qualidade das relações, aponta sua intensidade, baseado em critérios pré-estabelecidos. Para testar esta metodologia, vamos lançar mão de um caso particular, uma parcela da elite da Capitania do Rio Grande de São Pedro, sul da América Portuguesa, em finais do século XVIII. Neste trabalho, identificamos a existência de um “bando” na fronteira sul do Estado do Brasil, com forte atuação no contrabando. A metodologia empregada e o gráfico gerado foram relevantes, não apenas para a testar algumas hipóteses, mas também para a identificação de novos problemas.
Resumen: Los análisis de redes sociales (social network analysis) fueron desarrollados para el estudio de las relaciones existentes entre los agentes, para demostrar con claridad los vínculos que se forman en las interacciones humanas. Esta metodología de análisis pone especial interés en las conexiones sociales, sean de parentesco, amistad u otras formas indicadas por el investigador que, además de definir la calidad de las relaciones, apunta su intensidad, basado en criterios relevantes. Para evaluar esta metodología, se elegió un caso particular, una parte de la élite de la Capitania de Rio Grande de São Pedro, ubicada en el sur de la América Portuguesa, a finales del siglo XVIII. En este estudio, identificamos la existencia de un bando en la frontera sur del Estado de Brasil, con fuerte actuación en el contrabando. La metodología empleada y un esquema gráfico generado fueron significativos, no solo para testar algunas hipótesis, pero también para plantear nuevos problemas.
Licença: Revista Brasileira de História & Ciências Sociais – RBHCS - Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0). Fonte:<https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/view/105/104>. Acesso em: 28 mar. 2017.
Aparece nas coleções:HIS - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.