Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21495
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_EduardoSoaresNunes.pdf16,78 MBAdobe PDFView/Open
Title: Transformações Karajá : os “antigos” e o “pessoal de hoje” no mundo dos brancos
Authors: Nunes, Eduardo Soares
Orientador(es):: Souza, Marcela Coelho de
Assunto:: Índios Karajá - Goiás (Estado)
Índios - aspectos sociais
Índios - etnografia
Índios - identidade
Issue Date: 3-Oct-2016
Citation: NUNES, Eduardo Soares. Transformações Karajá: os “antigos” e o “pessoal de hoje” no mundo dos brancos. 2016. vi, 609 f., il. Tese (Doutorado em Antropologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Essa tese trata da transformação no e do universo inỹ por meio do intercruzamento de dois contrastes, quais sejam, aquele entre o espaço residencial feminino (ix ỹ) e o pátio ritual masculino (ijoina), e aquele entre o “tempo dos antigos” e o “tempo do pessoal de hoje”. Guiado pelo primeiro contraste, desenvolvo uma etnografia sobre produção de parentesco – que tem lugar fundamentalmente no espaço residencial – e transformação ritual masculina como modos de ações voltados em sentidos opostos. A partir desse material, apresento uma série de elementos que apontam para uma associação entre feminino e humanidade, de um lado, e masculino e alteridade, de outro. O segundo contraste se faz presente ao longo de todo o texto e, em alguns lugares, experimento com certas possibilidades de transformação estrutural que alguns de seus elementos específicos colocam – como entre aldeias circulares (jê-bororo) e lineares (Inỹ), e do “virar branco” como uma transformação análoga àquela que, para uma pessoa viva, a morte implica. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This thesis deals with transformation in e of the Inỹ world by the intersecting of two contrasts, namely that between female residential space (ixỹ) and male ritual plaza (ijoina) and that between “the time of the ancient people ” and “the time of today’s people”. Guided by the first contrast, I develop an ethnography of both the making of kinship – which has residential space as its ground – and male ritual transformation as modes of actions that work in opposite directions. I extract from that material a series of evidence that point to an association between femaleness and humanity, by the one side, and maleness and alterity, by the other. The second contrast makes itself present all the way through the text, and in some places I experiment with certain possibilities of structural transformation that some of its specific elements bring forth – as that between circular villages (jê-bororo) e linear villages (Inỹ) and that of “white becoming” as a transformation analogous to that which death implies to a living person.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:DAN - Doutorado em Antropologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21495/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.