Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21791
Título: Avaliação do ProDC como recurso na reabilitação cognitiva : estudo piloto
Outros títulos: Evaluation of the ProDC as a resource in cognitive rehabilitation : pilot study
Autor(es): Meneses, Kátia Vanessa Pinto de
Santos, Lídia Isabel Barros dos
Calixto, Marcos Ferreira
Silva, João Paulo Lima da
Peron, Guilherme Caetano
Garcia, Patrícia Azevedo
Brasil, Lourdes Mattos
Silva, Rita de Cássia
Assunto: Cognição
Desenvolvimento cognitivo
Computadores
Idosos
Data de publicação: Jan-2013
Editor: Universidade de São Paulo
Referência: MENESES, Kátia Vanessa Pinto de et al. Avaliação do ProDC como recurso na reabilitação cognitiva: estudo piloto. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, v. 24, p. 73-80, jan./abr. 2013. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/rto/article/view/62267/84584>. Acesso em: 21 out. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v24i1p73-80
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi verificar a infl uência do uso do sistema Promoção do Desempenho Cognitivo (ProDC) no desempenho cognitivo de idosos com Déficit Cognitivo Leve (DCL) ou em um estado de demência leve por meio de um estudo piloto quase-experimental. Participaram idosos com 60 anos ou mais, de ambos os sexos, classifi cados com DCL ou demência leve, por meio do Clinical Demential Rating (CDR). Os idosos participaram de atividades para treinamento cognitivo utilizando o ProDC, realizado em três encontros semanais de uma hora de duração, totalizando 10 encontros. Para mensurar o efeito da intervenção foram utilizados os instrumentos: Mini- Exame do Estado Mental (MEEM), Teste do Relógio, Teste de reconhecimento de 10 Figuras e Teste Fluência Semântica (FAS). Foram realizadas análises descritivas e teste t-student para amostras pareadas. Participaram do estudo oito idosos, com idade média de 70,75 ± 8,45 anos (62-81anos) e escolaridade média de 10,12 ± 4,09 anos de estudo. A análise estatística revelou manutenção do desempenho cognitivo após a intervenção no Teste do Relógio (7,62 ± 2,20 vs 7,25 ±2,49; p=0,476), no Teste de Reconhecimento de 10 fi guras (9,62 ±0,52 vs 9,75 ±0,71; p=0,732), no FAS (17,75 ±5,50 vs 17,62 ±4,72; p=0,938) e no MEEM (26,50 ±5,24 vs 26,67 ±2,58; p=0,921). Não ocorreram melhoras estatisticamente signifi cativas no desempenho dos idosos. Todavia, os resultados indicaram importantes aspectos a serem discutidos na escolha de jogos para implementação no cenário clínico e no desenvolvimento de futuros estudos. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The objective of this study was to investigate the infl uence of system Promoting Cognitive Performance (ProDC) on cognitive performance of elderly people with mild cognitive impairment or with mild dementia. A quasi-experimental design was used in a pilot study of participants aged 60 years or more, of both sexes, classified with mild cognitive impairment or mild dementia, through the Clinical Dementia Rating (CDR). The elderly participated in activities to cognitive training using ProDC. The activities occurred three times a week, totaling 10 meetings. To measure the effect of intervention tools were used: Mini Mental State Examination, Clock Drawing Test, Test of recognition 10 Figures and Semantic Fluency Test. Descriptive statistics and Student’s t test for paired samples. The study included eight participants, mean age 70.75 ± 8.45 years (62-81 years) and average education of 10.12 ± 4.09 years of study. The statistical analysis showed maintenance of cognitive performance after the intervention in Clock Drawing Test (7.62 ± 2.20 vs 7.25 ± 2.49, p = 0.476), in Test of recognition 10 Figures (9.62 ± 0,52 vs 9.75 ± 0,71, p = 0.732) in the FAS (17.75 ± 5.50 vs 17.62 ± 4.72, p = 0.938) and Mini Mental State Examination (26.50 ± 5.24 vs 26.67 ± 2.58, p = 0.921). There were no statistically signifi cant improvements in performance of the elderly. However, results indicated important aspects to be discussed when choosing games for implementation in the clinical setting and development of future studies.
Licença: Copyright Detentor dos direitos autorais: Revista de Terapia Ocupacional da USP. É permitida a reprodução para uso não comercial desde que citada a fonte. Fonte: http://www.revistas.usp.br/rto/about/editorialPolicies#custom-1. Acesso em: 21 out. 2016.
DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v24i1p73-80
Aparece nas coleções:FGA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_AvaliacaoProDCRecurso.pdf493,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.