Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22093
Título: Ideologia, propaganda e imaginário social na construção de Brasilia
Autor(es): Rodrigues, Georgete Medleg
Orientador(es): Kirschner, Tereza Cristina
Assunto: Brasília (DF) - história
Propaganda - Brasília (DF)
Ideologia
Brasília (DF) - pesquisa histórica
Data de publicação: 6-Jan-2017
Data de defesa: 1990
Citação: RODRIGUES, Georgete Medleg. Ideologia, propaganda e imaginário social na construção de Brasília. 1990. xvii, 257 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 1990.
Resumo: O primeiro capítulo apresenta o ressurgimento da idéia de transferir a capital para o interior e de que forma foram articulados novos e velhos significados para justificar a decisão de construir Brasília, através da convergência de vários discursos, entre os quais os de Juscelino Kubitschek e os do Instituto Superior de Estudos Brasileiros - ISEB. 0 segundo capítulo trata especificamente da propaganda oficial sobre a nova capital, mostrando como o governo, representado pelo presidente da República e pela NOVACAP, articulou um discurso de propaganda política através do qual eram veiculados os temas caros à ideologia nacional - desenvolvimentista. Mostra como o governo utilizou para isso os mais variados meios e métodos de propaganda, como palestras, matérias pagas na imprensa, patrocínios de visitantes aos locais da obra, cinejornais, o rádio, etc. 0 terceiro capítulo procura mostrar de que forma a população percebeu a construção de Brasília, como foram introjetadas e reelaboradas as concepções oficiais, através da análise de cartas populares encontradas nos acervos da NOVACAP„ 0 quarto capítulo preocupa-se em refletir sobre Brasília na memória e sobre o projeto de modernidade do qual teria sido a sua expressão máxima» 0 traba1ho c o n c 1ui que a propaganda de Brasí1ia, o discurso ideológico veicu1ado por ela, foi vitoriosa, entre outros motivos, porque soube articular imagens já presentes no imaginário social com os conceitos próprios da ideologia nacional- desenvolvimentista. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In order to build the new capital, the government Kubitschek (1956-1960) tried to attract public opinion through several methods and mechanisms of political propaganda. The main objective of this dissertation is to show how the government conducted that propaganda and how was it received by s o c i e t y . The first chapter presents the resurgence of the idea of transferring the capital to the hinterland and how were combined new and old meanings to justify the decision to build B r a s ília, through the convergence of many spieches, among them those of Juscelino Kubitschek and those made at the Instituto Superior de Estudos Brasileiros - ISEB. The second chapter deals specifically with the official propaganda on the new capital, showing how the government, represented by the President and by N OVACAP, prepared a spuch of political propaganda, through wich were issued the topics concerning the ideology of "nacional-desenvolvimentismo". It demonstrates how the government used, for this purpose, the most varied means and the methods of propaganda, such as spieches, articles in the press, sponsorship of visits to the building site, radio, etc. The third chapter tries to show how the population received the building of B r a s ília, the way the official concepts were embodied and through the study of letters found in the files of NOVACAP. The fourth chapter deals with the memories that around Brasília and with the project of modernity whose maximum expression is Brasí 1 ia. The d i s s e r t a t i o n present s t he co n c 1usion that the propaganda on Brasília, the ideological spuch linked to it among other reasons - were successful because they managed to combine the images already existing in the social imaginary with the concepts related to the ideology of "nacional-desenvolvimentismoo".
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de História, 1990.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1990_GeorgeteMedleyRodrigues.pdf29,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.