Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/23072
Título: Manos a la obra : o uso do enfoque por tarefas para a promoção da motivação e da autonomia em um curso de letras espanhol
Autor(es): Renó, Aline Fernandes da Silva
Orientador(es): Moura Filho, Augusto César Luitgards
Assunto: Língua espanhola
Autonomia
Motivação na educação
Língua estrangeira - estudo e ensino
Data de publicação: 27-Mar-2017
Data de defesa: 7-Ago-2015
Referência: RENÓ, Aline Fernandes da Silva. Manos a la obra: o uso do enfoque por tarefas para a promoção da motivação e da autonomia em um curso de letras espanhol. 2015. 105 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O ensino de língua estrangeira (LE) passou por muitas transformações nas últimas décadas e nos últimos anos, de modo que os estudos em Linguística Aplicada (LA), os pesquisadores e os envolvidos no processo de ensino-aprendizagem de LE têm voltado seus olhares para o que ocorre na sala de aula e para seus atores: professor e aprendiz. Nesse contexto, é preciso que cada um destes atores assuma o seu papel para que o aprendizado seja efetivo. No entanto, muitos aprendizes condicionam seu aprendizado ao “outro” e não se assumem como protagonistas dentro desse processo. Em vista disso, a pesquisa relatada nesta dissertação teve como objetivo investigar a relação da motivação e da autonomia do aprendiz no ensino-aprendizagem de língua estrangeira por meio do Enfoque por Tarefas no contexto de uma licenciatura em Letras Espanhol do Distrito Federal (DF). A pesquisa qualitativa, que utilizou a metodologia da Pesquisa-Ação, foi realizada durante o 2º semestre de 2014 na disciplina Língua Espanhola II (LE II), oferecida no 3º semestre do Curso de Letras Espanhol de uma instituição pública de ensino do DF e teve como participantes quatro aprendizes e eu, como professora-pesquisadora. Os dados gerados por meio dos instrumentos diário de bordo (da professora-pesquisadora e dos aprendizes-participantes), assim como as narrativas dos aprendizes-participantes foram triangulados e analisados à luz das teorias de motivação, autonomia e Enfoque por Tarefas. A análise e a discussão dos dados indicaram que o Enfoque por Tarefas contribuiu para a motivação e autonomia dos aprendizes ao submetê-los a desafios nos quais o uso da LE era real, assim se sentiram motivados a realizar a tarefa e sabiam que isso só seria possível se assumissem o seu papel. Os resultados também apontaram aspectos a serem considerados no trabalho com o Enfoque por Tarefas para que ele atenda aos seus pressupostos e aos anseios dos envolvidos no processo. Por fim, apresento diversos aspectos que foram identificados como fatores que interferem negativamente na motivação dos aprendizes não só de Espanhol como Língua Estrangeira (E/LE), mas de todas as outras disciplinas do curso que são desconhecidos ou desconsiderados por nós professores e, por conseguinte, merecem ser investigados em futuras pesquisas. ________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
There were many changes in the Foreign Language Teaching (FLT) field in the last decades, thus in the last years the studies in Applied linguistics (AL), the researches and those involved in the process of learning and teaching in FL are now paying more attention on what is happening in the classroom and with their authors: teacher and learner. In this context it is necessary that each author assumes his/her role, so that the learning will be effective. However, many learners do not take the position as a protagonist in the learning process; instead they limit their learning in another student. Therefore, the research reported in this paper aims of investigating the relation between the learner motivation and autonomy in the language teaching and learning through Task-based Language Teaching in the context of a Spanish Letter course in Distrito Federal (DF). The qualitative research was performed during the second term in 2014 in the Spanish II class (FL II), offered in the third semester of the Spanish Letter course in teaching in a public institution in DF and had as participants four learners and me, as the teacher-researcher. The data generated from the instruments, diary (from the teacher-researcher and from the learner-participants), and also the learner-participant narrative, were triangulated and analyzed in the light of the theories of motivation, autonomy and Task-based Language Teaching. The data analyses and discussion indicated that the Task-based Language Teaching contributed to the learners motivation and autonomy when they were submitted to the challenge of the language use in a real situation, thus they were motivated to achieve the Task-based Language Teaching and they knew that this could only be possible if they have assumed their role. The results have also showed aspects that could be considered in the work with the Task-based Language Teaching so that, it would attend the assumptions and the expectations of those involved in the process. Finally, I present many aspects that were identified as factors that could have a negative interference in the learners motivation, not only in the Spanish as a Foreign Language/FL, but also in all subjects in the course that are unknown or not considered by teachers and, thus deserve to be investigated in future researches. ________________________________________________________________________________________________ RESUMEN
La enseñanza de lengua extranjera (LE) ha sufrido muchos cambios en las últimas décadas, y en los últimos años, al igual que los estudios en Lingüística Aplicada (LA), los investigadores y los involucrados en el proceso de enseñanza y aprendizaje de LE han volcado su mirada hacia lo que ocurre en el aula con sus actores: profesor y alumno. En este contexto, es necesario que cada uno de estos actores asuma su papel para que el aprendizaje sea efectivo. Sin embargo, muchos aprendices condicionan su aprendizaje al “otro” y no se asumen como protagonistas dentro de este proceso. En vista de esto, la pesquisa presentada en este documento tiene como objetivo investigar la relación entre la motivación y la autonomía del aprendiz en la enseñanza y aprendizaje de lengua extranjera mediante el Enfoque por Tareas en el contexto de una graduación en Letras Español del Distrito Federal (DF). La investigación cualitativa, que utilizó la metodología de la Investigación-Acción fue llevada a cabo durante el segundo semestre de 2014 en la asignatura Lengua Española II (LE II), que se ofrece en el 3er semestre del Curso de Letras Español de una institución pública de educación del Distrito Federal y tuvo como participantes cuatro aprendices y yo, como profesora-investigadora. Los datos generados a través de los instrumentos, diario de campo (de la profesora-investigadora y de los aprendices participantes), así como las narraciones de los aprendices participantes fueron triangulados y analizados a la luz de las teorías de la motivación, autonomía y Enfoque por Tareas. El análisis y discusión de los datos indicaron que el Enfoque por Tareas contribuyó a la motivación y a la autonomía de los aprendices al someterlos a desafíos en los cuales el uso de la LE era real, de modo que se sintieron motivados a realizar la tarea y supieron que esto solo sería posible si asumiesen su rol. Los resultados también indicaron algunos aspectos a considerar en el trabajo con el Enfoque por Tareas para que cumpla con sus objetivos y con los deseos de las personas involucradas en el proceso. Finalmente, presento diversos aspectos que fueron identificados como factores que interfieren negativamente en la motivación de los aprendices, no solo de Español como Lengua Extranjera (E/LE), sino también de todas las demás asignaturas del curso, que son desconocidos o ignorados por nosotros profesores y, por consiguiente, merecen ser investigados en futuros estudios.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AlineFernandesdaSilvaRenó.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.