RIUnB >
21. ICS - Instituto de Ciências Sociais >
ELA - Departamento de Estudos Latino-americanos >
ELA - Mestrado Acadêmico em Estudos Comparados sobre as Américas (Dissertações) >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22815

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
2016_ErickAndrésReyesTrivilino.pdf3,45 MBAdobe PDFver/abrir

Título: O extermínio do outro : a guerra contra as drogas no México
Autor(es): Trivilino, Erick Andrés Reyes
Orientador(es): Ibáñez de Novión, Martin-Léon-Jacques
Assunto: México
Estado
Drogas
Tráfico de drogas
Data de publicação: 7-Mar-2017
Data de defesa: 2-Dez-2016
Referência: TRIVILINO, Erick Andrés Reyes. O extermínio do outro: a guerra contra as drogas no México. 2016. 263 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A presente dissertação de mestrado analisa a conformação histórica e política do Estado mexicano a partir da construção da percepção do Outro em questão de desejável e indesejável partindo desde o binarismo primordial inaugurado no primeiro contato entre os dois mundos: índio conquistado – europeu conquistador. A evolução, fragmentação e pulverização deste binarismo traz consigo, até a contemporaneidade, a criação de uma infinidade de caraterísticas ou estigmas que categorizarão aos cidadãos em grupos, muitas vezes sobrepostos, de alteridades indesejáveis desde o olhar da hegemonia, seja esta global, continental, nacional, regional ou até mesmo local. A irrupção violenta da guerra contra as drogas no México a partir de 2006 e a escalada de violência generalizada nos leva ao questionamento sobre a eficácia e legitimidade de esta estratégia militarizada diante do aparente ataque e extermínio do qual grupos considerados dentro das categorias “indesejáveis” são vítimas. A análise da construção histórica do desejável e do indesejável, em conjunto com a evolução política do Estado mexicano, os 10 anos de combate militarizado às drogas no México e a análise de três casos particulares de ataques à população civil por parte de agentes do Estado e do narcotráfico, expõe à falácia do discurso beligerante contra as drogas e o posiciona em perspectiva como uma ferramenta de legitimação do extermínio da dissidência, de controle social, de legitimação política, e de perpetuação do narcotráfico como parte fundamental da estrutura estatal mexicana, da economia global e da ordem neoliberal.
Abstract: This master’s dissertation analyzes the historical and political conformation of the Mexican State starting with the construction of the perception of the Other in matters of desirable and undesirable parting from the primordial binary conception inaugurated with the first contact between two worlds: conquered native – European conqueror. The evolution, fragmentation and pulverization of this binary conception brought, until our days, the creation of endless characteristics or social stigmata that will categorize citizens into overlapping groups of undesirable Others from the hegemonic point of view, whether it´s global, continental, national, regional or even local. The violent irruption of the war on drugs in Mexico since 2006 and the uncontrolled violence surge make us question the effectiveness and legitimacy of this militarized strategy in sight of the apparent attacks and extermination suffered by these groups considered within the “undesirable” categories. Thus, by analyzing the historical construction of the desirable and undesirable, along with the political evolution of the Mexican State, the 10 year-long war on drugs in México and the analysis of three particular cases of violent attacks against citizens by agents of the State and drug traffickers, this dissertation exposes the fallacy inherent to the belligerent speech against drugs and positions it in perspective as a tool to legitimate the extermination of dissident groups or individuals, of social control, of political legitimation and as a tool to guarantee the perpetuation of drug trafficking as a fundamental building block for Mexican State structure, for global economy and for the neoliberal order.
Resumen: La presente disertación de maestría analiza la conformación histórica y política del Estado mexicano a partir de la construcción de la percepción del Otro en cuestiones de deseable e indeseable partiendo desde el binarismo primordial inaugurado con el primer contacto entre los dos mundos: indio conquistado – europeo conquistador. La evolución, fragmentación y pulverización de este binarismo trae consigo, hasta la época contemporánea, la creación de una infinidad de características o estigmas que categorizarán a los ciudadanos en grupos, muchas veces sobrepuestos, de alteridades indeseables desde la mirada de la hegemonía, sea esta global, continental, nacional, regional o hasta local. La irrupción violenta de la guerra contra las drogas en México a partir de 2006 y la escalada de violencia generalizada nos lleva a cuestionarnos la eficacia y legitimidad de esta estrategia militarizada frente a los aparentes ataques y exterminio de los cuales grupos considerados dentro de las categorías “indeseables” son víctimas. El análisis de la construcción histórica de lo deseable y de lo indeseable, en conjunto con la evolución política del Estado mexicano, los 10 años de combate militarizado a las drogas en México y el análisis de tres casos particulares de ataques a la población civil por parte de agentes del Estado y del narcotráfico, expone la falacia del discurso beligerante contra las drogas y lo posiciona en perspectiva como una herramienta de legitimación del exterminio de la disidencia, de control social, de legitimación política y de perpetuación del narcotráfico como parte fundamental de la estructura estatal mexicana, de la economía global y del orden neoliberal.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados sobre as Américas, 2016.
Licença : A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece na Coleção:ELA - Mestrado Acadêmico em Estudos Comparados sobre as Américas (Dissertações)

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.