Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20709
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_AbordagensDesigualdadesSocioeconomicas.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open
Title: Abordagens das desigualdades socioeconômicas no Brasil do século XXI
Authors: Salvador, Evilásio
Amorim, Álvaro André Santarém
Assunto:: Desigualdade de renda
Mensuração
Issue Date: Dec-2010
Publisher: Faculdade de Serviço Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Citation: SALVADOR, Evilásio; AMORIM, Alvaro André Santarém. Abordagens das Desigualdades Socioeconômicas no Brasil do Século XXI. Em Pauta (Rio De Janeiro), v. 8, n. 26, p. 31-47, dez. 2010. Disponível em: <http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaempauta/article/view/2616/1889>. Acesso em: 8 jun. 2016.
Abstract: O artigo problematiza o índice de Gini como instrumento de mensuração das desigualdades no Brasil, expondo dimensões fundamentais das desigualdades socioeconômicas quando a renda do trabalho; mercado de trabalho; distribuição funcional da renda; e desigualdades tributárias. A conclusão é que há poucas alterações nas desigualdades socioeconômicas do Brasil quando essa dimensões são consideradas. O mercado de trabalho não se alterou substancialmente em relação à desestruturação vivenciada nas últimas decadas do século XX, agravando as desigualdades socieconômicas intraclasses. A participação dos lucros na fatia da renda nacional aumentou e a desigualdade marcante se revela no financiamento tributário, pois o peso da carga de impostos está sobre os trabalhadores assalariados e os mais pobres, ao mesmo tempo que os recursos públicos são canalizados para os mais ricos por meio do pagamento de juros e amortização da dívida pública. ____________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This article discusses tbe limits of the Gini coefficient as a tool for measuring inequality in Brazil, oppsing some relevant dimensions of inequality not included in the Gini Index, such as income and labor market, the functional distribution od income from capital and labor, and, tax inequities. Its main conclusion is that there werw very few changes in socioeconomic inequalites, Labor market has not changed substantially in relation to disruption experienced in the last decades of twentith century, worsening socioeconomic intraclass inequalities. The profit sharing in national income has increased as well the inequalities produced by tax system, basically financed by workers and the poor, while public resources are channeled to the richest through intereset payments and debt amortization.
Licença:: A Revista Em Pauta: Teoria Social e Realidade Contemporânea está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. Fonte: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaempauta/about/submissions#copyrightNotice. Acesso em: 8 jun. 2016.
Appears in Collections:SER - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20709/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.