Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21417
Título: Estudo da estrutura da crosta no norte do peru usando a função do receptor
Autor(es): Quispe, Cristobal Condori
Orientador(es): França, George Sand Leão Araújo de
Assunto: Espessura crustal
Peru
Estrutura do solo
Sismologia
Data de publicação: 8-Set-2016
Data de defesa: 29-Jul-2016
Citação: QUISPE, Cristobal Condori. Estudo da estrutura da crosta no norte do peru usando a função do receptor. 2016. xii, 126 f., il. Dissertação (Mestrado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Neste estudo foram analisados um total de 981 registros de eventos telessismos detectados por 28 estações sismográficas de banda larga, da Rede Sismográfica Nacional do Instituto Geofísico do Peru (2012-2015), CTBTO (2012-2015) e a rede temporal SisNort (2008-2009), com a finalidade de estudar a estrutura da crosta na região norte do Peru, aplicando os métodos de Funções do Receptor no domínio de tempo e Hk-Stacking. Os resultados mostram que a Zona Costeira possui crosta com espessura variando de 25 a 35 km e Vp/Vs média de 1,72. A espessura crustal na Cordilheira dos Andes é mais heterogênea e varia entre 45 e 55 km no norte, no entanto, na região central na Cordilheira Ocidental a espessura varia entre 55 e 60 km com Vp/Vs média de 1,78, e na Cordilheira Oriental a crosta apresenta valores entre 45 e 50 km e Vp/Vs média de 1,82. Na zona Sub-Andina, a espessura obtida é de 35 a 45 km com razão Vp/Vs de 1,75, e na Bacia Amazônica a espessura é de 35 e 40 km e Vp/Vs media de 1,76. As Vp/Vs correlacionam-se com as variações de fluxo de calor, espessura da crosta, e topografia, mostrando altos valores de Vp/Vs na Cordilheira Ocidental e Cordilheira Oriental, sugerindo uma crosta com composição máfica, e valores baixos de Vp/Vs na Zona Costeira, Sub-Andina e Bacia Amazônica, com uma crosta de composição félsica. O valor médio de Vp/Vs foi de 1,75±0,02 compatível com a região central do Peru. As espessuras crustais mostram correlação com as respostas gravimétricas (anomalia Bouguer), indicando um provável equilíbrio isostático, e também mostram que são consistentes com estimativas de espessura para regiões adjacentes, ou estimativas obtidas por outros métodos. __________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In this study we analyze 981 teleseismic events recorded by 28 broadband seismic stations from the National Seismographic Network of the Geophysical Institute of Peru (2012-2015), CTBTO station (2012-2015) and the temporary network SisNort (2008-2009), in order to study the crustal thickness and Vp/Vs ratio beneath northern Peru, using time domain Receiver Functions and Hk-Stacking methods. The results show that the Forearc has crust with thickness ranging from 25 km to 35 km and an average Vp/Vs of 1.72. The crustal thickness in the Andes Cordillera is more heterogeneous and varies between 45 km and 55 km in the north, in the central region the Western Cordillera crustal thickness varies between 55 km and 60 km with an average Vp/Vs of 1.78, and the Eastern Cordillera has values from 45 km to 50 km and an average Vp/Vs of 1.82. In the Sub-Andean zone, we obtain thicknesses from 35 km to 45 km with an average Vp/Vs ratio of 1.75, while in the Amazon Basin the thickness is 35 km to 40 km and the Vp/Vs average is 1.76. The Vp/Vs ratios correlate with the variations in heat flow, crustal thickness, and topography, having high Vp/Vs ratios in the Western Cordillera and Eastern Cordillera suggesting a crustwith mafic composition, and lower Vp/Vs ratios in the Forearc, Sub-Andean and Amazon Basin having a crust with felsic composition. The average value of Vp/Vs for the whole region is 1.75±0.02, matching with values for the central region of Peru. Crustal thickness values show good correlation with the gravimetric data (Bouguer anomaly), indicating probable isostatic compensation, and also appear consistent with thickness estimates for adjacent regions or values obtained by other methods.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Coorientador(es): Tavera, Hernando
Aparece nas coleções:IG - Mestrado em Geociências Aplicadas (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_CristobalCondoriQuispe.pdf48,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.