Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21867
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_LanaCostaFaria.pdf4,94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Imagem em cena e corpo que dança : poéticas pedagógicas
Autor(es): Faria, Lana Costa
Orientador(es): Veloso, Jorge das Graças
Assunto: Processo criativo
Corpo e arte
Dança
Arte - estudo e ensino
Artes cênicas - estudo e ensino
Data de publicação: 1-Dez-2016
Referência: FARIA, Lana Costa. Imagem em cena e corpo que dança: poéticas pedagógicas. 2016. 88 f., il. Dissertação (Mestrado em Artes)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Esta investigação se propõe levar para a cena um processo criativo do corpo cênico, partindo de uma reflexão – gerada por inquietações e problemáticas vividas por professores no espaço escolar – sobre o universo da dança, no qual se identificou a dificuldade de viabilizar uma prática educativa que propiciasse comunicação e diálogo com o universo simbólico do estudante. Sendo assim a perspectiva deste trabalho é contribuir para a aproximação de professores e alunos, de modo a propiciar uma prática reflexiva que dê ao aluno a oportunidade de ser sujeito da construção do conhecimento em dança, estimulando, consequentemente, sua intervenção na realidade. Ao partir do pressuposto de que as imagens têm influenciado os modos de viver, sentir e perceber o mundo contemporâneo e de que a escola não pode silenciar ante esse processo de subjetivação, o objeto deste estudo centra-se nas repercussões, nos impactos e nos desdobramentos de uma prática educativa em dança – a partir de narrativas de imagens – para uma formação continuada de professores que lhes possibilite comunicar e dialogar com os estudantes através de produções de corpos em cena. Ao ampliar as visualidades para além do contexto da dança, abrangendo o universo simbólico mais amplo proporcionado pela cultura visual, um conjunto de aprendizagens envolvendo as narrativas de imagens foi planejado e desenvolvido com um grupo de professoras de dança de escolas públicas, visando tornar possível a tomada de consciência corporal e a criação e recriação de movimentos capazes de inserir vozes ausentes nas vivências em dança no contexto escolar. Com essas narrativas visuais criaram-se novas imagens passíveis de informar, formar, dialogar e comunicar com o universo do aluno; configurar e construir traços identitários. O processo de criação em dança, autoral e dialógico, elaborou-se com base nos elementos estruturais do movimento de suas formas externas e das dimensões mental e emocional, segundo estudos da Coreologia, princípios de Rudolf Laban e jogos corporais propostos por Angel Vianna. Centrado nas narrativas de imagens, gerou escuta e reflexão a partir da produção “Poéticas do corpo em cena”, construindo diálogos com o corpo, com a dança e com a sociedade. A investigação foi composta por cinco professoras colaboradoras que atuam na rede estadual do ensino de dança, perfazendo sete cenas no processo criativo. Processo criativo este que promoveu diálogos e conexões com som, imagem e corpo na cena, reverberando composição instantânea de uma arte efêmera. Todo este processo foi registrado em fotos, filmado pelas professoras, compostos por narrativas orais das imagens e gravado e os relatos inseridos em diário de bordo em forma de narrativas individuais sobre as impressões obtidas. Consideramos que esta abordagem se mostrou capaz de estimular e suscitar a discussão, a reflexão e a interpretação crítica das especificidades do universo ampliado da dança e de promover o reencantamento do espaço escolar. As imagens trazem concepções estéticas de danças que não são neutras, mas perpassam e integram ideias, valores, relações de poder das estruturas sociais em que se realizam, sendo o ensino de dança na escola um espaço de crítica, interpretação e criação. Assim, esta é uma prática pedagógica plena de abertura para novas experimentações e produções interativas, visto ser um processo do qual participam subjetividades diversas, com suas histórias, de desejos e experiências que conformam a singularidade de cada um. Transformam a sala de aula em um espaço de investigação, aprendizagem e compartilhamento de experiências, contemplando um horizonte aberto, para todos aqueles e aquelas que desejam construir os seus percursos a partir de seus próprios cenários. ________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research aims at taking to the scene a creative process of scenic body, starting from the reflection - generated by the concerns and problems experienced by teachers at school – on the dance universe, in which we identified difficulties in visualizing an educative practice that provided communication and dialogue with the student’s symbolic universe. Therefore, this research aims to contribute to approach teachers and students by developing a reflexive practice that gives the students the opportunity to be part of the construction of a dance knowledge and consequently stimulate their intervention in the reality. Assuming that images have influenced the way people live, feel and perceive the contemporary world as well as that the school cannot silence itself while facing this subjectivation process, the object of this study focuses on the impacts and consequences of an educational practice in dance. It looks at imagery narratives for continued training of teachers to enable them to communicate and interact with students through bodies’ productions on the scene. By expanding the visual arts beyond the dance context and encompassing the broader symbolic universe provided by the visual culture, a set learning involving narrative images, planned and developed with a group of public school dance teachers. It intends to make body awareness and the creation and recreation of movements capable of contextualizing absent voices in dance experiences in the school context. With these visual narratives, new images are created to inform, form, dialogue, and communicate with the student universe; they are configured and built up identifying features. The process to create dance, copyright and dialogic is prepared based on structural elements of movement from their external forms and from mental and emotional dimensions, according to Choreology studies, Rudolf Laban’s principles and body games proposed by Angel Vianna. Once it is focused on narrative images, it generates listening and reflection from the production "Body Poetry on stage" builds dialogues with body, dance and society. The research consisted of five teachers, who teach dance in public schools. They all made seven scenes in the creative process, which promoted dialogues and connections with sound, images and body during the scene, reverberating instant composition of an ephemeral art. All this process was photographed and filmed by the teachers. It was also recorded and included in the study individual oral narratives of the images. We consider that this approach was able to stimulate and evoke discussion, reflection and a critical interpretation of the expanded dance universe specificities as well as to promote re-enchantment of the school space. The images bring aesthetic conceptions of dances that are not neutral, but that permeate and integrate ideas, values, and power relations of social structures where they take place. It makes dance teaching in schools a space for critic, interpretation and creation. Thus, this is a sufficient pedagogical practice opened to new exploratory and interactive productions. This process embraces different subjectivities, which present stories, desires and experiences able of transforming their own singularities. It transforms the classroom in a space for investigation, learning and sharing experiences. It also contem
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Artes (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.