Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22982
Título: Estudo estatístico da resposta da frequência cardíaca de amputados durante teste cardiopulmonar
Título(s) alternativo(s): Statistical study of amputee cardiac frequency during cardiopulmonary test
Autor(es): Aoyama, Elisângela de Andrade
Orientador(es): Marães, Vera Regina Fernandes da Silva
Assunto: Batimento cardíaco
Limiar anaeróbio
Teste de esforço
Exercícios físicos
Data de publicação: 22-Mar-2017
Data de defesa: 25-Jan-2017
Citação: AOYAMA, Elisângela de Andrade. Estudo estatístico da resposta da frequência cardíaca de amputados durante teste cardiopulmonar. 2017. xiii, 77 f. il. Dissertação (Mestrado em Engenharia Biomédica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A resposta da frequência cardíaca é considerada o melhor parâmetro para monitorar a intensidade do trabalho do coração tornando-se ferramenta indispensável na prescrição individualizada do exercício físico e para a clínica, com intuito de elucidar as causas e os riscos de morbimortalidade desencadeados por sua oscilação caracterizada por arritmias fatais. O teste de exercício máximo ou teste ergométrico é utilizado para avaliar possíveis alterações cardiovasculares e identificar vários marcadores metabólicos. Este teste associado a um ergoespirômetro permite coletar e analisar os gases inspirados e expirados e obter importantes marcadores metabólicos como o limiar anaeróbio e o ponto de compensação ventilatória. Estes limiares podem ser identificados também por meio da análise da resposta da frequência cardíaca durante o exercício físico tornando-se um método mais prático e menos dispendioso comparativamente a ergoespirometria. Este trabalho apresenta como objetivos identificar mudanças na curva de resposta da frequência cardíaca de amputados durante teste cardiopulmonar e identificar o limiar anaeróbio empregando ferramenta estatística. Os dados para análise foram obtidos por meio da aplicação do teste cardiopulmonar, realizado em três indivíduos do sexo masculino, com amputação transfemoral, na faixa etária entre 27 e 32 anos. Todos os voluntários apresentaram teste sem risco para quedas e esforço submáximo, tendo como causa o desacoplamento da prótese. Exibiram maiores valores de frequência cardíaca em menores potências, sugerindo que amputados transfemorais apresentem ajustes mitocondriais e cardiovasculares ocasionados pela perda parcial do membro. A elevação da frequência cardíaca acompanhando o acréscimo de carga, sendo que os voluntários alcançaram em torno de 90% da frequência cardíaca máxima prevista no método matemático Heteroscedástico e no método ARIMA, demonstraram boa atividade musculoesquelética, metabólica e cardiorrespiratória e condicionamento aeróbio obtido pelas atividades físicas regulares. A determinação do limiar de anaerobiose é de extrema importância para evitar exercícios acima dos valores mensurados.
Abstract: The heart rate response is considered the best parameter to monitor heart work intensity, making it an indispensable tool in individualized exercise and clinical prescription, in order to elucidate the causes and risks of morbimortality triggered by its oscillation characterized by fatal arrhythmias. The maximal exercise test or exercise test is used to evaluate possible cardiovascular changes and to identify various metabolic markers. This test associated with an ergospirometer allows collecting and analyzing the inspired and expired gases and obtaining important metabolic markers such as the anaerobic threshold and the point of ventilatory compensation. These thresholds can also be identified by analyzing heart rate response during exercise, making it a more practical and less expensive method compared to ergospirometry. This work presents as objectives to identify changes in the heart rate response curve of amputees during cardiopulmonary test and to identify the anaerobic threshold using a statistical tool. The data for analysis were obtained through the application of the cardiopulmonary test, performed in three males, with transfemoral amputation, between the ages of 27 and 32 years. All the volunteers presented a test without risk for falls and submaximal effort, due to the decoupling of the prosthesis. They exhibited higher heart rate values at lower potencies, suggesting that transfemoral amputees present mitochondrial and cardiovascular adjustments caused by partial limb loss. The increase in heart rate accompanied by an increase in load, and the volunteers reached around 90% of the maximum heart rate predicted in the Heteroscedastic mathematical method and the ARIMA method, demonstrated good musculoskeletal, metabolic and cardiorespiratory activity and aerobic conditioning obtained through physical activities Regular. The determination of the anaerobic threshold is of extreme importance to avoid exercises above the measured values.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Gama, Engenharia Biomédica, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Coorientador(es): Gomes, Marília Miranda Forte
Aparece nas coleções:FGA - Mestrado em Engenharia Biomédica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ElisângeladeAndradeAoyama.pdf3,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.