Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/21016
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_CláusioTavaresVianaTeza.pdf4,99 MBAdobe PDFView/Open
Title: Proposta de modelagem de qualidade ambiental em áreas metropolitanas, por meio de dados de sensoriamento remoto
Authors: Teza, Cláusio Tavares Viana
Orientador(es):: Baptista, Gustavo Macedo de Mello
Assunto:: Qualidade ambiental
Sensoriamento remoto
Geoprocessamento
Brasília (DF) - preservação ambiental
Issue Date: 26-Jul-2016
Citation: TEZA, Cláusio Tavares Viana. Proposta de modelagem de qualidade ambiental em áreas metropolitanas, por meio de dados de sensoriamento remoto. 2016. 110 f., il. Tese (Doutorado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: A análise ambiental tem se tornado uma usual ferramenta para conhecimento de características e particularidades do meio ambiente. Porém a grande demanda de dados e por vezes a falta de métodos específicos torna a análise redundante ou infrutífera do ponto de vista pragmático. Diante disso, conhecer a condição do meio ambiente de determinadas áreas se tornou uma importante ferramenta de apoio, já que fornece para o analista especificidades do meio ambiente e indicadores de estado que podem auxiliar na correta tomada de decisão. Um dos maiores problemas em se usar a qualidade ambiental é a falta de objetividade conferida ao tema. Muitos autores o confundem com qualidade de vida, e vice-versa. Como objetivo geral, têm-se a criação de uma proposta de modelo de qualidade ambiental para a Área Metropolitana de Brasília – AMB que pode ser feito a partir de dados de sensoriamento remoto. Como específicos, criar uma abordagem objetiva para o tema, a criação de uma metodologia para organização dos indicadores ambientais e a seleção dos indicadores que tenham possibilidade de ser levantados por meio de dados de sensoriamento remoto. Para isso, a tese está dividia em quatro capítulos: o primeiro dedica-se a apresentação, com o problema de pesquisa, ineditismo do estudo e a sua estrutura. O segundo capítulo trata da qualidade ambiental, mostrando as bases teóricas necessárias para delimitação do tema de forma objetiva, além da sugestão de adaptação do modelo Pressão-Estado-Resposta da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE. O terceiro capítulo traz a proposta metodológica para a criação de um modelo de qualidade ambiental baseado em dados de sensoriamento remoto. O quarto e último reúne as conclusões e recomendações de toda a tese. O primeiro passo foi o levantamento dos parâmetros ambientais que podem ser levantados a partir de dados orbitais, tais como morfometria de bacias, declividade, evapotranspiração, desmatamento, desconforto térmico, impermeabilização do solo e queimadas. De posse dos indicadores, a organização dos mesmos foi feita a partir da adaptação do modelo Pressão-Estado-Resposta – PER, que separou os indicadores em Estado (susceptibilidade ambiental) e Pressão (risco socioeconômico). Como Resposta, obteve-se o mapeamento dos diferentes graus de qualidade ambiental na área estudada. As análises estatísticas revelaram que o modelo possui um coeficiente de determinação (R2) de 76%, além de todas as variáveis utilizadas serem importantes para o modelo, não havendo redundâncias. O indicador que possui o maior peso para elevar ou diminuir a qualidade ambiental é o desmatamento, corroborando com a literatura. Assim, o modelo pode ser replicado em diferentes áreas para a espacialização da qualidade ambiental. ________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The environmental analysis has become a usual tool to know some characteristics and peculiarities of the environment. But the high demand of data and sometimes a lack of specific methods makes redundant or unfruitful analysis of the pragmatic point of view. Therefore, know the environmental condition of certain areas has become an important support tool as it gives the analyst specifics of the environment and status indicators that can help correct decision making. One of the biggest problems in using environmental quality is the lack of objectivity given to the subject. Many authors confuse it with quality of life, and vice versa. As a general objective, the creation of a proposed environmental quality model for the Metropolitan Area of Brasilia - AMB that can be done based in remote sensing data. As specific objectives, create an objective approach to the issue, the creation of a methodology for organization of environmental indicators and the selection of the indicators that are able to be raised by remote sensing data. For this, the thesis is divided into four chapters: the first one is dedicated to the presentation, with the research problem, the study uniqueness and its structure. The second chapter deals with the environmental quality, showing the theoretical foundation necessary for delimitation of the subject objectively, beyond the suggestion of adaptation Pressure-State-Response model for Organization for Economic Co-operation and Development- OECD. The third chapter provides a methodological proposal for the creation of an environmental quality model based on remote sensing data. The last one have all the final conclusions and recommendations. The first step was the identification of environmental parameters that can be raised from orbital data, such as morphometry basins, slope, evapotranspiration, deforestation, thermal discomfort, soil sealing and burning index. In possession of the indicators, the organization of the same was made from the adaptation of the Pressure-State-Response model - PER, which separated the indicators in state (environmental susceptibility) and pressure (socioeconomic risk). As a response, was obtained the mapping of the different degrees of environmental quality in the study area. Statistical analysis revealed that the model has a coefficient of determination (R2) of 76%, and all the variables used are important for the model, with no redundancies. The indicator that has the greatest weight to increase or decrease the environmental quality is deforestation, corroborating the literature. Thus, the model can be replicated in different areas for the spatial distribution of environmental quality.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IG - Doutorado em Geociências Aplicadas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21016/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.