Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21954
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_FernandaAlvarengaCabral.pdf14,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Teatro para bebês : processos criativos, dramaturgia e escuta
Autor(es): Cabral, Fernanda Alvarenga
Orientador(es): Mota, Marcus Santos
Assunto: Dramaturgia
Teatro
Primeira infância
Data de publicação: 19-Dez-2016
Referência: CABRAL, Fernanda Alvarenga. Teatro para bebês: processos criativos, dramaturgia e escuta. 2016. 201 f., il. Dissertação (Mestrado em Artes)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A presente pesquisa investiga o chamado ‘teatro para bebês’ a partir da análise e elaboração de seus processos criativos com o objetivo de identificar as principais características que conformam essa poética. Pretende-se argumentar sobre a arte feita para a primeira infância como uma atividade de pesquisa do ator-diretor-autor-compositor que se dá por meio da observação dos bebês no ambiente das creches. Dotado de um pluralismo metodológico, esse estudo se desenvolve a partir da análise das obras Pupila d’água (2003 - Cia. La Casa Incierta) e O Farol (2015 - Cia. Studio Sereia), sendo esta última uma criação elaborada durante esse processo de investigação e por meio de residência artística e entrevistas semi-estruturadas. Apresento o “teatro para bebês” ao qual me dedico como artista-criadora – aquele centrado na atividade de pesquisa como base para a criação cênica. O estudo aporta uma discussão dialógica entre os aspectos formativo e criativo, pois inclui em sua análise o entendimento do processo criativo relacionado diretamente à mediação, a partir da Pedagogia da Situação, e à recepção. O sonoro-musical, com base nos estudos da Paisagem Sonora é parte da construção da atividade de escuta que, por sua vez, acompanha as diferentes etapas de elaboração da obra teatral, assim como encontra ecos de ressonância na “construção do imaginário poético” do artista-criador e em seu processo de criação dramatúrgica. A partir de uma “re-criação” do universo imagético e mítico-poético do próprio artista-autor, em diálogo com o universo da primeira infância, onde a experiência é fruto da observação do universo cotidiano do próprio bebê, constrói-se o caminho criativo no teatro para bebês. Um estudo que trata da criação cênica aliada à construção de uma “escuta-ativa” entre intérprete e público, simultaneamente, durante a sua elaboração e recepção, tendo o sonoro-musical como eixo constituinte - o leitmotiv - do próprio espetáculo. ________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This paper is the result of research done on 'theater for babies', starting from the analysis and development of its creative processes, in order to identify the main features that create this poetic. It is intended to discuss the art made for early childhood as a research activity of the actor-director-writercomposer who starts from the observation of babies in the nurseries environment. With a methodological pluralism, this study starts from the analysis of the works Pupila d’água (2003 - Cia La Casa Incierta) and O Farol (2015 - Cia. Studio Sereia), the latter being a creation developed during this research process and through residency and semi-structured interviews. I present "theater for babies", to which I dedicate myself as an artist-creator, focused on the research activity as a basis for scenic creation. The study brings a dialogical discussion between the formative and creative aspects, and includes in its analysis the understanding of the creative process directly related to mediation, from the Pedagogy of the Situation, and to its reception. The sound-music, based on studies of Soundscape, is part of the construction of the listening activity which, in turn, follows the different stages of drafting the play as well as finds resonance echoes in the "construction of the poetic imagination", the artist-creator and its dramaturgical creation process. From a "re-creation" of the imagistic universe and mythical-poetic of the artist-author in dialogue with the universe of early childhood where the experience is the result of observation of the everyday baby universe itself, a creative way is built up for the theater for babies. A study that deals with scenic creation coupled with the construction of a "active listening" between performer and audience, both during its preparation and reception, and the sound-musical as a constituent axis - the leitmotif - the show itself. ________________________________________________________________________________________________ RESUMEN
Este estudio investiga el llamado 'teatro para bebés' a partir del análisis y desarrollo de sus procesos creativos con el fin de identificar las principales características que componen esta poética. Se tiene la intención de discutir sobre el arte hecho para la primera infancia como una actividad de investigación del actor-director-autor-compositor que comienza a partir de la observación de los bebés en el ambiente de las guarderías. Con un pluralismo metodológico, este estudio parte del análisis de la obra Pupila de Água (2003 - Cia. La Casa Incierta) e El Faro (2015 - Cia. Studio Sereia), siendo esta última una creación elaborada durante este proceso de investigación, a través de la residencia artística y entrevistas semiestructuradas. Presento el "teatro para bebés", al cual, me dedico como artista-creadora, centrado en la actividad de investigación como base para la creación escénica. El estudio aporta una discusión dialógica entre el aspecto formativo y creativo, que incluye en su análisis, la comprensión del proceso creativo directamente relacionado a la mediación, a partir de la Pedagogía de la Situación, y de la recepción. El sonoro-musical, basado en los estudios del Paisaje Sonoro, es parte de la construcción de la actividad de escucha que, a su vez, acompaña las diferentes etapas de la elaboración de la obra así como encuentra ecos de resonancia en la "construcción del imaginario poético" del artista-creador y en su proceso de creación dramatúrgica. A partir de una "re-creación" del universo imaginario y mítico-poético del artista-autor en diálogo con el universo de la primera infancia, donde la experiencia es el resultado de la observación del universo cotidiano del propio bebé, se construye un camino creativo en el teatro para bebés. Un estudio que trata de la creación escénica aunada a la construcción de una "escucha activa" entre el intérprete y el público, simultáneamente, durante su preparación y recepción, teniendo a lo sonoro-musical como el eje constituyente, el hilo conductor – el leitmotiv - del proprio espectáculo.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Artes (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.