Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20582
Título: Experiências formativas de jovens instrumentistas : um estudo a partir de entrevistas narrativas
Autor(es): Queiroz, Andréa Matias
Orientador(es): Abreu, Delmary Vasconcelos de
Assunto: Orquestra sinfônica
Música - educação profissional
Música - instrução e estudo - infanto-juvenil
Data de publicação: 27-Mai-2016
Data de defesa: 10-Out-2015
Citação: QUEIROZ, Andréa Matias. Experiências formativas de jovens instrumentistas: um estudo a partir de entrevistas narrativas. 2015. 144 f., il. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Este trabalho apresenta a pesquisa no Programa de Pós Graduação de Música em Contexto da Universidade de Brasília – UnB, que teve como objetivo geral compreender como os jovens da Orquestra de Cordas do Projeto Música para Crianças - OMPC continuam estudando música ao longo de suas vidas. Tomei como desdobramento desse objetivo averiguar quais os caminhos percorridos por esses jovens da OMPC para continuarem estudando música ao longo da vida; entender como esses jovens iniciaram o seu fazer musical; e interpretar o que os faz permanecer nesse percurso formativo. Como revisão de literatura trago estudos que abordam temáticas relacionadas a esta pesquisa tais como, juventude, música e abordagem autobiográfica. O referencial teórico utilizado para iluminar o campo empírico pesquisado foi desenvolvido a partir dos conceitos que tratam da juventude, com base em autores como Groppo (2000), León (2005), Abramo, (2005), bem como o conceito de experiência formativa e a busca de si no processo de formação e da vida na perspectiva abordada por Christine Josso (2006; 2010). O campo empírico desta pesquisa foi a Orquestra de Cordas do Projeto Música para Crianças – OMPC, que trata-se de um projeto de extensão universitária desenvolvido pela UnB, tendo como sujeitos quatro jovens integrantes desta orquestra. A metodologia utilizada consiste na abordagem autobiográfica. Nesta abordagem, a subjetividade dos indivíduos torna-se ponto fundamental para este estudo. A técnica de pesquisa trata-se da Entrevista Narrativa baseada nos pressupostos de Schutze (2010). Esta pesquisa pretende contribuir com a área de Educação Musical na medida em que busca dar visibilidade às trajetórias musicais dos jovens da OMPC. Olhar para as experiências formativas em música desses jovens poderá nos indicar caminhos para discutir dimensões envolvidas na continuidade desses jovens estudando música ao longo da vida. Os resultados da pesquisa mostram que os projetos de vida com a música são fundamentais para a continuidade dos jovens nos seus percursos musicais, pois a idealização desses projetos leva os jovens a darem segmento as suas atividades musicais e construírem seus caminhos, buscando situações e experiências que fortaleçam essa continuidade.
Abstract: This study presents the research conducted at the Post Graduate Program – Music in Context – at the University of Brasilia – UNB. The goal of this work is to understand how young people from the Strings Orchestra of the MPC Project continue studying music throughout their lives. The specific objectives that I considered were to investigate the paths taken by these young people to continue studying music; to understand how they initiated “to make music”; and to interpret what makes them continue on this training path. Regarding the literature review, I have used studies that address topics such as youth, music and autobiographic approach. The theoretical reference used was developed from concepts about youth based on authors such as Groppo (2000), León (2005) and Abramo (2005), while the notions of educational experience and search for oneself during life and studies used the perspective of Christine Josso (2006; 2010). The empirical field was the OMPC, which is a university extension project developed by University of Brasília – UNB. The studied subjects are four young members of this orchestra. Autobiographic approach was the methodology used. According to this approach, individual subjectivity becomes the basics of this study. The research technique is called narrative interview and is based on Schutze’s theory assumptions. This research intends to contribute with the field as it seeks to give visibility to the trajectories of the young people of the OMPC. Looking at the educational experiences in music of these young people may show us ways to discuss the dimensions involved on the continuity of their music studies throughout their lives. The results show that those life projects with music are essential for these young people to continue their music path because the idealization of such projects make them continue their music activities and pave their way by pursuing situations and experiences that strengthen this continuity.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Música, Programa de Pós-graduação em Música, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.10.D.20582
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AndréaMatiasQueiroz.pdf1,54 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.