Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22316
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_PatríciaVilelaMargon.pdf4,44 MBAdobe PDFView/Open
Title: O comportamento dos pedestres durante a travessia de vias em faixas não semaforizadas
Authors: Margon, Patrícia Vilela
Orientador(es):: Gonzales Taco, Pastor Willy
Assunto:: Pedestres
Transportes - legislação
Faixa de pedestres
Issue Date: 30-Jan-2017
Citation: MARGON, Patrícia Vilela. O comportamento dos pedestres durante a travessia de vias em faixas não semaforizadas. 2016. xvi, 184, 9 f., il. Tese (Doutorado em Transportes)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: As travessias de pedestres representam o local onde ocorrem as principais interações entre veículos e pessoas. A faixa de travessia sinalizada é um espaço do pedestre por direito adquirido, garantido por lei, mas ainda desrespeitado por pedestres e motoristas. O presente estudo propõe um método que investigue o comportamento dos pedestres em relação à travessia na faixa não semaforizada. Para tal, são testadas duas hipóteses: (i) os pedestres podem ser categorizados por grupos de comportamentos semelhantes, que identificam perfis de comportamentos em relação à travessia na faixa; e (ii) fatores de comportamento individual, histórico de utilização da faixa, hábito de se deslocar a pé e fatores do ambiente de travessia exercem influência no comportamento dos pedestres ao utilizar a faixa não semaforizada. O objetivo geral da pesquisa é desenvolver um método que auxilie planejadores de transporte e gestores de trânsito a compreender e identificar o perfil do pedestre de uma localidade a partir do seu comportamento durante a travessia na faixa, considerando variáveis individuais e ambientais, utilizando como suporte as teorias de análise do comportamento. O desenvolvimento de um modelo conceitual de travessia, possibilitou a organização dos critérios de observação dos movimentos dos pedestres focando três comportamentos: a aproximação da faixa, a velocidade de travessia e o foco de atenção durante a travessia. A partir do modelo conceitual foi elaborado um questionário, composto por seis instrumentos de pesquisa diferentes: (i) identificação do perfil do pedestre; (ii) comportamento do pedestre em relação a faixa; (iii) histórico de utilização da faixa; (iv) ambiente de travessia; (v) hábitos de transporte e (vi) caraterísticas individuais. Os resultados do método, testado no Campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília, passaram por análise fatorial (exploratória e confirmatória) e mostraram que o comportamento do pedestre pode ser caracterizado por três fatores latentes: “travessia favorável”, “hábito de caminhar” e “travessia desfavorável”, compostos por indicadores dos instrumentos de pesquisa.
Abstract: The most significant interaction between a pedestrian and a vehicle occurs when the pedestrian crosses the road. The marked crosswalk is exclusively place for pedestrians, a right now protected by law, but yet often disrespected by both pedestrians and drivers. The present study proposes a method to investigate pedestrians’ behavior on marked crosswalks (zebra crossings) where there are no traffic lights. To this end, two hypotheses have been tested: (i) pedestrians can be classified into groups of similar behavior, which identify profiles of similar behavior on zebra crossings; and (ii) individual behavioral factors, history of the use of crosswalks, the habit of walking to places and environmental factors influence the behavior of pedestrians on marked crosswalks that are far from traffic lights. The overall objective of this study is to develop a method that helps transportation planners and traffic managers to understand and identify the pedestrian’s profile regarding a certain location according to their behavior while crossing the track, also considering individual and environmental variables, using as support behavior analysis theories. The development of a conceptual model of crossing enabled the observation criteria of the pedestrians’ movements to be organized, focusing on three kinds of behavior: approach to the track, traversing speed and the focus of their attention during the crossing. A questionnaire was developed from the conceptual model consisting of six different research criteria: (i) identification of the pedestrian’s profile; (ii) the pedestrian’s behavior concerning the crosswalk; (iii) history of use of the crosswalk; (iv) the crosswalk environment; (v) transportation habits and (vi) individual characteristics. The results of the method, tested at the Campus Darcy Ribeiro University of Brasilia, passed through factor analysis (exploratory and confirmatory) and showed that pedestrian behavior can be characterized by three latent factors: "favorable crossing", "habit of walking" and "unfavorable crossing", based on indicators of the research instruments.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia. Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ENC - Doutorado em Transportes Urbanos (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22316/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.