Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/20172
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_EdiAlvesOliveiraNeto.pdf436,09 kBAdobe PDFView/Open
Title: Os cães ladram mas a caravana não para : estudo etnográfico sobre policiamento com cães no DF
Authors: Oliveira Neto, Edi Alves de
Orientador(es):: Porto, Maria Stela Grossi
Assunto:: Polícia
Policiamento com cães
Identidade
Etnografia
Segurança pública
Tráfico de drogas
Issue Date: 11-May-2016
Citation: OLIVEIRA NETO, Edi Alves de. Os cães ladram mas a caravana não para: estudo etnográfico sobre policiamento com cães no DF. 2016. 96 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Esta pesquisa é um estudo cujo objeto foi o policiamento especializado com cães em detecção de substâncias (narcóticos e explosivos) feito no Distrito Federal em três unidades policiais caninas, o Batalhão de Policiamento com Cães da Polícia Militar do Distrito Federal (BpCaes/PMDF), o Grupo de Operação com Cães da Polícia Rodoviária Federal (GOC/DF) e o Serviço de Canil Central da Polícia Federal (SECAN/PF). O foco desta pesquisa de mestrado foi nas especificidades do trabalho de detecção de substancias com cães policiais, na relação desta forma de policiamento com as estruturas de segurança pública e do crime de narcotráfico, e também daquilo que poderíamos chamar de identidade policial dos cachorreiros, como são chamados, por eles mesmos, os policiais que trabalham com cães. Para isso foi realizado um acompanhamento etnográfico do trabalho destas três unidades policiais por um período de aproximadamente três meses, e foram realizadas entrevistas com alguns policiais ao fim da etnografia O objetivo não é apenas descrever o trabalho de policiamento com cães, mas analisar este tipo de trabalho e seus efeitos sociais partindo da ideia de que a fiscalização e as abordagens são as principais formas de contato entre a população em geral e as corporações policiais. Cabe ressaltar que este é um estudo exploratório sobre um objeto que, no Brasil, ainda não é discutido sob o olhar da sociologia, que é o policiamento com cães. Este empenho foi realizado em duas frentes, uma acerca das especificidades relacionadas à identidade profissional dos policiais, e outra sobre temáticas que envolvem o policiamento com cães, a segurança pública e a sociedade Além das questões sobre a identidade profissional dos cachorreiros, o estudo do policiamento com cães mostrou como é rico o estudo do policiamento especializado, e também, em escala diferente, da relação entre homem e animais, para a sociologia. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research is a study whoose object is the specialized policing work with dogs in detecting substances (narcotics and explosives) made in the Federal District in three canine police units, the Dog’s Policing Battalion of the Military Police of the Federal District (BpCaes / PMDF), the Group of Operation with Dogs of the Federal Highway Police (GOC / DF) and the Federal Police Kennel Service (SECAN / PF). The research’s focus was the specificities of policing work with dogs, and about the relations between this form of policing and the public security structures and drug trafficking crime, and also about what we might call the police identity of cachorreiros, as they are called by themselves. The etnographic work in these three Police units leasted nearly three months. Reaching the end of the research, a group of Police officers were interviewed. The specific goal is not only to describe the policing work with dogs, but to analise its social effects considering that the police approach and the police oversight are the two main forms of contact between the civil society and the police corps. The object of this exploratory study, policing work with dogs in Brazil, is still poorly discussed in sociology. The research process was made on two fronts: the first one was about the specificities of cachorreiros professional identity and the seconde envolved the police work with dogs, public security and society. In addition to the questions about the professional identity of cachorreiros, policing work with dogs study showed how rich for sociology is the study of specialized policing, and also, on a different scale, the relationship between man and animals.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20172/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.