RIUnB >
17. FS - Faculdade de Ciências da Saúde >
ENF - Departamento de Enfermagem >
ENF - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem >
ENF - Mestrado em Enfermagem (Dissertações) >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22931

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
2016_JoyceSilvadosSantos_Parcial.pdf944,91 kBAdobe PDFver/abrir

Título: Estudo morfológico e morfométrico do processo de cicatrização em ratos Wistar adultos tratados com creme de óleo de Rosa Mosqueta
Autor(es): Santos, Joyce Silva dos
Orientador(es): Kamada, Ivone
Assunto: Óleo de Rosa Mosqueta
Cicatrização de feridas
Ferimentos e lesões
Ferimentos e lesões - tratamento
Data de publicação: 16-Mar-2017
Data de defesa: 2-Dez-2016
Referência: SANTOS, Joyce Silva dos. Estudo morfológico e morfométrico do processo de cicatrização em ratos Wistar adultos tratados com creme de óleo de Rosa Mosqueta. 2016. 78 f., il. Dissertação (Mestrado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Feridas crônicas atingem cerca de 15% da população mundial trazendo consequências sociais, econômicas e psicológicas a seus portadores. Na tentativa de reduzir esse índice novas tecnologias e o uso de produtos naturais anti-inflamatórios tem sido abordados por diversos pesquisadores como recursos mais convenientes para a prevenção e tratamento de feridas crônicas. O óleo de Rosa Mosqueta (RM) possui uma vasta gama de substâncias naturais com capacidade anti-inflamatórias e provável propriedade cicatrizante como o betacaroteno e os ácidos graxos oleico, linoleico, linolênico e ursólico. Diante do exposto, o presente estudo teve por objetivo aliar a terapia clínica à tecnologia farmacêutica, incluindo o óleo RM em um produto elegante, estável e com efetividade na cicatrização de feridas crônicas. Para tanto, o trabalho foi estruturado em três etapas, sendo a primeira delas a busca de literatura científica que justificasse o desenvolvimento de um produto farmacêutico contendo óleo de RM; a segunda consistiu no desenvolvimento do produto, emulsão a base de óleo de RM, assim com a execução de seu estudo de estabilidade acelerada, finalizando com a terceira etapa através da avaliação da eficácia in vivo da emulsão de óleo de RM em comparação ao óleo de RM puro. Foram elaboradas emulsões óleo em água (O/A) com óleo de RM em quatro diferentes concentrações (15%, 25%, 30%, 50%). A emulsão mais concentrada e com melhor característica estética (30% de óleo de RM – E30), juntamente com emulsão de óleo mineral 30% (OM30), amostra de óleo de RM puro (S100) e solução a 30% de óleo RM (S30) foram submetidas ao estudo de estabilidade acelerada em câmara climática (40ºC e 75% UR) por 90 dias. Os parâmetros físico-químicos (cor, odor, consistência, cremeação, espalhabilidade e pH), químicos – (capacidade antioxidante e dosagem de betacaroteno) e microbiológicos das emulsões e soluções oleosas previamente citadas foram analisados nos dias 1, 7, 15, 30, 60, e 90 após elaboração e envase. Em adição, as emulsões (E30 e OM30) e soluções recém-elaboradas (S30 e S 100), assim como gel de colágeno a 50% (controle positivo - C50) e solução fisiológica 0,9% (controle negativo - SF) foram utilizados em estudo in vivo com 144 ratos Wistar adultos aleatorizados em 6 grupos de tratamento. Os animais foram anestesiados e submetidos ao procedimento cirúrgico para retirada de fragmento da região dorsal até exposição da fáscia muscular. As lesões foram tratadas diariamente utilizando cada produto de acordo com o grupo de análise e avaliadas quanto à presença de fibrina, necrose ou granulação em leito e taxa de retração. Nos dias 7, 14 e 21 de cicatrização, 8 animais de cada grupo foram eutanasiados para coleta dos fragmentos da lesão usados na confecção de lâmina histológica. As lâminas foram coradas por hematoxilina eosina para avaliação de infiltrado inflamatório, neoangiogênese e reepitelização e pela coloração picrosírius para avaliação da deposição e organização de colágeno. A análise estatística foi realizada em programa SPSS 20.0, considerando-se valores significantes p<0,05. A emulsão E30 elaborada mostrou características organolépticas, espalhabilidade e de pH adequadas à aplicação tópica, apresentando estabilidade físico-química pelo período de 30 dias nas condições de armazenamento desse estudo. Obteve capacidade antioxidativa superior ao óleo puro, indicando que a formulação protegeu os componentes químicos do óleo. Os testes in vivo mostrou que a emulsão E30 estimulou o influxo de neutrófilos nos primeiros 14 dias de cicatrização e reduziu o número de monócitos no leito da lesão aos 21 dias comparado ao grupo SF. Também mostrou menor formação de tecido necrótico e fibrinoso em leito comparado aos demais grupos.
Abstract: Chronic wounds affect about 15% of the world population bringing social, economic and psychological consequences to their patients. In an attempt to reduce that, new technologies index and the use of natural anti-inflammatory products have been approached by several researchers to due more convenient resources for the prevention and treatment of chronic wounds. Rosehip oil (RM) has a wide range of natural substances with anti-inflammatory capacity and probable healing properties such as beta-carotene and oleic, linoleic, linolenic and ursolic fatty acids. In view of the above, the present study aimed to combine clinical therapy with pharmaceutical technology, including RM oil in an elegant, stable product to effective healing of chronic wounds. For this, the work was structured in three stages, the first one being the research of scientific literature that justified the development of a pharmaceutical product containing RM oil; the second consisted of the development of the product, emulsion based on RM oil, as well the execution of its accelerated stability study, finishing with the third stage by evaluating the in vivo efficacy of the RM oil emulsion compared to the pure RM oil. The emulsions oil in water (O/W) were prepared with RM at four different concentrations (15%, 25%, 30%, 50%). The most concentrated emulsion with the best aesthetic characteristics (30% of RM-E30 oil), together with 30% mineral oil emulsion (OM30), pure RM oil sample (S100) and 30% RM oil solution (S30) were submitted to the accelerated Stability study in climatic chamber (40ºC and 75% RH) for 90 days. The physicochemical parameters (color, odor, consistency, scaling and pH), chemical (antioxidant capacity and dosage of betacarotene) and microbiological parameters of the emulsions and oily solutions were analyzed on days 1, 7, 15, 30, 60, and 90 after elaboration and packaging. In addition, emulsions (E30 and OM30) and freshly prepared solutions (S30 and S100), as well as 50% collagen gel (positive control - C50) and 0.9% physiological solution (negative control - SF) were used in vivo study with 144 adult Wistar rats randomized into 6 treatment groups. The animals were anesthetized and submitted to a surgical procedure to remove the fragment from the dorsal region until exposure of the muscular fascia. Lesions were treated daily using each product according to the analysis group and evaluated for the presence of fibrin, necrosis or bed granulation and retraction rate. On days 7, 14 and 21 of healing, 8 animals from each group were euthanized to collect the lesion fragments used in the histological slide preparation. The slides were stained by hematoxylin eosin for the evaluation of inflammatory infiltrate, neoangiogenesis and reepithelialization and by picrosirius staining to evaluate the deposition and organization of collagen. The statistical analysis was performed in SPSS 20.0 program, considering significant values p <0.05. The elaborated E30 emulsion showed organoleptic, scatterability and pH characteristics suitable for topical application, presenting physical-chemical stability for the period of 30 days under the storage conditions of that study. It obtained antioxidative capacity superior to pure oil, indicating that the formulation protected the chemical components of the oil. In vivo tests showed that the E30 emulsion stimulated the influx of neutrophils within the first 14 days of healing and reduced the number of monocytes in the lesion bed at 21 days compared to the SF group. It also showed lower formation of necrotic and fibrinous tissue in wound bed compared to the other groups.
Resumen: Las heridas crónicas afectan a alrededor del 15% del mundo trayendo consecuencias social, económica y cambios psicológicos a sus portadores. En un intento de reducir esta tasa, nuevas tecnologías y la utilizacíon de productos naturales antiinflamatorios há sido abordado por varios investigadores como recursos más convenientes para la prevención y el tratamiento de heridas crónicas. El aceite de rosa mosqueta tiene una amplia gama de sustancias naturales capaces de acción antiinflamtória y probable cicatrización de heridas como beta-caroteno y ácidos grasos oleico, linoleico, linolénico y ursólico. Por lo tanto, el objetivo de este estudio fue combinar la terapiaclínica con la tecnología farmacéutica, incluyendo el aceite de rosa mosqueta en un producto elegante, estable y con eficacia en la curación de heridas crónicas. Por lo tanto, los trabajos se han estructurado en tres partes, la primera de las quales la búsqueda de la literatura científica que justifica el desarrollo de un producto farmacéutico que contiene aceite de RM, la segunda consistió en el desarrollo de la emulsión de aceite de base RM así como la realización de su estudio de estabilidad acelerada, terminando con la terceira etapa através de evaluación de la eficacia in vivo de la emulsión de aceite de la RM en comparación con aceite puro de RM. Se han preparado las emulsiones aceite em agua (O/W) con aceite de RM em cuatro diferentes concentraciones (15%, 25%, 30%, 50%). La emulsión más concentrado y con mejor función estética (30% de aceite de RM - E30), junto con la emulsión de aceite mineral 30% (OM30), las muestras de aceite puro de RM (S100) y 30% de aceite RM ( S30) fueron sometidos al estudio de estabilidad acelerada en cámara climática (40 ° C y 75% HR) durante 90 días. Los parámetros físicos y químicos (color, olor, textura, formación de crema, extensibilidade y pH), químicos - (la capacidad antioxidante y la dosis de beta-caroteno) y microbiológico de las emulsiones y soluciones grasosas, mencionadas anteriormente, fueron examinados en los días 1, 7, 15, 30, 60 y 90 después de su acondicionamiento y envasado. Además, las emulsiones (S30 y OM30) y soluciones recién desarolladas (S30 y S 100), así como el gel de colágeno 50% (control positivo - C50) y 0,9% de solución salina (control negativo - SF) fueron utilizados en el estudio in vivo con 144 ratas Wistar adultas asignados al azar en seis grupos de tratamiento. Los animales fueron anestesiados y sometidos al procedimento quirúrgico para la extirpación de un fragmento de la región dorsal hasta la exposición de la fascia de músculo. Las lesiones fueron tratadas diariamente com cada producto de acuerdo con el grupo de análisis y evaluados para determinar la presencia de fibrina, necrosis o granulosidad en la cama y tasa de contracción. En los días 7, 14 y 21 de curación, 8 animales en cada grupo fueron sacrificados para la recolección de los fragmentos lesión utilizados en la fabricación de portaobjetos histológico. Los portaobjetos fueron teñidas con hematoxilina eosina para evaluación de infiltrado inflamatorio, la neoangiogénesis y epitelización y tiñedo picrosirius para evaluación de deposiciones y organización del colágeno. El análisis estadístico se realizó con el programa SPSS 20.0, considerando valores significativos p<0,05. La emulsión E30 desarrollada mostró características organolépticas, extensibilidad y pH adecuados para aplicación tópica, apresentando estabilidad física y química durante un período de 30 días en las condiciones de almacenamiento de este estudio. Tiene capacidad antioxidativa superior el aceite puro, indicando que la redacción ha protegido a los componentes químicos del aceite. Los ensaios in vivo mostraron que la emulsión E30 ha estimulado la afluencia de neutrófilos en los primeros 14 días de curación y redujo el número de monocitos en el lecho de la herida a los 21 días comparado con el grupo SF. También mostró menor formación de tejido necrótico y fibrina en el lecho en comparación con otros grupos.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2016.
Informações de Acesso e Conteúdo: Texto liberado parcialmente pelo autor. Conteúdo restrito: Capítulos 5.2 e 5.3.
Licença : A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Coorientador(es): Barreto, Lívia Cristina Lira de Sá
Aparece na Coleção:ENF - Mestrado em Enfermagem (Dissertações)

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.