Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21205
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_BrunaBoeckmanndeAndrade.pdf1,29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Angola, entre a dor e a cura : repensando a produção do conhecimento médico
Autor(es): Andrade, Bruna Boeckmann de
Orientador(es): Pantoja, Selma Alves
Assunto: Sistemas de saúde
Medicina
Angola
Produção do conhecimento
Data de publicação: 12-Ago-2016
Referência: ANDRADE, Bruna Boeckmann de. Angola, entre a dor e a cura: repensando a produção do conhecimento médico. 2016. 120 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sociedade e Cooperação Internacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Os conceitos de saúde, doença e cura possuem diferentes significados de acordo com a história, a cultura, as condições socioculturais e políticas de cada povo. Algumas sociedades, como o caso de Angola, é possível observar, de maneira mais latente, a coexistência de duas medicinas, a tradicional e a científica. No entanto, apenas a medicina científica ocupa os espaços oficiais de saúde em Angola. Sabe-se que o custo dos tratamentos médicos científicos é por muitas vezes alto demais e inacessível para larga parte da população mundial, sendo assim, muitos povos através dos conhecimentos tradicionais recorrem aos conhecimentos médicos de seus antepassados para alcançarem a cura. Desse modo, esse trabalho tem como objetivo estudar as diferentes formas de produção de conhecimento médico e avaliar como ela se apresenta dentro de Angola, e se é possível a construção de um sistema de saúde mais plural, conjugando os vários sistemas de conhecimento. A medicina tradicional angolana é, atualmente, responsável pelo tratamento da maior parcela da população, todavia, a mesma ainda não ocupa os espaços oficiais de tratamento. Assim, este trabalho visa também apresentar uma perspectiva global do papel da medicina tradicional angolana dentro do sistema de saúde pública. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The concepts of health, disease and healing have different meanings according to the history, culture, socio-cultural and political conditions of each people. Some societies, such as Angola, is possible to observe in a more latent way the coexistence of two medicines, traditional and scientific. However, only scientific medicine holds the official health areas in Angola. It is known that the cost of these new treatments is many times too high and unaffordable for a large part of the world population. Due to their medical needs, some people through traditional knowledge resort to medical knowledge of their ancestors to achieve healing. Thus, this study aims to present the different forms of medical knowledge production and assess how it presents itself in Angola, and it analyses if the possibility of construction of a more plural health system is conceivable, combining the various knowledge systems. The traditional medicine from Angola is currently responsible for handling the treatments of the larger portion of the population; however, it still does not occupy official spaces treatment. Therefore, this paper presents an overview of the role traditional medicine play the public health system in Angola.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sociedade e Cooperação Internacional, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PPGDSCI - Mestrado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.