Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22704
Título: Estimulação elétrica não invasiva do nervo vago melhora agudamente o controle da pressão arterial em homens jovens saudáveis
Autor(es): Santos, Diego Antonino Nunes dos
Orientador(es): Vianna, Lauro Casqueiro
Assunto: Sistema nervoso autônomo
Sistema nervoso simpático
Nervo vago
Pressão arterial
Data de publicação: 21-Fev-2017
Data de defesa: 14-Dez-2016
Citação: SANTOS, Diego Antonino Nunes dos. Estimulação elétrica não invasiva do nervo vago melhora agudamente o controle da pressão arterial em homens jovens saudáveis. 2016. 59 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Objetivo: O objetivo deste estudo foi testar a hipótese de que a estimulação elétrica não invasiva do nervo vago (tVNS) melhora agudamente o controle da pressão arterial (PA). Métodos: Treze homens saudáveis (23 ± 1 ano) foram randomizados em três visitas experimentais. Na tVNS ativa, os eletrodos foram colocados no tragus da orelha e a corrente elétrica foi aplicada usando um dispositivo de estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS). Foi realizada uma visita controlada com os eletrodos posicionados no tragus, mas não foi aplicada corrente (sham-T). Além disso, para evitar um efeito sensorial de confusão, outro protocolo foi realizado com a mesma corrente elétrica da visita ativa, mas os eletrodos foram colocados no lóbulo da orelha (uma área sem terminações nervosas cutâneas do vago - sham-L). A frequência cardíaca (FC), batimento a batimento, e a PA foram monitoradas em repouso, durante a tVNS (ativa, sham-T e sham-L) e durante a recuperação. A sensibilidade barorreflexa cardiovagal espontânea (cBRS) foi medida pela técnica de sequência. Tanto a FC (LF/HF) como a variabilidade da PA (VPA) também foram medidas. Resultados: A PA e a VPA não foram afetadas por nenhum protocolo, ativo ou simulado (P > 0,05). A FC e a relação LF/HF diminuíram (Δ-3,4 ± 1% e Δ-17 ± 10%, P < 0,05, respectivamente) e a cBRS aumentou (Δ20 ± 7%, P < 0,05) apenas durante a tVNS ativa, mas permaneceram inalterados durante ambos os protocolos simulados (P > 0,05). Conclusão: A tVNS melhora agudamente o controle neural da PA em homens saudáveis.
Abstract: Purpouse: The purpose of this study was to test the hypothesis that non-invasive vagus nerve stimulation (tVNS) acutely improves blood pressure (BP) control. Methods: Thirteen healthy men (23±1yrs) were randomized across three experimental visits. In active tVNS, electrodes were placed on the tragus of the ear and electrical current was applied by using a Transcutaneous Electrical Nerve Stimulation (TENS) device. A time-control visit was performed with the electrodes placed on tragus, but no current was applied (sham-T). Additionally, to avoid a confounding sensory effect, another sham protocol was performed with same electrical current of the active visit, but the electrodes were placed on the ear lobe (an area without cutaneous nerve endings from the vagus – sham-L). Beat-to-beat heart rate (HR) and BP were monitored at rest, during tVNS (active, sham-T and sham-L) and recovery. Spontaneous cardiac baroreflex sensitivity (cBRS) was measured via sequence technique. Both HR (LF/HF) and BP variability (BPV) were also measured. Results: Arterial BP and BPV were not affected by any active or sham protocols (P>0.05). HR and LF/HF ratio decreased (Δ–3.4±1% and Δ–17±10%, P<0.05, respectively) and cBRS increased (Δ20±7%, P<0.05) only during active tVNS, but were unchanged during both sham protocols (P>0.05). Conclusion: tVNS acutely improves neural control of BP in healthy young men.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_DiegoAntoninoNunesdosSantos.pdf1,65 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.