Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22973
Title: Efeitos da equoterapia e fisioterapia convencional na força muscular de idosos com doença de Alzheimer
Authors: Eguíluz, Mauricio Andres Ardiles
Orientador(es):: Safons, Marisete Peralta
Assunto:: Equoterapia
Força muscular
Alzheimer, Doença de
Fisioterapia
Idosos
Issue Date: 21-Mar-2017
Data de defesa:: 12-Dec-2016
Citation: EGUÍLUZ, Mauricio Andres Ardiles. Efeitos da equoterapia e fisioterapia convencional na força muscular de idosos com doença de Alzheimer. 2016. 65 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: O uso de diferentes Programas de Tratamento como são a Equoterapia e a Fisioterapia Convencional são consideradas alternativas viáveis no ganho de força muscular nos membros inferiores na população idosa. No entanto, ainda são escassos os trabalhos que investigam os efeitos da Equoterapia e Fisioterapia na população idosa com demência de Alzheimer. A proposta deste estudo foi avaliar 12 semanas de um programa de Equoterapia e um programa de Fisioterapia (duas vezes por semana) e os efeitos que produzem na força muscular dos membros inferiores em mulheres e homens idosos com demência de Alzheimer. Dezessete (17) homens e mulheres idosos foram alocados em dois grupos, Grupo Equoterapia (GE) e Grupo Fisioterapia (GF). Dezessete participantes (17) no total finalizaram a pesquisa. No GE, com médias de idade de 74.4 ± 3.3 anos, Estado Cognitivo (Minimental) 21.1 ± 2.6 pontos, Indice de Barthel de 93.5 ± 11.8 pontos. No GF, com médias de idade de 76.1 ± 2.3 anos, Estado Cognitivo (Minimental) 21.7 ± 2.2 pontos, Indice de Barthel de 92.1 ± 8.6 pontos. Foram as variáveis mensuradas nos momentos PRÉ é PÓS; o pico de torque para extensores e flexores de joelho (PT) na velocidade de 60 º/s, respetivamente. Referente à força muscular, os membros inferiores na velocidade de 60 º/s e em ambos grupos obtiveram ganhos, sendo estatisticamente significativo (p <0.05), a força de flexão do joelho para ambos gupos (p=0.0001). Os dois grupos não apresentaram diferenças estatísticas, no que refere ao pico de torque na extensão de joelho (p=0.893) no momento pós intervenção. Em adição, o uso da Equoterapia e Fisioterapia pode constituir uma importante ferramenta de intervenção para atenuar os efeitos deletérios associados ao envelhecimento em idosos com demência de Alzheimer.
???metadata.dc.description.abstract1???: The use of different Treatment Programs such as Hippotherapy and Conventional Physical Therapy are considered potential alternatives in the gain of muscle strength in the lower limbs in the elderly population. However, there are still few studies that investigate the effects of Hippotherapy and Conventional Physical Therapy in the elderly population with Alzheimer's dementia. The purpose of this study was to evaluate 12 weeks of an Hippotherapy program and Conventional Physical Therapy program (twice a week) and the effects they produce on lower limb muscle strength in elderly women and men with Alzheimer's dementia. Seventeen (17) elderly men and women were allocated to two groups, Group Equoterapia (GE) and Group Physiotherapy (GF). Seventeen participants (17) in total completed the survey. In the GE, with a mean age of 74.4 ± 3.3 years, Cognitive Status (Minimental) 21.1 ± 2.6 points, Barthel Index of 93.5 ± 11.8 points. In GF, with a mean age of 76.1 ± 2.3 years, Cognitive Status (Minimental) 21.7 ± 2.2 points, Barthel Index of 92.1 ± 8.6 points. The variables measured in the moments PRÉ é PÓS; Peak torque for knee extensors and flexors (PT) at the rate of 60 º / s, respectively. Regarding muscle strength, the knee flexion strength for both groups (p = 0.0001) was statistically significant (p <0.05) at the 60 º / s velocity and in both groups. The two groups did not present statistical differences, regarding the peak torque in the knee extension (p = 0.893) at the moment after intervention. In addition, the use of Hippotherapy and Conventional Physical Therapy can be an important intervention tool to attenuate the deleterious effects associated with aging in the elderly with Alzheimer's dementia.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_MauricioAndresArdilesEguíluz.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.