Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22381
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_EntreAssociativismoRegimesEngajamento.pdf788,65 kBAdobe PDFView/Open
Title: Entre associativismo e regimes de engajamento : reflexões acerca do conceito de inovação social para pensar políticas públicas de inovação
Other Titles: Between associations and regimes of engagement : reflections on the concept of social innovation for public policy think of innovation
Authors: Leal, Sayonara
Vargas, Eduardo Raupp de
Assunto:: Política pública
Inovação
Associativismo
Issue Date: 2014
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Citation: LEAL, Sayonara; VARGAS, Eduardo Raupp de. Entre associativismo e regimes de engamento: reflexões acerca do conceito de inovação social para pensar políticas públicas de inovação. Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 19, n. 37, p. 349-369, 2014. Disponível em: <http://seer.fclar.unesp.br/estudos/article/view/6276/5229>. Acesso em: 03 jan. 2017.
Abstract: O objetivo deste trabalho é revisitar o conceito de inovação social e discutir suas implicações para políticas públicas de inovação. Os efeitos dessas políticas permitem questionar quais alternativas podem ser mais eficazes no direcionamento da inovação para a solução de problemas econômicos e sociais que pode contrastar com concepções sistêmicas de inovação. É neste ponto que o conceito de inovação social pode tanto constituir base da crítica de políticas de inovação como apontar elementos para seu avanço. Com base em análise documental e revisão da literatura, analisamos o quadro de políticas de C&T&I no Brasil, ao longo do Governo Lula, apontando a necessidade de um conceito de inovação social que articule demandas sociais e econômicas. Contemplamos aspectos organizacionais, normativos e associativos que justifiquem o impulso às inovações sociais, assim como os regimes de engajamento de atores sociais na configuração de experiências socialmente inovativas.
Abstract: This article revisits the concept of social innovation and problemizes its implications for the innovation policy. The effects from these policies allow us to argue which alternatives would have more efficacy then others in leading innovation to solve both economic and social problems, in contrast to the innovation that follows some systemic conception of innovation. At this point, the concept of social innovation would form a critical base which would shape a critical national innovation policy and highligh elements for its permanent shift. Using multiple research techniques such as documental analysis and literature review, this study analizes the S TI Brazilian policy framework in the President “Lula” terms, indicating a new approach to social innovation to articulate social and economic demands. It contemplates organizational, normative and associative aspects that justify investments in social innovations, as well as regimes of engagement by social actors in the configuration of socially innovative experiences.
Licença:: Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-ND 3.0). Fonte: http://seer.fclar.unesp.br/estudos/article/view/6276/5229. Acesso em: 03 jan. 2017.
Appears in Collections:SOL - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22381/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.