Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20704
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_DeboraIsauradeMacedo.pdf801,06 kBAdobe PDFView/Open
Title: Viver no campo ou na cidade? resposta dos morcegos (Mammalia, Chiroptera) à antropização da paisagem
Authors: Macedo, Débora Isaura de
Orientador(es):: Aguiar, Ludmilla Moura de Souza
Assunto:: Morcego - hábitos alimentares
Antropização
Cerrados - agricultura
Issue Date: 10-Jun-2016
Citation: MACEDO, Débora Isaura de. Viver no campo ou na cidade? resposta dos morcegos (Mammalia, Chiroptera) à antropização da paisagem. 2015. [61] f., il. Dissertação (Mestrado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: O Cerrado é uma região em constante alteração antrópica para fins agropecuários e de urbanização. A fauna desse bioma deve sofrer impactos com essas alterações. Neste estudo avalio a resposta das assembleias de morcegos à urbanização e uso da terra para agricultura na cidade de Brasília, e verifico se a dieta destes organismos reflete as características das matrizes adjacentes aos fragmentos estudados. Para tanto, amostrei fragmentos de cerrado sensu stricto inseridos em matriz rural e urbana, e comparei a assembleia de morcegos em termos de diversidade e composição de espécies presente em cada uma delas. Foram analisados isótopos estáveis de carbono e nitrogênio dos pelos dos morcegos para verificar se a dieta refletia a distribuição das assembleias. Foi feito um test t para comparar as diversidades dos dois tipos de ambiente e uma NMDS, seguida de um ANOSIM, para testar se havia diferença na composição de espécies. Foram capturados 310 morcegos pertencentes a três famílias e 18 espécies. Phyllostomidae foi a família com maior riqueza e Artibeus lituratus e Glossophaga soricina as espécies mais abundantes. Quatro espécies foram exclusivas da matriz rural e duas da matriz urbana. Houve diferença significativa na diversidade (t: 2.5649, df: 279.86, p: 0.010843) das assembleias de morcegos dos dois ambientes e a composição de espécies (R=0,2579; p<0,014) foi diferente. Não foi verificada diferença significativa na composição isotópica de C e N na dieta dos morcegos das diferentes guildas alimentares entre as duas matrizes. A primeira hipótese de que existe diferença nas assembleias de morcegos entre os dois tipo de matrizes foi corroborada, o que sugere que o tipo de uso da terra é um fator importante a ser levado em consideração nos estudos de assembleia de morcegos. Porém a dieta destes animais não seguiu o mesmo padrão, o que refuta a segunda hipótese. Este fato é um indicativo de que os morcegos estão se alimentando de forma similar nos dois tipos de ambiente.
Abstract: Cerrado is a constantly changing region. Anthropogenic changes for agricultural purposes and urbanization are the main forces affecting the biome. These changes will probably impact its fauna. In this study, I evaluate the response of bats assemblages to urbanization and land use for agriculture in Brasília, and check whether the diet of these organizations reflects the characteristics of adjacent matrices to study fragments. For that, I compared the assemblages of bats located in fragments of cerrado sensu stricto inserted in rural and urban matrices. Assemblages were evaluated in terms of diversity and composition of species present in each fragment. To verify if the diet of bat assemblages reflected their distribution, I analyzed stable carbon and nitrogen isotopes from bat’s fur. To compare the diversity between both kinds of environment, I conducted a T test and a NMDS, then an ANOSIM to test for differences in species composition. I captured 310 bats belonging to three families and 18 species. Phyllostomidae was the family with greater richness, and Artibeus lituratus and Glossophaga soricina, the most abundant species. Four species were unique to rural matrix and two unique to urban matrix. There were significant differences in diversity (t: 2.5649, df: 279.86, p: 0.010843) of bat assemblies between both kinds of environments and species composition (R = 0.2579, p <0.014) was also different. There was no significant difference in isotopic composition of C and N in the diet of bats of different feeding guilds between the two matrices. The first hypothesis that there is difference in the bats' assemblages between both kinds of matrices was corroborated, which suggests that the type of land use is an important factor to be taken into account in bats assemblage studies. However, the diet of these animals did not follow the same pattern, which refutes the latter hypothesis. This fact indicates that bats are feeding similarly in both types of environment.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.07.D.20704
Appears in Collections:ECL - Mestrado em Ecologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20704/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.