Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22915
Título: Os espaços na Libras
Autor(es): Araújo, Magali Nicolau de Oliveira de
Orientador(es): Grannier, Daniele Marcelle
Assunto: Língua de sinais
Brasília (DF)
Sinais e símbolos
Linguagem e línguas
Data de publicação: 15-Mar-2017
Data de defesa: 19-Dez-2016
Citação: ARAÚJO, Magali Nicolau de Oliveira de. Os espaços na Libras. 2016. 142 f., il. Tese (Doutorado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O presente estudo concentra-se no uso de diferentes espaços na Libras usada em Brasília. Para esta pesquisa, foram coletados dados em uma escola pública situada no Distrito Federal e de membros da comunidade surda. Realizaram-se gravações de textos narrativos baseadas em filmes e de diálogos espontâneos. A análise se desenvolveu em um quadro teórico funcionalista. O uso dos espaços na Libras resulta de diferentes fatores, tais como mudanças de pessoas e necessidade de inserir locativos no enunciado. Os diferentes espaços na Libras conceituados por Liddell (1995, 2000) em seus estudos na Língua de Sinais Americana (ASL) são: real, sub-rogado ou token. Foi observado que as características estruturais de cada espaço indicam as suas funções: na expressão da terceira pessoa, requer o uso do espaço sub-rogado; na necessidade de inserir o locativo, requer o uso do espaço token; na distinção da expressão das pessoas no discurso da narrativa, a primeira e a segunda pessoas do discurso se expressam no espaço real, e a terceira pessoa se expressa por meio do corpo como sujeito no espaço sub-rogado; na existência de um outro espaço, o não-marcado, durante a realização da narrativa do surdo. Notou-se, ainda, que, na ocorrência de diálogos entre os personagens, são reproduzidas as características do espaço real, o falante faz os papéis dos dois ou mais personagens. Foi relevante a observação dos elementos estruturais para a caracterização de cada espaço, tais como a direção do olhar, o uso da apontação, a posição do corpo, a presença ou ausência de elementos secundários como gingado e deslocamentos, algumas expressões não manuais e o tamanho das transferências. A pesquisa pretende contribuir para a geração de novos conhecimentos a respeito da Libras, de modo que, mediante sua análise e interpretação, possam surgir novos estudos sobre sua singularidade linguística.
Abstract: This study is focused in the use of the different spaces on Brazilian sign language used in Brasilia. For this research were collected data in a public school placed at the Federal District, and also from members of the deaf community. Videos were recorded based on narrative texts, and spontaneous dialogues. The analyses was developed in a base of the fundamentalist theory. The different spaces at brazilian sign language conception by Liddell (1995, 2000) in his American sign language (ASL) studies, are divided by: real, sub rogated or token. It was observed that the structural characteristics in each space indicate it’s functions in the expression of the third person requires the use of the sub rogated space, the need to insert the locative requires the use of the token space, in the distinction of the expression of the people throughout the narrative: the first and the second person in the discourse expresses themselves in the real space, the third person also expresses himself throughout his body as the person in the subrogated space; in the existence of the other space, unmarked, through the realization of the deaf narrative. It was noticed, yet, that when the dialogues occur between the characters, they reproduce the characteristics of the real space, the speaking one does the part of both, or more, the characters. The observation of the structural elements was relevant for the characterization of each space, as the direction of the look, the use of pointing, the body’s position, the presence or absence of the secondary elements as gipsy and dislocation, non manual expressions and the size of the transferences. This research aims to contribute with the geration of new information about the Brazilian sign language, that through it’s analysis and interpretation may arise new knowledge about it’s linguistic singularity.
Descrição: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:LIP - Doutorado em Linguística (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_MagaliNicolaudeOliveiradeAraújo.pdf5,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.