RIUnB >
10. FCE - Faculdade UnB Ceilândia >
PGCTS - Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde >
PGCTS - Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22892

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
2016_GleycePiresGonçalvesdoPrado.pdf1,53 MBAdobe PDFver/abrir

Título: Treinamento de força e o envelhecimento alteram a atividade das metalopeptidases de matriz (MMPs) em músculos esqueléticos e em soro de ratos
Autor(es): Prado, Gleyce Pires Gonçalves do
Orientador(es): Durigan, Rita de Cássia Marquetti
Assunto: Músculo esquelético
Treinamento de força
Idosos - aptidão física
Massa muscular
Data de publicação: 13-Mar-2017
Data de defesa: 30-Nov-2016
Referência: PRADO, Gleyce Pires Gonçalves do. Treinamento de força e o envelhecimento alteram a atividade das metalopeptidases de matriz (MMPs) em músculos esqueléticos e em soro de ratos. 2016. 69 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O envelhecimento é um processo multifatorial complexo, no qual as propriedades mecânicas do músculo se deterioram o que contribui para perda de função e independência dos idosos, essa deterioração é principalmente devido à perda de massa muscular. É possível que as alterações no músculo esquelético também possam estar relacionadas a matriz extracelular. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do TF sobre a atividade das MMP-2 e MMP-9 em músculos esqueléticos e soro de ratos jovens e velhos. Vinte e oito ratos Wistar foram divididos aleatoriamente em quatro grupos (n = 7 por grupo): jovem (J); jovens que realizam o treinamento (TJ); velho (V); velho que realizam o treinamento (TV). Foi realizado um período de treinamento de força de 12 semanas, durante o qual os animais subiram uma escada vertical 1.1- usando pesos fixados em suas caudas. As sessões foram realizadas 3 vezes por semana, com 8-12 movimentos dinâmicos por escalada. A atividade da MMP-2 e MMP-9 foram analisadas por zimografia. Houve maior atividade de MMP-2 no gastrocnêmio lateral e músculo flexor profundo dos dedos no grupo TV comparado com o V, J e TJ (p ≤ 0,001). Além disso, houve maior atividade da MMP-2 no músculo gastrocnêmio medial no grupo TV em comparação com o J e TJ (p ≤ 0,001). O grupo J apresentou menor atividade de MMP-2 no músculo sóleo do que o TJ, V e TV (p ≤ 0,001). Com relação à MMP 2/9 no soro, o grupo TV apresentou atividade significativamente reduzida (p ≤ 0,001) em comparação com J e TJ. Estes resultados sugerem que o TF promove um aumento do conteúdo de MMP-2 no músculo envelhecido, enquanto demonstrou uma redução do conteúdo de MMP-2 e MMP-9 na circulação de animais jovens, o que pode favorecer a manutenção de tecido saudável e a imunidade, concluindo assim que o TF é um mecanismo importante para a adaptação do músculo e pode ser fundamental para atenuar os efeitos deletérios associados à idade.
Abstract: Aging is a complex multifactorial process characterized by accumulation of deleterious, including extracellular matrix. The aim of this study was to investigate the effects of twelve weeks of RT on MMP-2 and MMP-9 activity in skeletal muscles and serum of young and old rats. Twenty eight Wistar rats were randomly divided into four groups (n=7 per group): young (J); young that perform the training (JT); old (O); old that perform the training (OT). A 12-week resistance training period, during which the animals climbed a 1.1-m vertical ladder with weights secured to their tails, was used. The sessions were performed once every 3 days, with 8–12 dynamic movements per climb. The MMP-2 and and MMP-9 activity was analyzed by zymography. There was higher active MMP-2 activity in lateral gastrocnemius and flexor digitorum profundos muscle in the OT group compared with the O, Y and YT (p ≤ 0.001). Moreover, there was higher active MMP-2 activity in medial gastrocnemius muscle in the OT group compared with the Y and YT (p ≤ 0.001). The Y group presented lower active MMP-2 activity in solues muscle than the YT, O, OT (p ≤ 0.001). With respect to serum active MMP- 2/9 activity, OT group was significantly reduced (p ≤ 0.001) compared to Y and YT. These results suggest that RT up-regulates MMP-2 activity in aging muscle, while down regulating MMP-2 and MMP-9 in the circulation, which can favor to the maintenance of healthy tissue and immunity.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde, 2016.
Licença : A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece na Coleção:PGCTS - Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.