Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21051
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_JairoMacedoJúnior.pdf12,96 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O grotesco nas histórias em quadrinhos brasileiras : bestiários do humor e do medo em Francisco Marcatti e Lourenço Mutarelli
Autor(es): Macedo Júnior, Jairo
Orientador(es): Oliveira, Selma Regina Nunes
Assunto: Histórias em quadrinhos - Brasil
Grotesco
Escatologia
Data de publicação: 28-Jul-2016
Referência: MACEDO JÚNIOR, Jairo. O grotesco nas histórias em quadrinhos brasileiras: bestiários do humor e do medo em Francisco Marcatti e Lourenço Mutarelli. 2016. 178 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Unindo métodos de análise de discurso e estudo de caso, e guiando-se pelos conceitos de Realismo Grotesco propostos por Mikhail Bakhtin, Wolfgang Kayser e Victor Hugo, este trabalho trata da estética do grotesco nas história em quadrinhos brasileira, contemporânea e urbana, tomando como exemplos a produção dos artistas Francisco Marcatti e Lourenço Mutarelli. O corpus do trabalho é composto de duas graphic novels de Transubstanciação (1991) e Desgraçados (1993), e cinco publicações variadas de Marcatti, Mariposa (2005), Coprólitos (2013) e três gibis do personagem Frauzio. Através da análise destas obras, o presente trabalho discute pormenores referentes à estética do grotesco, tais como a escatologia, desarmonia, beleza e feiura, riso e escárnio, interdição e transgressão, políticas do corpo e religião. Estabelece de que maneira o discurso dos dois quadrinistas convergem e em que pontos eles divergem, bem como a inserção deles no contexto das histórias em quadrinhos brasileiras.
Abstract: Joining methods of discourse analysis and case study, and guiding them to the concepts of Grotesque Realism proposed by Mikhail Bakhtin, Wolfgang Kayser and Victor Hugo, this paper deals with the grotesque aesthetics in brazilian contemporary urbanistc comics, taking as examples the art of Francisco Marcatti and Lourenço Mutarelli. Our corpus is composed of two graphic novels, Transubstanciação (1991) and Desgraçados (1993), by Mutarelli, and five different publications by Marcatti, Mariposa (2005), Coprólitos (2013) and three comic books of Frauzio. Through analysis of these works, this paper discusses details referring to the aesthetics of the grotesque, such as schatology, disharmony, beauty and ugliness, laughter and derision, interdiction and transgression, body politics and religion. It sets out how the discourse of the two artists converge and where they diverge points as well as their inclusion in the context of comics brazilian.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.