Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20491
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_MaribelOlayaBetancur.pdf4,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Análise da silvicultura na bacia hidrográfica do rio Jaguarão (Brasil-Uruguai) : diagnóstico para a gestão geoambiental em bacia transfronteiriça
Autor(es): Betancur, Maribel Olaya
Orientador(es): Steinke, Valdir Adilson
Assunto: Silvicultura urbana
Pampa
Bacias hidrográficas
Brasil - Uruguai
Data de publicação: 26-Mai-2016
Referência: BETANCUR, Maribel Olaya. Análise da silvicultura na bacia hidrográfica do rio Jaguarão (Brasil-Uruguai): diagnóstico para a gestão geoambiental em bacia transfronteiriça. 2015. 149 f. Dissertação (Mestrado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: No presente trabalho analisou-se o padrão da distribuição da silvicultura na bacia hidrográfica do Rio Jaguarão localizado na fronteira entre Brasil e Uruguai, nas coordenadas geográficas 31º30’a 34º35’de latitude Sul; e 52º15’a 55º15’de longitude Oeste. Na pesquisa utilizou-se as métricas da paisagem para identificar mudanças e impactos gerados por essa atividade econômica, que se exibe como um novo elemento transformador da paisagem dessa bacia hidrográfica inserida no bioma Pampa. A silvicultura vem ganhando força nessa região de fronteira, a raiz das políticas internas regionais de desenvolvimento econômico de cada país, que modificou o setor produtivo consolidado na produção de arroz irrigado e na pecuária extensiva. Neste trabalho foram mapeados fragmentos de silvicultura em escala 1:20.000, por meio do método de interpretação visual, 6.730 fragmentos de silvicultura presente na bacia hidrográfica com áreas maiores de 0 até 500 ha, baseando-se em imagens do satélite Landsat 8 e imagens do Google Earth. Para a obtenção das métricas da paisagem foi usada a extensão V-Late 2.0 disponível no software ArcGis 10.1. Foram usados os índices de área, densidade, tamanho, borda, forma e proximidade, para os fragmentos da silvicultura agrupados em 5 classes de áreas, e, para 5 classes de vegetação presentes na bacia hidrográfica. Também se dividiu a bacia hidrográfica em trechos superior, médio e inferior, a partir do perfil longitudinal do Rio Jaguarão. Assim, para complementar as análises anteriores, foram realizadas pesquisas em campo para verificar as informações mapeadas. Finalmente, com as métricas conseguiu-se observar uma homogeneidade da silvicultura na bacia hidrográfica, bem como, a distribuição da silvicultura comercial influenciada pelo relevo. Além disso, comprovou-se pela quantidade de fragmentos pequenos que o uso das árvores de pinus e eucaliptos na bacia hidrográfica respondem historicamente a processos culturais mais que a processos econômicos atuais. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In this work we analyzed the pattern of distribution of forestry, in the river basin Jaguarão, located on the border between Brazil and Uruguay in the geographical coordinates 31º30'a 34º35'de South latitude; and 52º15'a 55º15'de West Longitude. Using landscape metrics to identify changes and impacts generated by this economic activity, which shows as a new landscape transforming element of this watershed inserted into the "pampa" biome. Forestry has been gaining strength in this border region based on regional internal policies of economic development in each country, which modified the consolidated production sector in the production of rice and extensive livestock farming. In this work we mapped at 1: 20,000, by visual interpretation method, 6730 forestry fragments present in the basin with larger areas of 0 to 500 ha, based on Landsat 8 and Google Earth images. To obtain the landscape metrics we used the V-Late 2.0 extension for ArcGIS 10.1. It used the area index, density, size, border, shape and proximity to the Forestry fragments grouped into five classes, and 5 vegetation classes present in the watershed. Also we divided the watershed by upper, middle and lower stretches using the longitudinal profile of the Jaguarão River. To supplement the previous analysis, it was carried out a visit in field to verify the mapped information. Finally, as conclusion, using the metrics could be observed forestry homogeneity in the watershed and the distribution of commercial forestry influenced by the relief, moreover, proved by the amount of small fragments that it is been used of pine and eucalyptus trees in the watershed historically respond to a cultural processes more than actuality economic processes.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:GEA - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.