RIUnB >
31. IREL - Instituto de Relações Internacionais >
IREL - Artigos publicados em periódicos >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22938

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_DistanciamentoVersusEngajamento.pdf317,88 kBAdobe PDFver/abrir

Título: Distanciamento versus engajamento : alguns aportes conceituais para a análise da inserção do multilateralismo brasileiro (1945-1990)
Outros títulos: Distance versus engagement : some conceptual contributions to the analysis of Brazilian multilateralism (1945-1990)
Autor(es): Lessa, Antônio Carlos
Couto, Leandro Freitas
Farias, Rogério de Souza
Assunto: Política externa - Brasil
Guerra Fria
Multilateralismo
Data de publicação: Jul-2010
Editora(s): Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais
Referência: LESSA, Antônio Carlos; COUTO, Leandro Freitas; FARIAS, Rogério de Souza. Distanciamento versus engajamento: alguns aportes conceituais para a análise da inserção do multilateralismo brasileiro (1945-1990). Contexto Internacioanl, Rio de Janeiro, v. 32, n. 2, p. 333-365, jul./dez. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-85292010000200003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 12 jul. 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-85292010000200003.
Resumo: Nos últimos anos, criaram-se diferentes marcos analíticos com o propósito de auxiliar analistas na compreensão das transições da política externa brasileira desde o fim da Guerra Fria, muitos trabalhando com pares conceituais dicotômicos, como distância/participação e distância/integração. O objetivo deste trabalho é apresentar quatro estudos de caso, no âmbito da atuação multilateral brasileira, nos quais a tese de distanciamento será examinada, confrontando-a com uma base empírica inédita ou ainda pouco utilizada. Em três casos há dissonância clara com a categorização sob exame. Em outro, será problematizada a utilização da Guerra Fria como marco central na periodização da política externa brasileira. Argumentar-se-á, com a apresentação desses casos, que não se pode englobar toda a ação multilateral brasileira no período da Guerra Fria dentro do marco conceitual de distância, mesmo considerando as diferenciações apresentadas pela literatura. Além disso, os casos também esclarecerão que o Brasil esteve longe de manter sistemática distância, ausência ou isolacionismo; e, mesmo quando foram a resultante da posição brasileira, muitas vezes ela não derivava de uma opção tática da diplomacia do país.
Abstract: In the last years, different frameworks were created with the purpose to help analysts understand the transitions in Brazilian foreign relations since the end of Cold War, several of them using dichotomist conceptual pairs like distance/participation and distance/integration. The objective of this work is present four case studies in Brazilian multilateral relations in which the "thesis of distance" will be analyzed, confronting it with new primary sources. In three cases there is clear conflict with the concept under exam. In other case, it will be evaluated the use of Cold War in the periodization of Brazilian foreign policy. It will be argued, with the presentation of those cases, that it is not possible to encompass all Brazilian multilateral actions in the Cold War in the conceptual framework of "distance". Besides, the cases will also expound that Brazil was far from maintaining systematic distance, absence or isolation; and even when that was the result, several times it was not a tactical position of Brazil.
Licença : Contexto Internacioanl - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-85292010000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 12 jul. 2016.
Aparece na Coleção:IREL - Artigos publicados em periódicos

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.