Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22197
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_TâniaCristinaBragaReis.pdf1,93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: As sete dimensões da aprendizagem colaborativa no Proeja-Transiarte : experiências na educação de jovens e adultos
Autor(es): Reis, Tânia Cristina Braga
Orientador(es): Teles, Lúcio França
Assunto: Aprendizagem colaborativa
Educação de jovens e adultos
Ensino e aprendizagem
Data de publicação: 13-Jan-2017
Referência: REIS, Tânia Cristina Braga. As sete dimensões da aprendizagem colaborativa no Proeja-Transiarte: experiências na educação de jovens e adultos. 2016. 155 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O Proeja-Transiarte é desenvolvido por pesquisadores da UnB em Ceilândia, em escolas da rede pública que ofertam a Educação de Jovens e Adultos. Propõe a reflexão sobre os processos de ensino e aprendizagem, por meio da Transiarte, uma linguagem mediadora das ações desenvolvidas em oficinas de produção artística que contam com a participação de pesquisadores, de professores e de estudantes, priorizando o trabalho em grupo e o processo colaborativo. As oficinas principiam com um processo de problematização da realidade e conscientização que acontece pela exploração de um tema-gerador (FREIRE, 1997) e pela formulação de situações-problemas-desafios (REIS, 2000) que são solucionadas por pequenos grupos, com apoio em produções estéticas tecnológicas que dialogam com a realidade e a vida dos estudantes, representados em diferentes tipos de produções como vídeos animados, paródias e/ou peças teatrais. Esta pesquisa foi desenvolvida em dois períodos, sendo o primeiro nos anos de 2013 a 2014 e o segundo, em 2015, com turmas do terceiro segmento da EJA, com três grupos de alunos, observando-se aspectos da colaboração no trabalho em grupo e o desenvolvimento de aprendizagens colaborativas, a partir de situações concretas de aprendizagem desenvolvidas nas oficinas de produção coletiva, seguindo a Metodologia do Proeja-Transiarte (TELES, ANGELIM, REIS, e CASTIONI, 2012). Adotou-se a abordagem qualitativa (GIL, 2012) e a metodologia da pesquisa-ação (BARBIER, 2007), sendo desenvolvido pela observação participante, com registro das experiências em diário de itinerância e registros visuais tais como fotografias e vídeos. Os resultados dessa análise foram compilados em quatro categorias, onde se percebeu que as dimensões de aprendizagem colaborativas online aparecem imbricadas nas ações desenvolvidas nas oficinas, respondendo aos objetivos da pesquisa, quer sejam, relacionar as etapas do projeto com as dimensões da aprendizagem colaborativa, analisando se nas oficinas de produção artística se desenvolvem o processo e as aprendizagens colaborativas, refletindo sobre a importância da colaboração para o desenvolvimento deste tipo de aprendizagem; identificando a relação entre colaboração, aprendizagem colaborativa e as sete dimensões da aprendizagem e, por fim, analisar se o processo das oficinas, por intermédio das dimensões da aprendizagem, proporciona autonomia e emancipação aos estudantes da EJA. Foi possível observar que o Proeja-Transiarte propõe mudanças nas práticas educativas, na dinâmica do trabalho pedagógico e na vida dos estudantes, na medida em que aplica novos modelos pedagógicos fundados na colaboração e na “práxis” da conscientização e desalienação (MARX, 1996), como demonstrou um dos grupos que se organizou e exigiu da instituição e da gerência de ensino, melhorias na escola e solução para a falta de professores. Essas ações estiveram imbuídas de cunho político, pedagógico e histórico-social, demonstrando o viés histórico-crítico do projeto (SAVIANI, 2003). Espera-se, apontando alguns contrapontos, que esta pesquisa possa contribuir com melhorias no Proeja-Transiarte e com sua divulgação, acreditando que seja um projeto com potencial de transformação, considerando sua natureza crítica, podendo ser abraçado por outras instituições de EJA, como parte da proposta pedagógica e como proposta de ensino. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Proeja-Transiarte is developed by researchers from UNB in Ceilândia in public schools that offer Educação de Jovens e Adultos (EJA - Youth and Adult Education). It proposes a reflection on teaching and learning processes, through Transiarte, a mediating language of actions developed in artistic production workshops with the participation of researchers, teachers and students, giving priority to group work and collaborative process. The workshops begin with a questioning process of reality and awareness that happens for operating a theme-generator (FREIRE, 1997) and the formulation of situations-problems-challenges (REIS, 2000) that are solved by small groups, with support technological aesthetic productions that dialogue with the reality and the lives of students, represented in different kinds of productions such as animated videos, parodies and / or plays. This research was developed in two periods, first, during the years of 2013-2014, and the second, in 2015, with classes of the third segment of the EJA, with three groups of students, observing aspects of collaboration in group work and development of collaborative learning, from concrete learning situations developed in the collective production workshops, following the methodology of Proeja-Transiarte (TELES, ANGELIM, REIS, and CASTIONI, 2012). It was adopted the qualitative approach (GIL, 2012) and also the methodology of action research (BARBIER, 2007), being developed by participant observation, to record the experiences in daily roaming and visual records such as photographs and videos. The results of this analysis were compiled into four categories. It was realized that collaborative learning online dimensions appear imbricated in the actions developed in workshops, responding to the research objectives, whether to relate the stages of the project with the dimensions of collaborative learning, analyzing if the artistic production workshops develop the process and the collaborative learning, reflecting on the importance of collaboration of this kind of learning process; identifying the relation between collaboration, collaborative learning and the seven learning dimensions and, finally, to analyze if the process of workshops, through the dimensions of learning, provides autonomy and empowerment to students of EJA. It was observed that the Proeja-Transiarte proposes changes in educational practices, in the dynamics of the pedagogical work and in life of students, insofar as it applies new educational models based on collaboration and "praxis" of awareness and disalienation (MARX, 1996), as demonstrated by one of the groups that organized themselves and demanded the institution and the teaching management improvements in school and solution to the shortage of teachers. These actions were imbued with a political, educational and social-historical, demonstrating the historical-critical bias of the project (SAVIANI, 2003). It is hoped pointing some counterpoints that this research can contribute to improvements in Proeja-Transiarte and its disclosure, believing it is a project with potential for transformation, considering its critical nature, it can be embraced by EJA institutions as part the pedagogical proposal and as a teaching proposal.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.