Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22981
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_LaraRodriguesQueiroz.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open
Title: Leitura dialógica : efeitos no desenvolvimento de comportamento verbal em crianças com transtorno do espectro autista (TEA)
Authors: Queiroz, Lara Rodrigues
Orientador(es):: Flores, Eileen Pfeiffer
Assunto:: Autismo - crianças
Comportamento verbal
Issue Date: 22-Mar-2017
Citation: QUEIROZ, Lara Rodrigues. Leitura dialógica: efeitos no desenvolvimento de comportamento verbal em crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). 2017. xiii, 71 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências do Comportamento)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: O Transtorno do Espectro Autista (TEA) tem como principais características a dificuldade na comunicação e interação social e padrões comportamentais restritos e repetitivos. Um dos contextos propícios para evocar e modelar o comportamento verbal e a qualidade na interação em crianças com TEA é o ambiente de contação de histórias. A leitura dialógica permite uma postura ativa da criança diante da contação, que é estimulada a partir de estratégias de formulação de perguntas e consequenciação. Estudos sobre o efeito da leitura dialógica e suas possíveis adaptações para crianças com TEA ainda são escassos. Este estudo investigou os efeitos de uma adaptação da leitura dialógica no comportamento verbal sob controle da narrativa em crianças com TEA. Buscou, ainda, testar o uso de hierarquia de dicas para auxiliar nas respostas vocais das crianças, e verificar se houve aumento nas suas iniciações verbais e no engajamento na tarefa. Duas crianças de sete anos com diagnóstico de TEA participaram do estudo. Foi realizado um procedimento com delineamento de sujeito único, a partir da utilização de linha de base múltipla por sujeito. Os resultados mostraram aumento nas respostas independentes (sem dica) diante de perguntas tipo “Q” e “O que está acontecendo aqui?”, à medida que houve diminuição gradual no uso da hierarquia de dicas. Ademais, o estudo mostrou aumento nas iniciações verbais para uma das crianças e tendência ascendente no engajamento na tarefa ao longo das sessões para ambas. Esse estudo corrobora com estudos anteriores e agrega dados sobre leitura dialógica com crianças com TEA.
Abstract: Autistic Spectrum Disorder (ASD) has as its main characteristics difficulties in communication and social interaction, as well as restricted and repetitive patterns of behavior. One context for evoking and modeling verbal behavior and improving the quality of interaction in children with ASD is shared reading. Dialogic reading favors dialogue by prompting and differentially reinforcing verbal interaction about the storybook. Studies on the effect of dialogic reading and possible adaptations of this strategy for use with children with ASD are still scarce. The present study investigated the effects of an adaptation of dialogic reading, using verbal prompts to help children answer questions about the story. We verified the proportion of correct answers as well as verbal initiations and on-task behaviors, using an across-subject multiple baseline design. A baseline condition with no prompts was compared to two conditions in which a least-to-most scaffolding strategy was used to prompt the answers as needed. Participants were two boys (7 y) with formal diagnosis of ASD. Results showed a steady and gradual increase in correct answers to “wh” type questions during Intervention 1 and a rapid improvement in answers to open-ended questions (“What is going on here?”) during Intervention 2, both accompanied by growing independence of prompts. There was an increase in verbal initiations for one of the children. On-task behavior was high from the beginning and showed a slight increasing trend throughout sessions. This study corroborates and expands previous studies on adapting dialogic reading as a naturalistic approach for teaching verbal repertoires to children with ASD.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPB - Mestrado em Ciências do Comportamento (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22981/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.