Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22063
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_HerickSampaioMüller.pdf9,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Avaliação do antígeno metalopeptidase mitocondrial para diagnóstico sorológico de leishmaniose visceral
Autor(es): Muller, Hérick Sampaio
Orientador(es): Ricart, Carlos André Ornelas
Coorientador(es): Martins, Vicente de Paulo
Assunto: Leishmaniose - diagnóstico
Leishmaniose - Brasil
Leishmaniose visceral - diagnóstico
Data de publicação: 24-Ago-2018
Referência: MULLER, Hérick Sampaio. Avaliação do antígeno metalopeptidase mitocondrial para diagnóstico sorológico de leishmaniose visceral. 2016. 90 f., il. Dissertação (Mestrado em Patologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A leishmaniose é uma antropozoonose que possui diferentes manifestações clinicas, sendo transmitida durante o repasto sanguíneo de flebotomíneos e causada por várias espécies de parasitos do gênero Leishmania. Esta doença causa grandes agravos na saúde humana em escala global, com altas taxas de mortalidade anualmente. Inúmeros fatores de risco impulsionam a transmissão do parasito para áreas anteriormente não endêmicas provocados tanto pelo ser humano quanto por variações naturais do ambiente. O controle da leishmaniose visceral (LV) no Brasil se faz por meio da detecção e eliminação dos reservatórios da doença, controle das populações de vetor, prevenção do contato com vetores infectados e tratamento dos casos humanos. No entanto, essas medidas são aplicadas frequentemente de forma isolada e tem-se mostrado limitadas. Como consequência, observase a manutenção ou mesmo expansão da LV para áreas onde sua ocorrência não era registrada. Nesse contexto, medidas que visem à redução da transmissão e suas aplicações de forma integrada são de fundamental importância, tais como o diagnóstico precoce e com alta sensibilidade dos humanos e dos cães infectados, tratamento eficaz e o emprego de vacinas. O diagnóstico tradicional da LV é baseado na presença de anticorpos anti-Leishmania e o padrão-ouro é a visualização de formas amastigotas do parasito em amostras biológicas. No entanto, a introdução da vacinação de cães nos últimos anos gera a necessidade de novos métodos sorológicos capazes de diferenciar entre animais vacinados e infectados. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a metalopeptidase mitocondrial zinco dependente, secretada de L. infantum como marcador para diagnóstico sorológico de LV. A análise in sílico revelou que a proteína teria 47,35% de resíduos de aminoácidos expondo sua superfície ao solvente e nestas áreas foram encontradas possíveis zonas para epitopos de células B, sítios de glicosilação e fosforilação. A expressão das proteínas em sistemas diferentes possibilitou avaliar a imunogenicidade das proteínas heterólogas com e sem modificações pós-traducionais contra soro de cães infectados e sadios. O resultado do ensaio de ELISA mostrou altos índices de anticorpos específicos contra as proteínas heterólogas e a comparação dos resultados indicou que a proteína heteróloga expressa em modelo procarioto identificou todos os animais infectados nas diluições 1:50 e 1:100 de soro. Os dados estatísticos do teste t mostraram p value < 0.01, dando credibilidade na hipótese de uso desta proteína em possível diagnóstico para LV. O estudo realizado apresenta informações relevantes sobre o uso da metalopeptidase estudada para que possa ser associada ao melhoramento do diagnóstico da LV. Testes para definição da sensibilidade e especifidade fazem-se necessários em futuros trabalhos.
Abstract: Leishmaniasis is a anthropozoonosis with different clinical manifestations, being transmitted by sandfly during blood feeding and caused by several species of parasites of the genus Leishmania. This disease causes major health problems on a global scale, with high mortality rates annually. Several risk factors drive the transmission of the parasite to areas not previously endemic due to man activities and by natural environmental variations. Control of visceral leishmaniasis (VL) in Brazil is made through the detection and elimination of disease reservoirs, control of vector populations, preventing contact with infected vectors and treatment of human cases. However, these measures are often applied in isolation and has shown limited 0efficacy. As a result, there is the maintenance or expansion of the VL to areas where their occurrence was not recorded. In this context, measures aimed to reduce transmission and its applications in an integrated manner are of fundamental importance, such as early diagnosis with high sensitivity of humans and infected dogs, effective treatment and the use of vaccines. Traditional diagnosis of VL is based on the presence of anti-Leishmania antibodies and the gold standard is the visualization of amastigote forms of the parasite in biological samples. However, the introduction of vaccination of dogs in recent years creates the need for new serological methods able to differentiate between vaccinated and infected animals. The objective of this study was to evaluate the metallopeptidase zinc dependent secreted from L. infantum, as a marker for serological diagnosis of VL. In silico analysis revealed that the protein had 47.35% of amino acid residues exposed to the solvent, exhibiting on your surface areas for possible B cell epitopes, glycosylation and phosphorylation sites. The expression of proteins in different systems allowed to assess the immunogenicity of the heterologous proteins, with and without post-translational modifications, against sera from infected and healthy dogs. The results of the ELISA assay showed high levels of specific antibodies against heterologous proteins and the comparison of the results shows that heterologous protein expressed in a prokaryotic model was able to differentiate all infected animals at dilutions 1:50 and 1: 100 serum. Statistical analysis emphasize the potential of this protein to be used in diagnosis for VL. The study presents relevant information on the use of metallo-peptidase studied so it can be associated with the improvement of the diagnosis of VL. Tests to define the sensitivity and specificity are made necessary in future work.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2016. ____________________________________________________________________________________________________
Em atenção aos artigos 11 e 96 da Lei nº 9.279/96 (Lei da Propriedade Industrial) e em consonância com a Resolução CAD 005/2008 da Universidade de Brasília, informamos que o presente trabalho somente foi publicado na data indicada neste informativo. A respectiva defesa, para obtenção do título pretendido, foi realizada na modalidade de sessão fechada, conforme a documentação anexada, de forma que o requisito da novidade, exigida nos referidos artigos da Lei, foi devidamente preservado.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FMD - Mestrado em Patologia Molecular (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.