RIUnB >
16. FMD - Faculdade de Medicina >
FMD - Artigos publicados em periódicos >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22648

Arquivos neste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_SimplifyingCeliacDisease.pdf2,69 MBAdobe PDFver/abrir

Título: Simplifying celiac disease predisposing HLA-DQ alleles determination by the real time PCR method
Autor(es): Selleski, Nicole
Almeida, Lucas Malta
Almeida, Fernanda Coutinho de
Gandolfi, Lenora
Pratesi, Riccardo
Nóbrega, Yanna Karla de Medeiros
Assunto: Doença celíaca
Antígenos de histocompatibilidade HLA
Reação em cadeia de polimerase
Data de publicação: Jun-2015
Editora(s): Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE, Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD, Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva e Neurogastroenterologia - SBMDN, Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG, Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH, Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Referência: SELLESKI, Nicole et al. Simplifying celiac disease predisposing HLA-DQ alleles determination by the real time PCR method. Arquivos de Gastroenterologia, São Paulo, v. 52, n. 2, p. 143-146, Jun. 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-28032015000200143&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 11 maio 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032015000200013.
Resumo: Contexto - Doença celíaca é uma enteropatia autoimmune desencadeada pela ingestão de gluten em indivíduos geneticamente suscetíveis. Essa suscetibilidade genética está associada a dois conjuntos de alelos, DQA1*05 - DQB1*02 e DQA1*03 - DQB1*03:02, que codificam moléculas MHC de classe II DQ2 e DQ8, respectivamente. Aproximadamente 90%-95% dos pacientes celíacos são HLA-DQ2 positivos, e metade dos restantes são HLA-DQ8 positivos. No diagnóstico da doença celíaca, a ausência desses alelos DQA e DQB específicos possui um elevado valor preditivo negativo. Objetivo - Nosso objetivo foi melhorar a detecção de alguns alelos predisponentes para doença celíaca, combinando a simplicidade e sensibilidade da técnica de PCR em tempo real (qPCR) e análise da curva de melting com a especificidade dos primers de sequência específica. Métodos - Primers de sequência específica para DQA1*05 (DQ2), DQB1*02 (DQ2), e DQA1*03 (DQ8) foram usados para testar a presença de cada alelo em reações independentes. Primers para Hormônio de Crescimento Humano foram usados como controle interno. Em paralelo, foi usado um protocolo de PCRSSP como um método de referência para validar nossos resultados positivos. Resultados - Das 329 amostras testadas, 187 (56.8%) foram positivas para os alelos HLA predisponentes, usando as duas técnicas. Essas 187 amostras positivas foram subdivididas em 114 (61.0%) positivas para apenas um alelo, 68 (36.3%) para dois alelos e apenas 5 (2.7%) para os três alelos. Conclusão - Os resultados obtidos pela técnica de qPCR mostraram-se altamente confiáveis, sem resultados discordantes quando comparados àqueles obtidos pelo método PCR-SSP.
Abstract: Background - Celiac disease is an autoimmune enteropathy triggered by the ingestion of gluten in genetically susceptible individuals. Genetic susceptibility is associated with two sets of alleles, DQA1*05 - DQB1*02 and DQA1*03 - DQB1*03:02, which code for class II MHC DQ2 and DQ8 molecules, respectively. Approximately 90%-95% of celiac patients are HLA-DQ2 positive, and half of the remaining patients are HLA-DQ8 positive. In fact, during a celiac disease diagnostic workup, the absence of these specific DQA and DQB alleles has a near perfect negative predictive value. Objective - Improve the detection of celiac disease predisposing alleles by combining the simplicity and sensitivity of real-time PCR (qPCR) and melting curve analysis with the specificity of sequence-specific primers (SSP). Methods - Amplifications of sequence-specific primers for DQA1*05 (DQ2), DQB1*02 (DQ2), and DQA1*03 (DQ8) were performed by the real time PCR method to determine the presence of each allele in independent reactions. Primers for Human Growth Hormone were used as an internal control. A parallel PCR-SSP protocol was used as a reference method to validate our results. Results - Both techniques yielded equal results. From a total of 329 samples the presence of HLA predisposing alleles was determined in 187 (56.8%). One hundred fourteen samples (61%) were positive for a single allele, 68 (36.3%) for two alleles, and only 5 (2.7%) for three alleles. Conclusion - Results obtained by qPCR technique were highly reliable with no discordant results when compared with those obtained using PCR-SSP.
Licença : Arquivos de Gastroenterologia - This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)),which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited. Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-28032015000200143&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 7 abr. 2016.
Aparece na Coleção:UnB - Professores Eméritos
FMD - Artigos publicados em periódicos

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Sobre o Repositório  |  FAQ  |  Estatísticas |  Termo de Autorização do Autor
Copyright © 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.