RIUnB >
16. FMD - Faculdade de Medicina >
FMD - Artigos publicados em periódicos >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22925

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_ScreeningForCeliacDisease.pdf336,35 kBAdobe PDFver/abrir

Título: Screening for celiac disease among patients with Turner syndrome in Brasília, DF, midwest region of Brazil
Outros títulos: Triagem para doença celíaca em pacientes com síndrome de Turner em Brasília, DF, região centro-oeste do Brasil
Autor(es): Dias, Maria do Carmo Sorci
Castro, Luiz Claudio Gonçalves de
Gandolfi, Lenora
Almeida, Rodrigo Coutinho de
Córdoba, Mara Santos
Pratesi, Riccardo
Assunto: Doença celíaca
Turner, Síndrome de
autoimunologia
Anticorpos
Data de publicação: Jul-2010
Editora(s): Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva e Neurogastroenterologia - SBMDN; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Referência: DIAS, Maria do Carmo Sorci et al. Screening for celiac disease among patients with Turner syndrome in Brasília, DF, midwest region of Brazil. Arquivos de Gastroenterologia, São Paulo, v. 47, n. 3, p. 246-249, jul./set. 2010. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-28032010000300007&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 11 maio 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032010000300007.
Resumo: CONTEXTO: Alguns estudos têm demonstrado maior prevalência de doença celíaca entre mulheres com síndrome de Turner, quando comparadas com a população geral. Entretanto, não há registro na literatura desta investigação em pacientes brasileiras. OBJETIVO: Avaliar a prevalência de doença celíaca entre um grupo de pacientes brasileiras com síndrome de Turner. MÉTODOS: Cinquenta e seis pacientes com síndrome de Turner recebendo dieta contendo glúten foram triadas para doença celíaca, utilizando-se ensaios sorológicos com anticorpos imunoglobulina A antiendomísio (IgA-EMA) e imunoglobulina A antitranslgutaminase tecidual (IgA-tTG). Adicionalmente, elas foram genotipadas para os alelos predisponentes para doença celíaca de antígenos leucocitários humanos (doença celíaca-HLA). Às pacientes que mostraram positividade no teste sorológico, propôs-se a realização de biopsia do intestino delgado para confirmação histológica. RESULTADOS: A idade média ao diagnóstico de síndrome de Turner foi 5,5 ± 4,4 anos; idade média durante a triagem da doença celíaca foi 17,0 ± 9,3 anos (abrangendo dos 10 meses de idade aos 52 anos). Duas meninas foram positivas para IgA-EMA e IgA-tTG, apresentaram os alelos predisponentes para doença celíaca HLA-DQ2 e tiveram o diagnóstico de doença celíaca confirmado por biopsia jejunal. CONCLUSÃO: A prevalência de 3,6% de doença celíaca confirmada por biopsia neste grupo de pacientes com síndrome de Turner, foi 10 vezes maior que aquela encontrada entre mulheres da população geral da mesma área geográfica. Este resultado contribui para corroborar a associação entre estas duas doenças e reforça que meninas e mulheres com síndrome de Turner constituem uma população de risco aumentado para desenvolver doença celíaca.
Abstract: CONTEXT: Several studies have demonstrated a higher prevalence of celiac disease (CD) among females with Turner syndrome when compared to the general population. Nevertheless, there is no record in literature concerning this investigation among Brazilian patients. OBJECTIVE: To assess the prevalence of CD among a group of Brazilian patients with Turner syndrome. METHODS: Fifty-six females with Turner syndrome and on gluten-containing diet were screened for CD utilizing immunoglobulin A antiendomysium (IgA-EMA) and immunoglobulin A anti-tissue transglutaminase (IgA-tTG) antibody assays. Additionally, they were genotyped for CD human leukocyte antigen (CD-HLA) predisposing alleles. Patients showing positivity in serological testing were offered to perform small intestine biopsy for histological confirmation. RESULTS: Mean age at diagnosis of Turner syndrome was 5.5 ± 4.4 years; mean age at screening for CD was 17.0 ± 9.3 years (from 10 months of age to 52 years). Two girls were positive for IgA-EMA and IgA-tTG, presented predisposing HLA-DQ2 alleles and both had the diagnosis of CD confirmed by jejunal biopsy. CONCLUSION: The 3.6% prevalence of biopsy-proven CD among this group of females with Turner syndrome is 10 times higher than the one among females from the general population of the same geographical area. This result provides additional support to an association between these two disorders and restates that girls and women with Turner syndrome represent a high risk population for developing CD.
Licença : Arquivos de Gastroenterologia - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons (Attribution Non-Commercial 4.0 International ( CC BY- NC 4.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-28032010000300007. Acesso em: 11 maio 2016.
Aparece na Coleção:FMD - Artigos publicados em periódicos

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.