Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20561
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_FabianoOliveiraSouto.pdf4,97 MBAdobe PDFView/Open
Title: Entre limites e distanciamentos : alguns aspectos das formações de coletivos “Waiwai” e percursos etnológicos pela Amazônia Oriental
Authors: Souto, Fabiano Oliveira
Orientador(es):: Cayón Durán, Luis Abraham
Assunto:: Etnografia
Socialidade
Amazônia
Literatura direcionada
Issue Date: 26-May-2016
Citation: SOUTO, Fabiano Oliveira. Entre limites e distanciamentos: alguns aspectos das formações de coletivos “Waiwai” e percursos etnológicos pela Amazônia Oriental. 2015. [163] f., il. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: O trabalho resulta de um investimento inicial em refletir sobre uma literatura direcionada a populações indígenas no norte amazônico, em uma região cunhada de “Guiana Oriental”, detidamente nos que vieram a ser conhecidos como “Waiwai” ao largo do século XX. Faço uma aproximação da literatura etnológica tentando pensar alguns pontos, entre estes, formulações da construção da espacialidade e relações advindas na socialidade por meio de interações com um conjunto de coletivos que situam como “gentes”. Para isso, foram feitos alguns movimentos. O primeiro, ao localizar a região e alguns dos motes iniciais de exame disponíveis na literatura sobre formações populacionais; posteriormente, algumas considerações a propósito de investimentos teóricos, especialmente em relação à formação do que chamei aqui de “Waiwaigênse”; e, por fim, a partir do ensaio etnográfico, trabalhar sobre a instauração de “comunidades” pelo rio Mapuera, dando centralidade a dois casos resultantes de meu campo de Maio a Agosto de 2010 na Terra Indígena Trombetas-Mapuera. Aproximo-me do entendimento que parte destas formações se estabelecem enquanto coletivos que se situam por meio de cadeias de distanciamentos em amplas dimensões de relacionamentos. Aqui, as composições enquanto pessoas não estão desprendidas de suas produções materiais e das redes de relações que estabelecem com outras. Tomo este processo como fonte da socialidade “Waiwai” que diz algo sobre a composição das “gentes” pelo norte amazônico, onde o endividamento parece assumir uma condição primordial nas relações, inclusive de formações de coletivos como “comunidades”.
Abstract: The present dissertation reflects an initial investigation on the ethnological literature about an indigenous collective from the northern Amazon – “East Guyana” – known as “Waiwai” along the Twentieth century. It analyzes ways in which this collective constructs notions of spatiality and relationship as a result of their social interaction with other collectives from the surrounding areas; other kind of people. The research evolves as follows: On a first move, it situates the region where the “Waiwai” live and identifies, in the ethnological literature, the first contribution about populational formations. On a second move, it advanced on the literature review, taking into account the contributions related to the so-called “Waiwaigenesis”. Lastly, it presents an essay on two “Waiwai” “communities” located along the Mapuera River. This is the result of a brief fieldwork carried on between May and August 2010, in the indigenous land “Trombetas-Mapuera”. Based on the essay and drawing from the ethnologic literature reviewed, the research concludes that these populations establish themselves as collectivities in a network that encompass various dimensions of relationship. Moreover, we argue that it is also necessary to take into account personhood production that are in turn connected to material production, on the one hand, and networking with different kind of people and other collectivities, on the other. These dynamics of interconnected formations and relations characterizes substantial aspects of the socialization and the construction of the person on the northern part of the Amazon. The bases this sociality it’s composted from dimensions of the 'indebtedness' from relation’s collective life.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.08.D.20561
Appears in Collections:DAN - Mestrado em Antropologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20561/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.