Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21022
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_DéboraTeobaldo.pdf1,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Potencialidade do sensor Worldview II na detecção de hematita e goethita em solos tropicais
Autor(es): Teobaldo, Débora
Orientador(es): Baptista, Gustavo Macedo de Mello
Assunto: Sensoriamento remoto
Índices espectrais
Solos tropicais
Solos - mapeamento digital
Data de publicação: 26-Jul-2016
Referência: TEOBALDO, Débora. Potencialidade do sensor Worldview II na detecção de hematita e goethita em solos tropicais. 2016. vi, 80 f., il. Dissertação (Mestrado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Comportamento espectral dos solos é um termo utilizado para definir as interações da radiação eletromagnética com os diferentes tipos de solos e fatores intrínsecos a eles, como as propriedades físico-químicas. Com o avanço de técnicas e tecnologias, o sensoriamento remoto vem-se destacando como ferramenta auxiliar para o mapeamento de solos por meio da espectroscopia de reflectância. Com o advento de novos sistemas sensores tem-se a necessidade de investigar suas potencialidades para discriminação espacial dos alvos, como, por exemplo, os constituintes minerais de uma mancha de solo exposto. O objetivo desse trabalho foi estudar a potencialidade do WorldView II na detecção dos óxidos de ferro, devido à presença de bandas novas, quando comparadas ao sensor Landsat TM5, especialmente na faixa da luz visível, na qual estão as principais feições espectrais desses minerais. Os índices desenvolvidos por Madeira Netto (1993), IFe e o IHm foram reescritos com a banda do amarelo e com a do vermelho do WorldView II e, com o resultado, percebeu-se que a melhor discretização da identificação dos óxidos de ferro estão ligados a feição de absorção e não a reflexão e com isso a banda do amarelo favorece somente a visualização da matiz do solo. Foi proposto o índice RHGtPF que é baseado no contínuo removido e na sua profundidade de feição e foi comparado estatisticamente com a relação química Hm/Hm+Gt feita por Madeira Netto (1993) e a RHGtmunsell por meio dos parâmetros da cor do solo. Observou que a relação Hm/Hm+Gt e novo índice são similares entre si, mas a RHGtmunsell e o novo índice não são similares. Algoritmos, como Spectral Angle Mapper (SAM) e Linear Spectral Unmixing (LSU), também foram estudados para classificar os óxidos de ferro com os dados do WorldView II. O resultado do SAM foi satisfatório porque ele classificou corretamente os dois minerais. O resultado do LSU mostra que a correlação entre os dois minerais é inversa devido a diferença química e geomorfológica do meio ambiente. O índice RHGtPF foi comparado com a relação Hm/Hm+Gt calculada a partir dos dados percentuais do LSU. O coeficiente de correlação foi forte e positivo e verificou a possibilidade de quantificação e identificação dos óxidos de ferro por meio do novo índice espectral. ________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Spectral behavior of the soil it’s a term used to define the interactions of the electro-magnetic radiation with the different types of soil and intrinsicfactors between them, likethephysico-chemicalproperties. With the advance of techniques and technology, the remote sensing has been a very helpful tool for mapping the soils through the spectroscopy of reflectance. With the advance of new sensors systems, there’s a need to investigate their potentials for spatial discrimination of the objects, for example, the mineral constituentsof a soil spot. The goal of this study was to investigate the potentials of WorlView 2 in detecting iron oxides, due to the presence of new bands, when compared to the Landsat TM5 sensor, especially in the range of visible light, which are the main spectral features of this minerals. The rates developed by Madeira Netto (1993), IFeand the IHm were rewritten with the yellow band and red band of the WorlView 2and, with the results, it was proved that the better discretization of iron’s oxides identification are linked to the feature of absorption and not to the reflection, and with that the yellow band helps only the preview of the soil’s hue. It was proposed the RHGtPF’s rates that it’s based in outgoing removal and in it depth of feature and it was statically compared with the chemistry relation Hm/Hm+Gt made by Madeira Netto (1993) and the RHGt munsell by parameters of the soil’s colors. It was noticed that the relation Hm/Hm+Gt and the new indication are similar to each other, but the RHGt munsell and the new indication are different to each other. Algorithms, like Spectral AngleMapper (SAM) and Linear Spectral Unmixing (LSU), were studied as well to classify the iron oxides with the data of WorldView 2. The SAM’sresults was satisfactory because it named correctly both minerals. The LSU’s results shows that the correlation between both minerals it’s reverse because of the chemical and geomorphological diference in the environment. The RHGtPF’s rate was compared with the Hm/Hm+Gt relation estimated from the LSU’s percentage data. The correlation coefficient was strong and positive and found the possibility of iron’s oxides quantification and identification by the new spectral indication.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Geociências Aplicadas, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IG - Mestrado em Geociências Aplicadas (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.